Israel Aerospace Industries (IAI) anunciou que obteve um megacontrato adicional de US$777 milhões para fornecer sistemas de defesa de ar e míssil LRSAM (míssil superfície-ar de longo alcance), que são a versão marítima do sistema de defesa de ar e míssil Barak 8. Os sistemas equiparão sete embarcações da Marinha indiana. O contrato foi firmado com a empresa estatal Bharat Electronics Limited (BEL), principal contratante no projeto.

O sistema LRSAM, que faz parte da linha Barak 8, é um sistema operacional de defesa aérea e de míssil (AMD) utilizado pela Marinha israelense, bem como pela Marinha, Força Aérea e forças terrestres indianas. Proporciona defesa aérea e pontual eficiente contra uma vasta gama de ameaças na arena marítima a partir do ar, do mar ou da terra. O sistema integra vários sistemas de tecnologia de ponta, tais como radar digital, comando e controle, lançadores, interceptadores com modernos rastreadores de radiofrequência, link de dados e ampla conectividade de sistema.




Nimrod Sheffer, CEO e presidente da IAI, declarou: “Este acordo reflete os rumos da IAI: foco em negócios, lucratividade e crescimento. A parceria da IAI com a Índia já dura muitos anos e culminou com a colaboração em desenvolvimento e produção conjuntos. A Índia é um mercado importante para a IAI e pretendemos reforçar nosso posicionamento nesse país, inclusive por conta da concorrência crescente. De sua parte, a administração da IAI atualiza continuamente sua estratégia de negócios, ao mesmo tempo em que preserva sua essência e motor de crescimento, dos quais o Barak 8 é um exemplo”.

Boaz Levi, vice-presidente executivo e gerente geral do Grupo de Sistemas, Mísseis & Espaço, declarou: “Agradecemos a nossos parceiros na Índia e à BEL por escolher a IAI para este projeto que ilustra tão bem a estreita cooperação tecnológica entre a Índia e Israel. Com este acordo, as vendas do Barak 8 nos últimos anos ultrapassou os US$6 bilhões. Eis aí a prova dos recursos desse avançado sistema de armamento, que serve como um motor central de crescimento para a IAI. O Barak 8 é um sistema operacional que oferece resposta completa para uma série de ameaças, sendo construído para cooperar com outros sistemas. Ele oferece aos clientes flexibilidade operacional para máxima eficácia no campo de batalha”.

O sistema de defesa de ar e de míssil Barak-8 foi desenvolvido pela IAI em colaboração com o Ministério de Defesa de Israel (MOD), a Organização de Pesquisa e Desenvolvimento da Índia (DRDO), as marinhas de ambos os países, o Grupo ELTA da IAI, RAFAEL e indústrias locais na Índia e em Israel.

FONTE: Rossi Comunicação



 

5 Comments

 

  1. 02/12/2018  13:46 by Leonardo Responder

    Sobre ficar amigos de arabe... Sim o Brasil vende muita coisa .. Pena que não ganha nada com isso poucas coisas recolhem tributos nas exportações " Ate onde eu sei". E sim mil vezes amigos de israel que sobreviveu a tudo.. Talvez tenhamos muitos mais a ganhar , tenho fé num BRASIL melhor , agora com um governo de direita vibrante..

  2. 28/11/2018  16:26 by Carlos Eduardo Responder

    MUITO boa aproximação podemos esperar frutos desse governo uma noticia boa e a mudança de nossa Embaixada para
    Jerusalém vista com bons olhos por Israel e EUA e ai vem coisa boa

    • 29/11/2018  9:26 by Renato B. Responder

      Os israelenses vendem para quem compra, vão fazer isso com nossa embaixada em Telavive do mesmo jeito. Já os árabes, para quem nosso agronegócio vende muita carne não gostaram dessa história. E como gente esperta não rasga dinheiro por besteira eu torço para que o próximo governo não se enfie num briga com a qual não temos nada haver.

    • 29/11/2018  17:12 by angelo Responder

      Como esse pais esta cheio de lunático, acéfalo! kkkk

  3. 28/11/2018  13:44 by Doug385 Responder

    Taí um sistema muito bom e de custo atrativo. Seria uma ótima opção para a MB, ainda mais com a aproximação promovida pelo novo governo com os israelenses.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.