Vista aérea da Base Naval de Norfolk - Foto: Wikipedia

Por Luiz Padilha

O DAN esteve em Norfolk, no estado de Virginia, para encontrar com os oficiais brasileiros que estão trabalhando junto à US Navy na Base Naval de Norfolk.

A Base Naval de Norfolk é responsável por dar suporte as operações da Marinha norte-americana (US Navy) no Oceano Atlântico, Mar Mediterrâneo e Oceano Índico.

F-18C

Suas instalações ocupam uma enorme área de 6,4 km de cais na península de Hampton Roads  conhecida como Ponto de Sewell. É a maior base naval do mundo, possuindo a maior concentração de forças da US Navy através de até 75 navios em seus 14 piers e com 134 aviões e 11 hangares no Chambers Field. Anualmente o serviço portuário controla o movimentos de mais de 3.100 navios.

A Base Naval de Norfolk é a “homebase” de quatro grupos de ataque de porta aviões e seus navios de apoio. Além disso, a Base Naval também abriga navios de outros Comandos, bem como os submarinos da Frota do Atlântico.

Em 2017, as seguintes unidades operacionais estarão sediadas na Base Naval de Norfolk:

Carrier Strike Groups (CARSTRKGRU): Carrier Strike Group Two; Carrier Strike Group Eight; Carrier Strike Group Ten; Carrier Strike Group Twelve.

Porta Aviões: USS Dwight D. Eisenhower (CVN-69); USS Abraham Lincoln (CVN-72); USS George Washington (CVN-73); USS Harry S. Truman (CVN-75); USS George H.W. Bush (CVN-77).

Futuro USS Gerald R. Ford (CVN 78)

       

USS Dwight D. Eisenhower (CVN-69)

Destroyer Squadrons (DESRONS): Destroyer Squadron 2; Destroyer Squadron 28; Destroyer Squadron 26; Destroyer Squadron 22.

Destroyers: USS Arleigh Burke (DDG-51); USS Stout (DDG-55); USS Mitscher (DDG-57); USS Laboon (DDG-58); USS Ramage (DDG-61); USS Gonzalez (DDG-66); USS Cole (DDG-67); USS Mahan (DDG-72); USS McFaul (DDG-74); USS Oscar Austin (DDG-79); USS Winston S. Churchill (DDG-81); USS Bulkeley (DDG-84); USS Mason (DDG-87); USS Nitze (DDG-94); USS James E. Williams (DDG-95); USS Bainbridge (DDG-96); USS Forrest Sherman (DDG-98); USS Truxtun (DDG-103); USS Gravely (DDG-107); USS Jason Dunham (DDG-109).

USS Nitze (DDG 94)

       

       

Cruzadores: USS Leyte Gulf (CG-55); USS San Jacinto (CG-56); USS Normandy (CG-60); USS Monterey (CG-61); USS Anzio (CG-68); USS Vella Gulf (CG-72).

       

Assalto Anfíbio: USS Wasp (LHD-1); USS Kearsarge (LHD-3); USS Bataan (LHD-5); USS Ponce (AFSB(I)-15); USS San Antonio (LPD-17); USS Mesa Verde (LPD-19); USS Arlington (LPD-24).

USS Tortuga (LSD 46)

Além das diversas unidades operacionais, a Base Naval de Norfolk também é sede de unidades que fornecem apoio administrativo para ativos operacionais regionais, e em alguns casos, toda a Marinha.

  • Navy Warfare Development Command; 
  • Navy Region Mid-Atlantic; 
  • Navy Expeditionary Combat Command; 
  • Naval Reserve Force; 
  • Navy Fleet Readiness Centers; 
  • Naval Surface Force Atlantic; 
  • Naval Computer and Telecommunications Area Master Station Atlantic (NCTAMS LANT); 
  • Navy Exchange Command; 
  • Naval Safety Center; 
  • Naval Criminal Investigative Service Region East.

A Base Naval de Norfolk também possui um aeródromo chamado Chambers Field. Ele fornece suporte ao Comando dos Esquadrões da Aviação Naval que operam no Oceano Atlântico, Mar Mediterrâneo e no Oceano Índico.

