Iniciativa partiu do chanceler Serra. A primeira oferta brasileira teria sido recusada.

 

MRE José Serra

Por André Barrocal

Brasil e Estados Unidos retomaram secretamente as negociações de um acordo sobre o uso de uma base militar brasileira no Maranhão para o lançamento de foguetes norte-americanos. Encerradas em 2003, início do governo Lula, as conversas voltaram por iniciativa do ministro das Relações Exteriores, José Serra, interessado em uma relação mais carnal entre os dois países.

O embaixador do Brasil em Washington, Sérgio Amaral, conversou sobre o assunto com o subsecretário de Assuntos Políticos do Departamento de Estado norte-americano, Thomas Shannon, ex-embaixador em Brasília. Uma proposta mantida até aqui em sigilo foi elaborada e apresentada pelo Itamaraty a autoridades dos EUA. Teria sido rejeitada, segundo CartaCapital apurou.

A Base de Alcântara é tida como a mais bem localizada do mundo. Dali foguetes conseguem colocar satélites em órbita mais rapidamente, uma economia de combustível e dinheiro.

No fim do governo neoliberal de Fernando Henrique Cardoso (1995-2002), de quem Sérgio Amaral era porta-voz, houve um acordo entre os dois países. Foi enviado ao Congresso brasileiro, para a necessária aprovação. Logo ao herdar a faixa do tucano em 2003, o petista Lula enterrou o caso.

Um dos ministros a defender o arquivamento naquela época foi o hoje colunista de CartaCapital Roberto Amaral, então na Ciência e Tecnologia. Por seus termos, relembra ele, era um “crime de lesa-pátria”.

Centro de Lançamento de Alcântara foto:Lisandra Paraguassu

Os EUA impunham várias proibições ao Brasil: lançar foguetes próprios da base, firmar cooperação tecnológica espacial com outras nações, apoderar-se de tecnologia norte-americana usada em Alcântara, direcionar para o desenvolvimento de satélites nacionais dinheiro obtido com a base. Além disso, só pessoal norte-americano teria acesso às instalações.

“O acordo contrariava os interesses nacionais e afetava nossa soberania”, afirma Amaral. “Os EUA não queriam nosso programa espacial, isso foi dito por eles à Ucrânia.”

Enterrada a negociação com Washington, a Ucrânia foi a parceiro escolhido em 2003 para um acordo espacial. Herdeira da União Soviética, tinha tecnologia para fornecer. Brasil e Ucrânia desenvolveriam conjuntamente foguetes para lançamentos em Alcântara, com o compromisso de transferência de tecnologia de lá para cá.

Um telegrama escrito em 2009 pelo então embaixador dos EUA em Brasília, Clifford Sobel, e divulgado pelo WikiLeaks, relata uma conversa tida por ele com o então representante ucraniano na cidade e mostra a desaprovação do Tio Sam ao entendimento Ucrânia-Brasil. Os EUA não queriam “que resultasse em transferência de tecnologia de foguetes para o Brasil”.

O entendimento do Brasil com a Ucrânia foi desfeito em 2015, após consolidar-se lá um governo pró-EUA.

Na proposta sigilosa de agora, o Brasil teria oferecido a base em troca de grana e tecnologia. As proibições do acerto de 2002, chamadas “salvaguardas”, seriam flexibilizadas. Teria sido esse o motivo da recusa norte-americana.

FONTE: CartaCapital

 

37 Comments

 

  1. 25/01/2017  13:32 by Terra Brasilis Responder

    Sr. Alexandre Santos, devido a sua ( falta ) educação e pleno (des)conhecimento dos assuntos tratados, certamente deve pertencer a classe que auto denomina " du povu" que ao primeiro problema/comentário busca solução na crítica baixa e falta de cortesia. Mas esperar o que desta formação de analfabetos funcionais...O mais interessante é que quando, frequentemente, perdem a compostura, deixam claro a sua incompetência...Espero que o país possa superar estas e outras mazelas para finalmente crescer como é o seu destino. Forte abraço ao DAN.

  2. 25/01/2017  10:07 by Alexandre Santos Responder

    Sr. Terra Brasilis, cuidado para não cair de quatro, se isso acontecer o Sr. está fadado a não levantar jamais......

