AW119Kx Koala: da instrução ao multiemprego

Por Luiz Padilha

O Defesa Aérea & Naval esteve na cidade da Philadelphia-PA, EUA, para conhecer a fábrica da AgustaWestland Philadelphia Corporation, pertencente à LEONARDO HELICOPTERS onde são construídos os helicópteros AW119Kx “Koala”.

Localizada ao lado de um aeroporto privado, a fábrica está em constante evolução devido aos bons resultados de vendas dos modelos AW119Kx e AW139 lá produzidas, com destaque para as 282 unidades vendidas do AW119 para mais de 115 clientes em 35 países e, com boas perspectivas de crescimento com a entrada em produção do AW609 Tilt Rotor em breve.

Vista aérea da fábrica da Agusta Westland nos EUA

O AW119Kx está em serviço realizando uma ampla gama de missões de segurança pública e de utilidade pública, incluindo Estados Unidos, Brasil, Finlândia, Coréia do Sul, México, Austrália, Nova Zelândia e África do Sul. Atualmente existem seis AW119 no setor para-público brasileiro, sendo o Estado do Rio Grande do Sul o primeiro cliente da América do Sul a operar o modelo mais novo do Koala, o AW119Kx. Existem ainda mais 2 AW119 nos setores comercial e de EMS.

Linha do Montagem doAW119Kx Koala

Logo na chegada o DAN foi recebido pela Sra. Lauren Slepian, (Communications Specialist) responsável pela visita às instalações da fábrica, pelo Sr. Emilio Figueira (Sales Engineering) e pelo Sr. Paul Elliott (Business Development) para uma apresentação sobre o helicóptero AW119Kx.

Após a apresentação seguimos para o “chão da fábrica”, para ver o processo de fabricação das aeronaves, mas não sem antes observar uma parte da fábrica composta de várias salas, usadas pelo pessoal da área administrativa e por engenheiros. A linha de montagem das aeronaves AW 139 e AW119Kx está posicionada lado a lado, com os funcionários trabalhando em paralelo, mas o foco da visita é o AW119Kx.

Muito parecida com a fábrica de Yeovil-UK, a linha de montagem é ampla e possui um “barulhento” silêncio, pois apesar dos funcionários estarem lá montando as aeronaves, não se ouvia um ruído sequer.

Célula do AW119Kx fabricada pela AgustaWestland na Polônia.

A linha de montagem do AW119Kx começa com a célula da aeronave fabricada pela AgustaWestland na Polônia em liga de alumínio reforçado seguindo o conceito modular ‘cocoon’ e honeycomb com material composto principalmente de fibra de carbono e fibra de vidro. O AW119Kx tem capacidade para acomodar até 1 piloto e 7 passageiros, mas a aeronave pode ter diferentes configurações como veremos mais adiante.

       

A célula possui 2 portas articuladas ejetáveis com dobradiças para a tripulação e 2 portas corrediças também descartáveis para os passageiros. Os engenheiros estão sempre presentes na linha de montagem acompanhando e tirando dúvidas dos funcionários.

Funcionários montando a aeronave com a engenheira dando suporte

Na sequência são preparadas a Main Rotor Head (MRH), a Main Gear Box (MGB) e o motor da aeronave, o turbo shaft engine PT6B-37A da Pratt & Whitney Canada com 1.002 SHP, uma turbina confiável e robusta muito utilizada no Brasil em diversos versões e tipos de aeronaves, como o Cessna 208 Grand Caravan e o Super Tucano, por exemplo.

Turbina PT6B-37A da Pratt & Whitney Canada

       

O AW119Kx vai tomando forma com os funcionários instalando toda a cablagem pelo interior da célula preparando a mesma para receber seus modernos sistemas aviônicos. A instalação dos para-brisas reforçado em acrílico ocorre em seguida com a aeronave recebendo seu robusto trem de pouso do tipo esqui (Skid).