O Departamento de Operações Aéreas da Base Naval de Norfolk é composto pelos esquadrões:

VAW-120 Greyhawks; VAW-121 Bluetails; VAW-123 Screwtops; VAW-124 Bear Aces; VAW-126 Seahawks; VRC-40 Rawhides; HM-12 Sea Dragons; HM-14 Vanguard; HM-15 Blackhawks; HSC-2 Fleet Angels; HSC-5 Nightdippers; HSC-7 Dusty Dogs HSC-9 Tridents; HSC-11 Dragon Slayers; HSC-22 Sea Knights;  HSC-26 Chargers; HSC-28 Dragon Whales e VMM-774 Wild Goose (antes HMM-774).

       

Esquadrão VMM-774 "Wild Goose"

Nota do Editor: Nossos agradecimentos pela atenção dispensada ao editor do DAN pelo LCDR Brian Wierzbicki, Public Affairs da US Fleet Forces Command que possibilitou esta visita à Base Naval de Norfolk. 

Da esquerda para a direita: CC Almir, LCDR Brian e CF Imamura

image_pdfimage_print

 

23 Comments

 

  1. 25/05/2017  8:20 by Tomcat3.7

    Em pensar que esta é apenas uma parte da humilde marinha do titio Sam, que base naval hein e no contexto nem rolaram subs.

  2. 25/05/2017  8:22 by Luiz Padilha

    Pois é Tomcat3.7, os submarinos estavam lá, mas me pediram para não fotografá-los. Mas eu contei 2 Nukes lá e como estavam em manutenção, suas velas estavam cobertas, ou seja, nem a classe eu consegui ver. :(

  3. 25/05/2017  10:05 by Klesson Nascimento

    Olá Padilha,
    Excelente matérias, esplendidas imagens.
    Do ponto de vista militar, são incontestáveis.
    Mas eu queria escrever por outro ângulo. O empregatício.
    Empregos diretos da(s) força(s), dos empregos diretos envolvidos no projeto e construção dos meios, e nos empregos indiretos que a base gera o próprio setor de defesa proporciona.
    Existem os críticos, que sempre bravejam que os recursos empregados nas FA poderiam ser empregados em outras prioridades, hoje, por pragmatismo, sabemos quais as outras prioridades....
    .
    Eu acredito em nosso PAÍS, e ele e nós, pessoas de bem, contribuintes do erário público, muitas vezes, até resistimos em pagar os impostos, simplesmente pelo fatos de sabermos com certeza onde são empregados (desviados). Nós vamos conseguir sim sair desta, e aos insatisfeitos, podem irem embora, que sigam seus caminhos ideológicos, o que eu temos a ver.

    Abraços.

  4. 25/05/2017  10:08 by Klesson Nascimento

    Olá Padilha,
    Excelente matérias, esplendidas imagens.
    Do ponto de vista militar, são incontestáveis.
    Mas eu queria escrever por outro ângulo. O empregatício.
    Empregos diretos da(s) força(s), dos empregos diretos envolvidos no projeto e construção dos meios, e nos empregos indiretos que a base gera o próprio setor de defesa proporciona.
    Existem os críticos, que sempre bravejam que os recursos empregados nas FA poderiam ser empregados em outras prioridades, hoje, por pragmatismo, sabemos quais as outras prioridades....

    Eu acredito em nosso PAÍS, e ele e nós, pessoas de bem, contribuintes do erário público, muitas vezes, até resistimos em pagar os impostos, simplesmente pelo fatos de sabermos com certeza onde são empregados (desviados). Nós vamos conseguir sim sair desta, e aos insatisfeitos, podem irem embora, que sigam seus caminhos ideológicos, o que eu temos a ver.

    Abraços.

  5. 25/05/2017  11:14 by Carlos Crispim

    Nossa, que maravilha, é por isso que estou sempre aqui, sensacional, parabéns!!!!!!

  6. 25/05/2017  11:24 by Observador

    Já pensou se a primeira foto de cima, fosse a vista aérea do AMRJ?! Bom, sonhar não custa nada (ainda) :)

    Cara, esta visita a Norfolk, deve ter sido muito massa!

