Por Guilherme Wiltgen

No dia 29 de dezembro de 1995, nas instalações da Westland em Yeovil, o primeiro Super Lynx (AH-11A), da Marinha do Brasil, fazia o seu voo inaugural, iniciando uma nova fase operativa do 1°Esquadrão de Helicópteros de Esclarecimento e Ataque (HA-1).

A aeronave decolou as 10h08min e efetuou um voo de aproximadamente 30min de duração, obtendo total sucesso neste primeiro teste.

A aeronave AH-11A N-4010 (upgrade do Lynx Mk21 SAH-11 N-3027) foi recebida em São Pedro da Aldeia em 09.09.1996, juntamente com o AH-11A N-4001 (Lince 01), primeira aeronave nova de fábrica.

Super Lynx Mk21B, a nova geração do Lynx brasileiro

Passados 22 anos, o N-4001 está novamente em Yeovil, agora Leonardo Helicopters, passando por uma grande atualização de meia-vida, que visa trazer o Super Lynx para os padrões atuais, promovendo uma melhoria significativa em suas capacidades, com melhor desempenho, alcance e eficácia operacional de missão da aeronave.

Coincidentemente em um dia 29, agora de setembro de 2017, o N-4001 realizou seu primeiro voo após passar por essa extensa atualização. O Super Lynx Mk21B (AH-11B) é alimentado por dois motores CTS800-4N de nova geração, já utilizados nos helicópteros Super Lynx 300 e AW159 Wildcat.

Esse voo é mais um marco na parceria de longa data entre a Leonardo e a Marinha do Brasil, que vem operando helicópteros Lynx desde 1978.

Os três primeiros Mk21B estão programados para serem entregue ao Esquadrão HA-1 em 2018.

image_pdfimage_print

 

4 Comments

 

  1. 31/12/2017  10:40 by Rafael Responder

    Será que viram embarcado no ocean??

    • 31/12/2017  11:20 by Luiz Padilha Responder

      Good question!

      • 31/12/2017  14:12 by marcus Responder

        Seria a opção mais logica.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.