Oferta Sikorsky programa da DARPA VTOL Experimental Plane (VTOL X-Plane) para. DARPA Foto

DARPA VTOL Experimental Plane (VTOL X-Plane) da Sikorsky. DARPA Foto

A Agência de Projetos de Defesa e Pesquisa Avançada (DARPA), concedeu contratos à quatro empresas, para projetar uma aeronave de decolagem e pouso vertical (VTOL), que seja muito mais rápida que um helicóptero, mas que mantenha a excelente capacidade de hoverar.

“As propostas que escolhemos tem como objetivo criar novas tecnologias e incorporar as já existentes numa aeronave VTOL até agora não desenvolvidas”, disse Ashish Bagai, gerente de programa da DARPA VTOL Experimental Plane, em um comunicado divulgado na última terça-feira.

“Estamos ansiosos para ver se os engenheiros podem integrar suas idéias em projetos, para atingir as metas de desempenho que estabelecemos. “

Boeing, Aurora Flight Sciences, Karem Aircraft e Sikorsky, receberam contratos separados para completar projetos preliminares para a aeronave conceito, devendo submete-los a DARPA no final de 2015.

A DARPA então, irá rever os conceitos e escolher um projeto para construir uma aeronave não tripulada, demonstrador de tecnologia. A meta da agência é realizar testes de vôo com o demonstrador de tecnologia em algum momento entre 2017 e 2018.

De acordo com a DARPA, a meta é atingir uma velocidade máxima sustentada entre 300 nós e 400 nós (345-460 mph). Por outro lado, um helicóptero normal tem uma velocidade máxima teórica de cerca de 200 nós resultantes de um fenômeno chamado de assimetria de elevador.

Boeing (em cima) e Karem Aircraft (parte inferior) ofertas para DARPA VTOL X-Plane. DARPA Foto

Boeing (em cima) e Karem Aircraft (parte inferior) ofertas para DARPA VTOL X-Plane. DARPA Foto

Projetos como o Bell-Boeing MV-22 Osprey, com velocidade máxima de 275 nós e o protótipo Sikorsky X-2, uma velocidade máxima de 260 nós, precisaram fazer concessões aerodinâmicas significativas para manter a eficiência no voo pairado, o que a DARPA espera é uma velocidade maior sem comprometer sua eficiência.

O objetivo da DARPA é aumentar a eficiência da aeronave no voo pairado de 60% para 75 %. A agência também espera que seu VTOL X-Plane consiga ter uma relação mais favorável de sustentação-arrasto de pelo menos 10. Helicópteros atuais têm uma relação sustentação-arrasto entre cinco e seis.

Além disso, a DARPA quer que o protótipo VTOL X-Plane tenha uma carga útil equivalente a pelo menos 40% do seu peso bruto, algo entre 10.000lbs e 12.000lbs.

Se o projeto for bem sucedido, a tecnologia poderia ser aplicada tanto em futuras aeronaves VTOL tripuladas e não tripuladas. Para a Marinha e para o Corpo de Fuzileiros Navais, poderá significar uma aeronave VTOL operando a partir de navios como um destroyer, LCS ou um navio de assalto anfíbio, proporcionando maior alcance, capacidade de carga e velocidade.

FONTE: USNI News

TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: Defesa Aérea & Naval

image_pdfimage_print

 

Leave a reply

 

Your email address will not be published.