    Sds.

  7. 25/05/2017  11:58 by Tomcat3.7

    Bacana Padilha eu fico imaginando como é estar próximo a estes gigantes dos mares.rs
    A propósito ao ficar alguns dias em Guarapari eu fui agraciado ,devido ao tempo chuvoso, pela visita do Napa 200t P- 47 Gurupi que ficou bem próximo à praia de frente ao local de onde saem os barquinhos dos pescadores para evitar que eles saíssem com mar agitado e tal e como estava de posse de um monóculo novinho deu pra dar uma boa olhada.
    sobre a matéria, excelente a propósito, o tamanho dos dois Nukes que vistes deve de ser astronômico né. Pensar que conforme a foto eles teem um F-18 C de boa lá numa pracinha(fora os trocentos nos amarg's da vida,rs) e nós aqui só sonhando.rs.
    Dias melhores virão com a graça de Deus o qual já está nos brindando com Sua justiça que está varrendo e descortinando a sugeira repugnante que tanto nos sugou e atrazou mediante o egoísmo, desrespeito e pouco caso por parte daqueles que deviam cuidar da nação que lhes proporciona uma vida cheia de regalias e confortos os quai mais de 80% da população nem sonha em ter acesso( e que por lei se o Estado cumprisse seu papel hoje estaria muito melhor assistido com saúde,educação e segurança decentes).

    Abraço, Eduardo o observador aprendiz!!

  8. 25/05/2017  13:05 by Pablo

    E a nossa MB contando migalhas, que ridículo, ou melhor, que vergonha!!!

  9. 25/05/2017  13:30 by Flanker

    Padilha, nos esquadrões aéreos descritos não tem nenhum de Hornet e Super Hornet. Na costa leste eles ficam baseados em outro local?

  10. 25/05/2017  13:41 by Yluss

    Ótima reportagem, essa e a dos oficiais de ligação!

    Uma base naval como essa equivale a um país em termos de força militar, não?
    Imagino em que lugar será que esse "país" ficaria em termos de comparativo militar com outros países do mundo? Talvez entre os 10 mais poderosos? ..ainda bem que inveja não mata :D

    Sds o/

  11. 25/05/2017  13:49 by Luiz Padilha

    Oi Eduardo. Sim, eu graças a Deus e ao nosso trabalho, já tive a oportunidade de estar a bordo 2 vezes em um CVN (USS George Washington CVN 73) que por sinal estava lá, mas não o fotografei porque ele estava sendo preparado para a troca do combustível nuclear e estava "feio". Preferi fazer fotos dos outros 2 que estavam lá. São enormes e podem ser vistos à quilômetros de distância. A base é maior do que muitas cidades Brasil a fora.

    Quanto ao Gurupi, ele foi o primeiro navio da MB que embarquei. 2004.

  12. 25/05/2017  13:51 by Luiz Padilha

    Não tem ali no Chambers Field não. De cabeça agora eu não sei te informar onde os F-18 se escondem quando em terra. rsrsrsrsrsrs

    Mas vi lá além de F-18, um C-17 Globemaster e para minha surpresa e raiva (por não ter tido tempo de sacar a camera e fotografar) um Airbus A400 "Atlas".

  13. 25/05/2017  14:14 by Gilbert

    Um LPD e um LSD iriam cair muito bem em nossa Marinha, será que já tem algum que que poderia vir por venda tipo FMS? Qual será a previsão de baixa deles?
    Vou procurar mais detalhes e fotos internas sobre eles.

  14. 25/05/2017  14:17 by Dalton

    Eles se "escondem" na Estação Aeronaval de Oceana que não é muito longe de Norfolk.
    .
    Parabéns pela matéria Padilha...e os 2 "nukes" que você viu seguramente eram da classe "Los Angeles", um deles o USS
    "Boise"...há apenas um classe "Virgínia" baseado em Norfolk e ele não encontra-se em manutenção.
    .
    E o USS Ponce deixou Norfolk, 5 anos atrás para operar a partir do Golfo Pérsico.

