A Airbus helicopters entregou os dois últimos AS565MBe Panther para a Armada do México, após esta ter se tornado cliente do modelo AS565MB em 2014. Foram adquiridos dez unidades da nova versão, sendo que os quatro primeiros helicópteros foram entregues em 2016 e os seis restantes ao longo de 2017.

Dividido em três bases navais nos estados de Veracruz, Sonora e Michoacan, os helicópteros são empregados em missões SAR, vigilância, reconhecimento e patrulhas aéreas, bem como as tarefas de instrução. Cada helicóptero Panther voa, em média, 300 horas por ano.

“A chegada da Panther MBe aumentou as capacidades operacionais da aviação naval”, explica o Almirante Jose Maria Garcia Macedo, Coordenador Geral da Aviação Naval da Marinha do México. “Este é um multi-missão moderno que podemos empregar em ambos os ambientes, tanto naval quanto terrestre, e em uma gama de missões como busca e salvamento no mar, apoiar a população civil em áreas afetadas por desastres naturais, transporte de carga externa e até mesmo de ambulância aérea”.

Para fazer toda essa gama de missões o Panther MBE possui equipamento de missão moderna, incluindo uma aviônica avançada e uma câmera FLIR para missões SAR e vigilância durante a noite, a possibilidade de instalar até quatro macas para evacuações aeromédica, e salvamento com uso do guincho.

“Agradeço a Armada do México pela confiança em nossos helicópteros. Ciente da importância das suas missões, disponibilizamos uma equipe de apoio técnico e logístico em Veracruz 24 horas por dia”, disse Mesrob Karalekian, Vice-Presidente para a América Latina da Airbus Helicopters. “Nós também treinamos 30 pilotos, muitos deles com formação específica em missões SAR e voos com óculos de visão noturna”.

AS565MB Phanter da Armada mexicana

O AS565MBe Panther é um mix de novas e comprovadas tecnologias que agregam mais valor para os operadores. Os dois motores Safran Arriel 2N melhoraram o desempenho em condições de calor, podendo desenvolver velocidades de até 278 km/h, com um alcance máximo de 780 km. Também possuem uma nova caixa de transmissão principal, rotor de cauda tipo Fenestron de última geração e um piloto automático de 4 eixos, que reduz a carga de trabalho da tripulação e simplifica as tarefas mais exigentes.

Mais poderoso e eficaz que as versões anteriores, o AS565MBe é também mais seguro, mais econômico e mais fácil de operar.

FONTE e FOTO: Airbus Helicopters
TRADUÇÃO E ADAPATAÇÃO: DAN

image_pdfimage_print