Aeronave já com o para-brisas instalado

O AW119Kx pode ser equipado com até 5 células de combustível, sendo 3 standard e 2 adicionais que variam de acordo com o tipo de utilização que o operador necessitar. A colocação dos tanques adicionais não remove qualquer assento, mantendo a capacidade de transporte de até 6 pessoas sentadas na cabine de passageiros. A aeronave pode receber um guincho (Hoist) com capacidade para até 204kg, para Operações Policiais, Militares e de Resgate e operar com o equipamento de combate à incêndio “Bambi Bucket” através de seu gancho que suporta até 1.400kg.

MGB do AW119Kx com a cabeça do rotor principal articulada em Titânio

          

Segundo o Sr. Dave Holmes (Vice President Operations), a fábrica possui um sistema de montagem onde as peças antes de serem instaladas na aeronave, são colocadas em bandejas especiais com o numero exato necessário para aplicação em cada fase de fabricação, ou seja, o funcionário não perde tempo requisitando peças, pois ele já estará com todas elas necessárias para a montagem.

Armazém de peças da Agusta Westland - EUA

A área de estoque de peças serve para abastecer tanto a linha de montagem quanto para atender aos pedidos dos clientes que, após solicitar as peças, podem dependendo de sua localização, receber as mesmas em até 24 horas.

Coxim do trem de pouso para evitar vibrações

O AW119 utiliza modernos esquis reforçados, com coxins para absorver oscilações laterais durante o pouso, proporcionando maior segurança ao piloto. Outro ponto de destaque é que o AW119Kx possui o maior bagageiro de sua categoria medindo 2,30m x 1,10m x 0,71cm.

       

Antes de se instalar o moderno cockpit, a aeronave recebe a MGB e seus sistemas hidráulicos e o motor. Um dos pontos altos do AW119Kx é a redundância em seus sistemas hidráulicos, elétricos, de combustível e de estabilização, que tornam esta aeronave uma das mais seguras em seu segmento.

MGB e sistemas hidráulicos duplos da aeronave

A aeronave após a montagem do motor e do painel, segue para outro hangar, onde será instalado o sistema Garmin 1000H e demais sistemas eletrônicos e sistemas de navegação, como o radar altímetro RA-4500, o transponder GTX-33H entre outros, além de sua configuração interna.

Visão da linha de montagem

Acompanhando a linha de montagem, nos deparamos com uma aeronave configurada para transporte aeromédico, onde é possível observar claramente o espaço interno da aeronave e sua versatilidade para outras configurações, sendo o único helicóptero monoturbina leve que tem a capacidade de instalação de até 2 macas dentro da cabine de passageiros, mantendo as portas fechadas, não interferindo com o cockpit dos pilotos, como pode ser visto nas fotos abaixo:

Configuração interna para MEDEVAC

          

Hangar de pré voo

Após finalizar todas as instalações, checar todos os itens instalados na aeronave, a mesma é entregue para a equipe de 6 pilotos de testes da fábrica, que passarão a fase de voos, onde o desempenho da aeronave será avaliado, podendo ou não ter necessidade de balanceamento das pás, a troca de algum componente que não funcione de acordo com as especificações do projeto e então receber o OK para ser entregue ao cliente.

Primeiro prédio da AW na Philadelphia

Primeiro prédio da AW na Philadelphia

Voando no AW119Kx

Conforme programado, o editor do DAN participou de um voo para demonstração do AW119Kx. A aeronave em questão estaria realizando seu último voo de check antes de ser enviada ao seu proprietário e exalava aquele cheirinho de carro zero quilômetro. Embarcado como 2P, foi possível observar o piloto Doug Edge fazer o rápido check list antes de acionar o motor.

Painel do AW119Kx com duas telas de 10,4" e o sistema Garmin 1000H

A informação de que apenas 5 minutos são necessários para acionar e decolar, se confirmou como pode ser visto no vídeo abaixo. Durante o check list o piloto entre outros ajustes, calibrou os 3 eixos da aeronave usando o Helipilot Control. Durante o voo a aeronave foi em diferentes altitudes, atingindo a velocidade máxima rapidamente, mostrando o conforto que a aeronave possui mesmo em alta velocidade, pois não ocorreu nenhuma vibração que demonstrasse qual velocidade a aeronave se encontrava.

