No dia 19 de setembro, foi concluída a Operação “ATLASUR XI”, realizada em águas jurisdicionais da África do Sul, nas proximidades do Cabo da Boa Esperança. O Grupo-Tarefa (GT) brasileiro é composto pela Corveta Barroso (V 34), uma aeronave orgânica UH-12 Esquilo e um Destacamento de Mergulhadores de Combate, e se encontra cumprindo uma missão de 73 dias no continente africano.



Além do GT brasileiro, participaram da Operação “ATLASUR XI”, um GT Uruguaio, composto pelo Navio Multipropósito “General Artigas” e um Destacamento de Visita, Abordagem, Inspeção e Apresamento, um GT sul-africano composto pela Fragata “Amatola”, pelo Navio de Pesquisa “Protea” e pelo Submarino “Manthatisi”, e uma parcela das demais Forças de Defesa da África do Sul (país anfitrião) que atuou em atividades de controle, planejamento e apoio à operação.

O ponto alto da primeira fase de mar foi a realização, por parte dos navios componentes da Força Tarefa Combinada, de uma Parada Naval, no entardecer do dia 7 de setembro, em homenagem ao “Dia da Independência do Brasil”, em que os navios e submarino das marinhas amigas desfilaram guarnecendo Postos de Continência e prestando homenagens à Corveta “Barroso”, que respondia com sua tripulação, também formada em Postos de Continência.

Nas duas fases de mar da Operação “ATLASUR XI”, A Corveta “Barroso”, sua aeronave orgânica, e o Destacamento de Mergulhadores de Combate obtiveram bom desempenho, atuando com determinação em todos os eventos, destacando-se os seguintes exercícios: trânsitos sob ameaças aéreas e de submarino, operações antissubmarino, apoios de fogo naval, tiro antiaéreo sobre granada iluminativa, esclarecimento de superfície com helicóptero, pousos e decolagens do helicóptero nos navios estrangeiros, interdições de área marítima e transferências de carga leve.

Após concluir a participação na Operação “ATLASUR XI”, o GT Brasileiro realizará uma visita à cidade de Maputo em Moçambique, onde estão previstas ações de apoio à Política Externa, como visitas protocolares às autoridades locais e entrega de livros da Academia Brasileira de Letras para Moçambique.

FONTE E FOTOS: MB



 

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.