  3. 25/01/2017  9:43 by Jose Luiz Esposito Responder

    Johny horus ,te asseguro que De Gaulle e o nosso embaixador na França disseram que o Brasil não seria sério, isto realmente surgiu quando a chamada Guerra da Lagosta ,quando a França queria fazer então um Acordo de Pesca, e o nosso embaixador disse que seria impossível ,já que a nossa opinião pública estava avessa a qualquer permissão de pesca a estrangeiros .Já a França deve agradecer a Deus por ter tido um Estadista como DeGaulle ,sem a sua firmeza ,nacionalismo e até arrogância em relação aos EUA ,a França não estaria na posição que ocupa hoje no cenário mundial , os programas nucleares franceses ,de defesa ,e da Base de Kouru os franceses e a Europa devem agradecer a ele , já aqui , quadrilhas de ladrões e entreguistas se revezam no poder junto com suas famílias desde 1889 , passe uma visão sobre as Figuras deprimentes do Golpe da república e seu herói tiradentes , tenho certeza que te sentirás deprimido e angustiado, coitado do nosso país !!!

  4. 24/01/2017  20:34 by Johnny Horus Responder

    Meu amado Brasil ou Brazil é uma vergonha, como pode ceder uma base para os EUA que sempre nos impediram de todas as formas que podiam para nos impedir de desenvolver nossa indústria espacial, aliás foi um boicote mesmo. Este novo presidente não tem nem representatividade para tomar uma decisão destas. Nos espionam, nos embargam de todas as formas e ainda damos quase de graça a estes americanos o que conquistamos a duras penas. Portanto vou citar a célebre frase de Charles De Gaulle e que na verdade nem dele é, mas sim do embaixador brasileiro na França Carlos Alves de Souza: "O Brasil não é um país sério" .

  5. 24/01/2017  16:44 by Bardini Responder

    "porque no continente americano só os EUA lançam foguetes capazes de colocar satélites em órbita?"

    Estes tipos de perguntas refletem muito bem o nível de conhecimento da massa sobre o tema na atualidade. Nada contra o pessoa que postou em si, mas serve muito bem como exemplo do "saber" da grande massa.

    Se estes tivessem um pouco de vontade, largassem as fontes de teorias conspiração, links by Facebook, Videozinho sem vergonha de Youtube, os antros de desinformação, como a própria CC, talvez saberiam da existência do centro de lançamentos de Kourou, na nossa vizinha Guiana Francesa. Talvez teriam conhecimento do montante BILIONÁRIO que os europeus lucram fabricando e lançado satélites para N países do mundo, inclusive do nosso querido e "injustiçado e coitadinho" Brasil. Talvez saberiam que até mesmo os Russos (vejam só!) lançam seus foguetes, os famosos Soyuz da base de Kourou. Talvez saberiam ainda mais se largassem o amontoado de besteiras que se lê por ai. Mas somos apenas um bando de incompetentes... Que dó...

  6. 24/01/2017  16:06 by Leonardo Rodrigues Responder

    Jobson não defendo parcerias com A ou B diferentemente de você que do jeito que fala parece um agemte infiltrado. Precisamos de uma parceria com alguém que honre honre e não dependa dos EUA por motivos que vão além de ideologias baratas e ultrapassadas. Eles nos boicotam a anos e a Ucrânia foi coagida pelos yanques. Pra cego posto o link do globo.
    M.oglobo.com.globo.com/mundo/eua-tentaram-impedir-programa-brasileiro-de-foguetes-revela-wikileaks-2832869
    Vamos fazer um acordo com quem quer nos destruir?
    Não é ideologia caro forista é sobrevivência. Se um dia russos fizerem o mesmo lá estarei eu, contario, pois não sou lambe botas de ninguém!
    Teoria da conspiração ou não, quero esta gente longe daqui. Governo que destroi seu próprio povo não me serve...

  7. 24/01/2017  15:26 by Bueno Responder

    Aurélio, a Base na Guiana Francesa lançara o Satélite brasileiro, previsto para 21 de março 2017 .
    Pode ser a somatória dos fatores para te responder.
    Incompetência em desenvolver a tecnóloga e produzir o foque-te lançador + a base, falta de visão estratégica , vontade politica, corrupção (1,5Bi te grátis para Ucrânia) e controle do EUA.

