A Ala 10, sediada em Parnamirim, região metropolitana de Natal (RN), recebeu a visita de uma comitiva da Força Aérea Americana (USAF) nesta sexta-feira (13).



Acompanhado por outros militares da USAF, o comandante da 9ª Força Tarefa Expedicionária Aérea e Espacial do Afeganistão, o Major General James Hecker, conheceu as instalações da Ala e do Esquadrão Joker, responsável pela formação dos pilotos de caça da Força Aérea Brasileira (FAB).

Em 2019, dois instrutores de voo da FAB serão enviados aos Estados Unidos para ajudar na formação de pilotos que vão operar aeronaves A-29 Super Tucano no Afeganistão. “Essa visita é extremamente importante, principalmente para agradecer à Força Aérea Brasileira por disponibilizar os instrutores e pela ajuda no aumento das habilidades dos nossos pilotos em combate”, disse o General Hecker.

Durante a visita, houve troca de experiências entre as Forças, quando representantes do esquadrão Joker apresentaram a formação e as missões dos pilotos e receberam informações sobre o esquadrão de caça do Afeganistão. Os militares americanos também tiveram a oportunidade de conhecer o simulador de A-29.

Sobre as instalações da Ala 10, o General Hecker lembrou da utilização do local pelos americanos e da relação com os brasileiros durante a Segunda Guerra. “Eu não sabia de toda a história que havia aqui e dessa proximidade entre nossas Forças. Foi muito bom conhecer o local que serviu de base para nossas aeronaves durante a Segunda Guerra Mundial. Andar por aqui e ver alguns desses prédios foi quase como voltar aos anos 40. E agora nós vamos levar pilotos brasileiros para os EUA, é como se um ciclo se completasse”, comentou o oficial-general.

Visita ao Comandante da Aeronáutica

Na quinta-feira (12), a comitiva da USAF esteve em Brasília (DF) e reuniu-se com o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Nivaldo Luiz Rossato. Na ocasião, o General Hecker agradeceu o apoio da FAB relacionado ao treinamento de seus pilotos na aeronave A-29.

A história dos militares americanos em Natal

A Base Aérea de Natal (BANT) – hoje Ala 10 – foi criada em 1942. Em novembro do mesmo ano, passaram a conviver no mesmo aeródromo, em “Parnamirim Field”, duas bases aéreas. A brasileira, localizada no Setor Oeste do aeródromo, e a americana, no Setor Leste, conhecida como “Trampolim da Vitória”, assim chamado por ser ponto obrigatório de passagem das aeronaves aliadas que se destinavam ao Teatro de Operações da África e da Europa.

No período da Segunda Guerra, a Força Aérea Brasileira e a Marinha atuavam nas missões de patrulhamento e de cobertura a navios ou comboios, em cooperação com as forças navais e aéreas norte-americanas. Em 1946, com o término do conflito, a BANT passou a ocupar as instalações da base americana.

FONTE e FOTOS:/> FAB



 

3 Comments

 

  1. 15/04/2018  15:20 by Tomcat3.7 Responder

    Vanicio vc disse tudo que eu ia dizer.rs
    Vitória do ST e entrada na USAF. Vai ser bacana ver ele com armamentos diferentes, tipo HellFire.

  2. 15/04/2018  14:11 by vanicio Responder

    sou muiiito leigo no assunto, mas tenho a impressao de que esta visita nao e somente para treinar pilotos para o afeganistao,,
    e sim para ja começar a falar sobre preparar pilotos americanos para uma posivel aquisiçao de sts para a força aerea americana mesmo,,, eu digo sobre o projeto em andamento para avioes de ataque ao solo e a poio que esta em andamento no eua...
    se nao me engano esta em fase final ... certo ?? se for , bom para a embraerr . bom para o brasil . ou melhor oootimo pra nos.

    • 15/04/2018  19:33 by Gund Responder

      Complexo de vira lata!

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.