O piloto ultrapassou intencionalmente por alguns segundos a VNE (Velocidade Nunca Exceder) de 152 kts, quando o painel indica através de uma luz vermelha que a mesma foi ultrapassada. Para demonstrar o quanto a aeronave é estável e segura, o piloto tirou as mãos e os pés dos controles da aeronave e a mesma continuou a voar sem nenhum tipo de perda de controle. Vale ressaltar que o AW119Kx não possui piloto automático e no exemplo acima descrito torna-se possível face ao seu excelente sistema de estabilização em 3 eixos que permite o voo “hands off”. Mantendo a velocidade de cruzeiro de 128 kts voamos por sobre a cidade alternando os níveis de voo e realizando um pairado para mostrar a capacidade da aeronave de executar sem nenhum tipo de restrição ou dificuldade.

Área externa da fábrica

O AW119Kx que o DAN voou é equipado com o sistema TAS (Traffic Advisory) GTS 800 da Garmin, que tem a função de auxiliar o piloto a ver e evitar outras aeronaves que possam estar subindo, descendo, ou cruzando em sua rota e a todo o momento o sistema informa via fonia sobre as aeronaves nas proximidades do nosso voo, comprovando a eficiência do equipamento. Ao retornarmos a fábrica da AgustaWestland, o piloto executa um pouso suave em um dos spots e rapidamente corta o motor, não havendo necessidade de aguardar muito tempo para frear o rotor principal.

Doug Edge piloto de testes da Agusta Westland

AW119Kx Koala

Derivado do AW109 Power (bimotor), o AW119Kx (monomotor), incorpora características típicas de um helicóptero bimotor leve, beneficiado pela contínua evolução de tecnologias, oferecendo ao operador uma aeronave veloz e versátil.

A aeronave fornece aos seus operadores alto desempenho, pois possui o motor mais potente em sua classe, equipado com o sistema integrado Garmin G1000H, com alto nível de segurança devido a redundância de seus principais sistemas, espaço interno superior a qualquer outro helicóptero monoturbina leve, alta flexibilidade de configuração de cabine, além do programa de garantia da empresa.

Além disso, diante da variedade de equipamentos e configurações, pode prover a instrução de voo desde os estágios iniciais até os mais avançados e operacionais, diminuindo o esforço a ser despendido pelas unidades operativas com os pilotos recém formados.

Aviônicos

O AW119Kx possui um moderno MFD (Multi Function Display) com sistema integrado Garmin G1000H. O sistema contém o Flight Management System (FMS), Flight PlanningMoving MapSynthetic VisionHighway in the Sky (HITS), um sistema que exibe uma rota segura tridimensional na (aerovia) pré-planejada para o piloto seguir, em vez de medidores e mostradores onde o piloto tem que interpretar e sintetizar uma imagem mental da situação da aeronave, Helicopter Terrain Awareness System (HTAWS), um sistema de prevenção multi-risco com alertas contra fios, terrenos e obstáculos, Digital Audio Control SystemElectronic Standby Indicator System (ESIS), sistema que combina todas as informações como atitude, altitude, velocidade, prôa e navegação de fácil compreensão, TAS GTS 800 da Garmin, um sistema que auxilia o piloto ao identificar aeronaves próximas equipadas com transponder, capaz de rastrear até 45 aeronaves equipados com transponders de modo A ou C e até 30 equipados com transponders de modo S, a tempo de tomar uma ação corretiva, XM Weather e compatibilidade para Night Vision Goggle.

       

O AW119Kx possui dois sistemas hidráulicos independentes para controles de vôo, dois sistemas elétricos, dois sistemas de combustível, com bombas de impulso duplo para eliminar qualquer chance de cavitação de combustível e dois sistemas de estabilização (SAS1 e SAS2).

A flexibilidade do AW119Kx pode ser exemplificada pelas diversas opções que o fabricante oferece ao cliente, como pode ser visto abaixo nas diferentes configurações dos tanques de combustível, que podem ser instalados e retirados pelo cliente em uma rápida operação.

