O material russo, que chegou a bordo do avião Antonov,foi incorporado para prestar auxílio. O mapeamento do fundo do mar é mantido.

Esta tarde, o comunicado oficial da Marinha argentina sobre a busca e resgate do submarino ARA “San Juan”, informa que sete navios de diferentes nacionalidades com sondas de múltiplos feixes continuam a mapear o fundo tridimensionalmente. A área foi reduzida em torno da localização da anomalia hidroacústica relatada por organizações internacionais e inclui a última localização relatada pelo submarino.

Em outra área, para não gerar interferências mútuas, há dois destróieres e uma corveta da Marinha argentina com sonares de casco com escuta ativa para tentar localizar o submarino “San Juan” debaixo da água.

Em Comodoro Rivadavia, o navio “Sophie Siem”, da empresa Enap Sipetrol, que navegaria esta noite com submarinistas argentinos a bordo, bem como parte da equipe do Esquadrão de Resgate Submarino da Marinha dos Estados Unidos, está quase terminado, com previsão de chegar à área de operações em aproximadamente 24 horas.

O maior avião do mundo, o Antonov 124 de origem russa, trouxe material de busca de alta tecnologia que será empregado na corveta ARA “Rosales” e no aviso “Islas Malvinas”, também da Marinha da Argentina. O equipamento é para se realizar inspeção visual e não de resgate submarino, como é o fornecido pela Marinha dos Estados Unidos.

A minisubmarino desse país estaria embarcando hoje na “Sophie Siem” depois de todas as modificações feitas no casco e no convés deste navio, com o apoio de vários soldadores voluntários, que se revezaram no trabalho para a modificação estrutural de um navio que é de uma empresa privada. Também levaria um dia para chegar à área de operações.

Quanto às condições climáticas, na área de operações existem ventos regulares e estado do mar 3, ondas com alturas de 3 metros, aproximadamente. A partir de amanhã, as condições podem piorar.

É esperado que o navio de exploração científica russo “Yantar”, com uma grande capacidade de exploração subaquática, chegue nos primeiros dias de dezembro na área de operação.

FONTE: Armada Argentina

image_pdfimage_print

 

2 Comments

 

  1. 26/11/2017  12:44 by Teropode Responder

    Interessante notar a cor e a feição do sol nesta bandeira Argentina , talvez esteja retratando o sentimento da nação , geralmente este sol possui uma cor clara e feição Alegre !

  2. 26/11/2017  0:31 by Edfranco Responder

    O maior avião do mundo é o Antonov An 225 e foi construído na Ucrânia.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.