Por Guilherme Wiltgen

Em 1979, o governo sueco iniciou estudos para o desenvolvimento de uma aeronave que unisse capacidade de realizar missões de combate, ataque e reconhecimento para substituir o Saab 35 Draken e o 37 Viggen.



A Força Aérea da Suécia (Flygvapnet) queria uma aeronave totalmente informatizada e que poderia, facilmente, alternar entre as três  missões. Esse foi um enorme desafio para a Saab.

E assim, um novo design foi desenvolvido como JAS 39 (Jakt, Attack, Spaning).

O rollout ocorreu em 26 de abril de 1987 e, um ano e meio mais tarde, as 12h21 do dia 9 de dezembro de 1988, o piloto de testes chefe da Saab, Stig Holmström, decolou com o primeiro protótipo do novo caça para um voo que transcorreu sem problemas.

Em 8 de junho de 1993, o primeiro dos trinta JAS39 encomendados pela Försvarets Materielverk (FMV), foi entregue em Linköping.

O Gripen 39102, primeira aeronave de produção, foi oficialmente entregue à Swedish Air Force (SwAF). A última aeronave desse lote inicial foi entregue em 1996.

Os primeiros 120 Gripen da Força Aérea sueca, sendo 106 monoplace e 14 biplace, foram designados JAS 39A e JAS 39B, respectivamente. Os demais 84, sendo 70 monoplace e 14 biplace, foram designados JAS 39C e JAS 39D, respectivamente.

No total, foram entregues 204 aeronaves à Swedish Air Force (SwAF).

O segundo protótipo do JAS 39 Gripen, está preservado no Flygvapenmuseum (Museu da Força Aérea Sueca), em Liköping.



 

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.