A empresa estatal chinesa NORINCO demonstrou imagens inéditas da sua versão da “mãe de todas as bombas” e dos testes, relata o Global Times. Destaca-se que o poder de destruição da bomba aérea perde apenas para a bomba nuclear, por isso ela recebeu o apelido peculiar.



O jornal observa que a NORINCO já testou as capacidades da bomba a partir de um lançamento do bombardeiro H-6K e provocou uma gigantesca explosão. O local dos testes não foi informado.

Com base nas imagens do vídeo, a bomba pesa várias toneladas e, devido ao seu tamanho, um bombardeiro pode carregar apenas uma bomba por vez. Segundo analistas, ela pode ter até seis metros de comprimento.

No entanto, especialistas também observaram que a bomba chinesa é provavelmente menor do que a dos EUA, tendo sido dimensionada deliberadamente para ser transportada pelo bombardeiro H-6K.

Em 2017, a Força Aérea dos EUA revelou uma gravação dos testes de 2003 de sua bomba não nuclear GBU-43/B, que também é conhecida como a “mãe de todas as bombas”. O vídeo foi divulgado depois que a Força Aérea norte-americana a lançou contra o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em vários outros países) no Afeganistão.

FONTE: Sputnik



 

2 Comments

 

  1. 06/01/2019  11:27 by Kemen Responder

    São 3 os paises que tem essa poderosa bomba, USA, Russia e China. Se pudessemos lançar uma bomba dessas dos Hercules ou KC-390, poderiamos desenvolver uma, por que não ?

    • 09/01/2019  1:16 by Fmoura Responder

      O Brasil desenvolveu uma bomba deste tipo no projeto Trocano. Foi lançada de um C-130 no teste de certificação em 2011.
      Agora se a FAB tem alguma em estoque eu não tenho idéia. Pesquisando por "TROCANO" no google aparecem alguns artigos.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.