A Diretoria de Aeronáutica da Marinha (DAerM) publicou, em 25 de abril, a Aeromarinst nº 30-07, que versa sobre o emprego de Aeronaves Remotamente Pilotadas (ARP), popularmente conhecidas como drones, com peso máximo de decolagem de até 25 quilos, em atividades não-operacionais.



A instrução, primeira do gênero na Marinha do Brasil (MB), consolida as referências da legislação e normas vigentes no País, afetas ao emprego de ARP, a fim de orientar as Organizações Militares que possuam ou que pretendam adquirir tais equipamentos a operá-los de forma legal e segura.

A norma estabelece, ainda, as regras para o registro dessas aeronaves e para a qualificação de seus operadores no âmbito da MB, além de enfatizar orientações gerais e aspectos de segurança de aviação, considerados mais relevantes para o seu emprego, tanto a partir de terra como de bordo.

FONTE: MB
FOTO: Ilustrativa


 

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.