Militares do 5o Batalhão Logístico especializados na manutenção de canhões  no terceiro escalão apoiaram o 5o Regimento de Carros de Combate – “Regimento Tenente Ary Rauen” – a ampliar a vida útil do armamento, dar mais precisão aos tiros e prover mais segurança aos operadores das VBCCC Leopard 1A5 BR, entre os os dias 10 e 13 de julho de 2017.

Os militares utilizam o Boroscópio Kappa, de origem alemã, com um kit específico para o carro de combate Leopard 1A5 BR e seu canhão de 105 milímetros. Com esse aparelho, é possível visualizar e registrar o interior dos tubos com câmera de alta definição.

O boroscópio permite avaliar detalhadamente possíveis fissuras no interior dos tubos e assim diagnosticar defeitos antes que eles se tornem um risco a segurança do pessoal e do material. Essa a manutenção preventiva representa, também, uma grande economia de recursos.

Os tiros do Leopard 1A5 BR causam, naturalmente, desgaste nos tubos. A crescente modernização e o uso de munições mais potentes e com maior alcance submete o equipamento a pressões cada vez maiores, o que torna extremamente importante esse tipo de atividade.

FONTE: 5º RCC, a força do aço e a fibra dos heróis!

 

2 Comments

 

  1. 14/07/2017  9:28 by Wesst

    ta na hora de correr atras de uns T90
    ou outros que venha ser melhor que esses 1A5 .
    quem sabe uma versao nacional nao cairia bem no exercito BR

    o DAN tens alguma noticia sobre aquisiçoes de Tanques para o EB ate 2020 ?

    se for carro velhos explodidos em combate e jogado uma tinta em cima melhor deixar quieto

  2. 14/07/2017  22:26 by Gabriel oliveira

    Pelo que li recentemente a ideia é manter o Leo 1A5 até 2025,não vejo nenhuma perspectiva de substituição até esse tempo,talvez tenhamos um blindado nacional,no futuro,não agora ate mesmo pelo fato da KMW estar aqui no Brasil,é possivel que se o exercito solicitar,eles desenvolvam algo com as caracteristicas nacionais ,mas sou cético em relação a isso espero que seja possivel mas vai depender do contexto econômico ate lá.Quanto ao T-90 esqueça amigo ,o EB não tem uma cultura de adquirir blindados russos,se não for um modelo nacional será um modelo norte americano ou o proprio leopard 2 (algum modelo da segunda geração usado),o norte americano por eliminação do peso do M-1 Abrams ,será provavelmente o Leopard mesmo modelo 2,enfim não sei..Vamos aguardar o tempo .Seria interessante o DAN trazer algo a respeito desse projeto futuro no EB.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.