  15. 25/05/2017  14:21 by Ricardo

    Nossa. Somente essa base já pode ser considerada a segunda maior marinha de guerra do mundo. E ainda tem gente que fica achando que a China isso, que a China aquilo...

  16. 25/05/2017  14:52 by Dalton

    Gilbert...
    .
    os "LPDs" são novos ainda e os LSDs apesar de mais antigos, igualmente deverão ser mantidos por 40 anos
    para tanto serão revitalizados...assim, o primeiro deverá ser descomissionado na segunda metade da próxima década.

  17. 25/05/2017  17:18 by _RR_

    Caro Padilha,

    Excelente matéria. Belíssimas fotos. Parabéns!

  18. 25/05/2017  20:07 by Albuqurerque

    Tristeza meus amigos e' ver o AMRJ na situaao que esta'. Fiz meu ginasio industrial EICZMCFAM e depois o curso tecnico na ETAM. Trabalhei dez anos inclusive na construçao das F44 e F45. Uma potencia industrial abandonada pelos que defendem essa democracia de corruptos vendilhoes do pais.

  19. 25/05/2017  20:19 by Luiz Padilha

    Obrigado senhores pelo reconhecimento.

  20. 26/05/2017  0:33 by Antônio

    E eles não se preocupam com sigilo?
    Claro que muitas informações são de conhecimento público.
    Pergunto até que ponto essa base é sigilosa é até que ponto eles procuram não divulgar informações.
    Interessante que a maioria desses navios, apesar de estarem entre os mais poderosos do mundo, não tem design tão moderno, nada stealth.
    Falou-se na maior base naval da costa leste. Na costa oeste há base maior?
    Quantas bases de grande porte existem?
    Fora essas em território americano continental, há outras de destaque?
    No Japão não deve ser tão grande.
    Diego Garcia é só aérea?
    E Ascensão?

  21. 26/05/2017  0:36 by Renato

    A fragata constituição estará aberta a visitas no domingo.

  22. 26/05/2017  13:38 by Dalton

    Antonio...
    .
    na costa oeste encontra-se "San Diego", pode não ser maior e nem mesmo possui uma doca seca grande o bastante para um
    NAe, mas, o número de navios lá é até um pouco maior, apesar de Norfolk abrigar um número maior de NAes e destroyers, perde
    nas outras categorias.
    .
    Na costa do Atlãntico, outra base que se destaca apesar de ser muito menor é Mayport na Florida e a base de submarinos em
    Groton e outra base para submarinos de mísseis balísticos na Georgia .
    .
    Na costa do Pacífico além de San Diego, Bremerton onde os reparos dos NAes são realizados e Everett, cada uma dessas bases
    normalmente abriga um NAe, ficando 2 em San Diego e também uma base para submarinos com mísseis balísticos, todas as
    3 localizadas no Estado de Washington.
    .
    No Japão encontram-se permanentemente baseados mais de 20 unidades,a maioria em Yokosuka, incluindo um NAe.
    .
    Em Guam, território americano estão baseados 4 submarinos de ataque e os dois únicos navios de manutenção de submarinos
    que costumam eventualmente fazer algumas viagens.
    .
    Na Espanha estão baseados 4 destroyers em uma base compartilhada por espanhóis e americanos.
    .
    Diego Garcia costuma ter grandes navios de transporte que em caso de guerra ajudarão na logística de fuzileiros navais e
    soldados do exército e há vários desses navios atracados em bases menores em reduzido estado de prontidão.
    .
    Quanto a navios "stealth" se não há muitos é porque é um conceito relativamente novo e não é considerado tão essencial em
    muitos casos...mas...os LPDs classe San Antônio e mesmo os destroyers apresentam um certo grau "stealth".
    .
    Não há como esconder muita coisa...pessoalmente uma vez visitei Norfolk e antes de embarcar fiz uma lista dos navios
    que iria encontrar lá através de informações pela Internet e de fato as informações bateram.
    .
    abs

  23. 28/05/2017  5:37 by Antônio

    Dalton, você é fera.
    Valeu.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.