A fabricante de aviões francesa Dassault mira um novo contrato de venda para o seu avião de combate Rafale em 2018, disse o presidente-executivo Eric Trappier em entrevista ao jornal francês Sud-Ouest neste domingo. “Depois de um contrato assinado na Índia, em relação à entrega de 36 caças Rafale, e da ordem de 24 unidades para o Egito e mais 24 por Qatar, em breve deverá concluir um quarto contrato no exterior, mas que vai entrar em 2018” disse na entrevista.

Dassault Aviation também está em negociações com a Índia sobre um possível segundo contrato, acrescentou Trappier, “Estamos nomeadamente em negociações com a Malásia por mais de 18 aeronaves, mas também com a Índia ao longo de um segundo contrato”, disse o CEO. “As necessidades da Índia são enormes. Assim, para a marinha, são considerados 57 aeronaves”, acrescentou.

O Rafale é visto como favorito na Malásia para substituir a frota de caças. Segundo algumas fontes, um acordo para venda de 18 aeronaves poderia ter um potencial mais de US$ 2 bilhões.

FONTE: Reuters
TRADUÇÃO e ADAPTAÇÃO: DAN