Sistema Astros - Foto: Cadu Gomes

Por Carlos Vanegas

Em 20 de setembro último, militares colombianos visitaram o 6º GMF  baseado no Forte Santa Bárbara, no município de Formosa-GO. Uma comitiva com membros da Armada da República da Colômbia (ARC) e da Força Aérea Colombiana (FAC), conheceram as especificações técnicas e tudo relacionado com o sistema ASTROS 2020, fabricados pela AVIBRAS.

Durante a visita, foi realizada uma conferência institucional pelo comandante do 6º GMF, o tenente-coronel Elson Lyra Leal e uma demonstração do Sistema ASTROS 2020. Em 2013, a AVIBRAS teria oferecido seu sistema ASTRO 2020 ao Exército Colombiano, mas agora é a Marinha, através do Corpo de Fuzileiros, que estaria interessado em equipar-se com pelo menos duas baterias do sistema ASTROS 2020 para ser usado como um sistema de defesa costeira.

O sistema ASTROS 2020 pode operar o míssil AV-MT 300 ‘Matador’ e o foguete orientado SS40G (180mm), o fabricante afirma que o sistema tem uma autonomia de até 300 quilômetros, cada bateria é composta por 1 veículo de comando e controle, 6 lançadores múltiplos, 6 veículos para munição, 1 veículo de controle de incêndio, 1 veículo de oficina e 1 veículo meteorológico.

A delegação colombiana foi representada pelo contra-almirante José Joaquim Amézquita García, diretor de programas estratégicos da ARC, pelo coronel César Felipe León Giraldo pela FAC, e o pelo capitão Jaime Gálvez Moreno da ARC, que foram acompanhadas pelo brigadeiro-geral José Julio Días Barreto, gerente do programa estratégico do exército brasileiro “ASTROS 2020” e do coronel Nereu Augusto dos Santos Neto, do Ministério da Defesa.

Participaram também o vice-presidente comercial da AVIBRAS, José De Sá Carvalho Jr., o executivo de vendas da AVIBRAS, Patrício Enrique Bejar Rejas e o gerente da AVIBRAS, Elcio Prado Martins da Costa.

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: DAN

FONTE: Defensa.com