 

E dentre as configurações possíveis, além de Instrução a aeronave pode ser configurada internamente para executar missões como Evacuação Médica, apoio às Forças de Segurança com equipamentos específicos como FLIR e um farol Night Sun SX-16 dentre outros, Off-Shore, Combate à Incêndio utilizando o Bambi Bucket, Busca e Salvamento com a instalação de uma janela bolha, transporte VIP e Emprego Geral.

A aeronave possui a capacidade de operar com NVG (Night Vision Googles), podendo ter instalado um FLIR e operar sobre o mar com os flutuadores de emergência instalados nos esquis, conferindo ao AW119Kx uma enorme versatilidade para uma aeronave monoturbina. Abaixo um mapa exemplificando o raio de alcance da aeronave com as diferentes configurações das células de combustível.

Leonardo Helicopters através da AgustaWestland-Philadelphia, oferece aos seus clientes treinamento para pilotos iniciantes e para pilotos buscando requalificação através de um Treinador de Procedimentos Interativos Virtuais: G1000. O treinamento interativo e avançado é assistido por computador, além de treinamento de mecânicos e funcionários na linha de produção no local.

Para melhor atender seus clientes a empresa oferece duas soluções de manutenção:

Programa estendido – Inspeção básica de 50 horas/60 dias, inspeção padrão 200, 400, 800 3200 horas e inspeção de 12 meses.

Programa progressivo – Inspeção básica de 50 horas/60 dias, inspeções progressivas de 200 e 400 horas (ambas divididas em quatro fases), inspeção de 800 horas e 3200 horas e inspeção de 12 meses (dividida em três fases).

Além do suporte técnico no local com centros de serviço autorizado local na AW do Brasil em Osasco – São Paulo, AWPC, Filadélfia PA, RSG, FT Worth, Texas, a empresa também possui armazéns de peças de reposição na AW do Brasil, AW Filadélfia, PA – AW Las Vegas, NV – Lake Charles Los Angeles, além de equipes de Assessoria ao Cliente.

Programa de Aquisição de Novas Aeronaves de Instrução: Programa IH

As aeronaves atuais de instrução, Bell Jet Ranger III (IH-6B na MB), do Primeiro Esquadrão de Helicópteros de Instrução (HI-1), possuem mais de 30 anos de serviço na Marinha do Brasil. Com a aquisição pela MB de modernas aeronaves SH-16 Seahawk e UH-15/15A Super Cougar e a modernização dos AH-11B Super Lynx, se faz necessária a aquisição de novas aeronaves de instrução, para fornecer atualização tecnológica com equipamentos “full glass cockpit”, investindo assim na formação dos futuros aviadores navais.

Com essa finalidade, a Marinha do Brasil lançou o Programa IH, para a aquisição de novas aeronaves de instrução. O helicóptero AW119Kx Koala da Agusta Westland, é um dos candidatos do programa e está sendo avaliado pela MB.

CARACTERÍSTICAS:

Tripulação: Mínima 1 piloto e máxima 8 pessoas (7 + 1)
Peso bruto: 1.580 Kg
Peso máximo de decolagem com carga externa: 3.150Kg
Peso máximo de decolagem com carga interna: 2.850 Kg
Motor: Turbina Pratt & Whitney PT6 37A com 1.002 SHP
Velocidade Nunca Exceder-VNE: 152 Ktas
Velocidade Máxima de Cruzeiro: 132 Ktas
Velocidade de cruzeiro: 128 Ktas
Taxa de Subida: 1800 pés/min
Teto máximo: 15.000 pés (4.542 m)
Autonomia máxima (5 células): 448 nm
Tempo de voo máximo (5 células): 4: 49 hr
Glass Cockpit GARMIN 1000H com Integrated Flight Deck System em 2 telas de 10,4″, Integrated Synthetic Vision Technology, SVS – HITS – Moving Map – HTAWS – TAS GTS 800 Garmin – ESI – Digital Audio Controls, High Level of Systems Integration – WAAS Supported