  8. 24/01/2017  15:09 by Dalton Responder

    Aurélio...
    .
    muitos anos atrás li sobre a impressão que oficiais da US Navy tiveram sobre o Brasil quando aqui chegaram em 1939/1940,
    estupefatos com o atraso que o Brasil se encontrava...na verdade pode se dizer que há o Brasil antes da II Guerra e o Brasil pós
    Segunda Guerra quando a nossa participação ao lado dos EUA nos rendeu a usina de Volta Redonda.
    .
    Então na minha opinião o atraso brasileiro e de outros países da América é o grande culpado e isso tem muito a ver com a instabilidade dos governos, o aspecto cultural, social, etc.
    .
    Os britânicos por exemplo, estão atrás de muitos outros países na questão de tecnologia espacial/foguetes, atrás até mesmo da
    eterna rival França e nem por isso a culpa é dos EUA, eles apenas decidiram investir em outras coisas por exemplo.
    .
    abs

  9. 24/01/2017  13:56 by Aurélio Responder

    A pergunta que faço aos que aqui postam é : porque no continente americano só os EUA lançam foguetes capazes de colocar satélites em órbita ? Canadá , México, Argentina, Brasil, etc., nunca foram capazes de tal feito. Será incompetência, ou falta de vontade , ou imposição do gigante EUA ???

  10. 24/01/2017  13:53 by Bueno Responder

    Será que este pessoal que senta o pau nos EUA tem celulares, carros , computadores etc da Russia , India...? Fica ai pagando de patriota, muitos dos "gurus" que os alfabetizaram nesta sandice tem gordas contas no exterior e investimentos em empresas Ocidentais. É cada besteira.
    Acorda falsos Patriotas!! Pagam mais de 60% de impostos de produtos e serviços no pais da maravilha para sustentar um bando (PT PSDB , PMDB...) e lamentando por uma negociação comercial que só sabe dos detalhes porque que sai no noticiário. EUA Russia , China, Ucrânia, Bolívia (Gás) Paraguai (Energia) querem é Grana$$, levar vantagem o máximo que puder, se o Brasil não sabe negocia ai e outra historia. Cansado deste blá bla bla, ( o petróleo é nosso...)

  11. 24/01/2017  13:02 by Dalton Responder

    A maioria dos satélites utiliza componentes norte americanos...um acordo com a Rússia ou China provavelmente não valeria a pena do ponto de vista financeiro, haverá pouco ou nada para ser lançado pois não há tecnologia russa ou chinesa nos satélites da maior parte dos países que optariam por Alcântara.
    .
    O que os EUA querem é uma salvaguarda da tecnologia deles utilizada em satélites de várias nações que optariam por
    usar a base de Alcântara , não é o mesmo acordo proposto por FHC.
    .
    Odiar os EUA e/ou enxergar a Rússia como a melhor coisa que existe na Terra é um direito sagrado de qualquer um, mas,
    negócios exigem mais cabeça e menos coração e para que Alcântara seja um bom negócio um acordo com os EUA seja a
    melhor alternativa...desde que seja um acordo igualmente bom para o Brasil e é isso que tentará ser feito, não há nada
    garantido, nada foi assinado ainda.

  12. 24/01/2017  13:00 by Fred Responder

    Gabriel:

    "so acredito em fontes serias não em carta capital..."

    Considero Carta capital uma das pouca publicações "sérias" do país.
    Más imagino que vc leve à serio pasquins como o Globo, pois o citado jornal já confirmou a matéria pioneira da Carta Capital, pesquisar por:

    "Brasil assume de vez negociação espacial com americanos“

  13. 24/01/2017  12:31 by Fred Responder

    Desta vez a iniciativa nem foi de Washington,
    O mais impressionante é o fato de irem lá oferecer a base de Alcântara,
    parecem prostitutas velhas que ninguém quer e se oferecem baratinho, se ainda fosse com seus próprios corpos...Más não, o triste é estarem prostituindo é o país inteiro.

  14. 24/01/2017  12:27 by Jose Luiz Esposito Responder

    Ibanez e outros mais que insistem em comentar a falta de Verbas ,etc,etc e sempre batem na mesma tecla ,poruq temos Verbas Vultosas para Bolsas ( Diversas ) ,para ONGs ,Lei Rouanet , MST ,MTST ,FUNAI. A 15 dias o GF informou que dará uma **Gratificação** a Auditores Fiscais e seus pensionistas e aposentados chegando a mais de ( Nove Bi de Reais ),etc .
    Ibanez e aos demais que estão sempre postando que não temos dinheiro ,expliquem então porque a Rússia com muito menos PIB que o nosso ,como menos população que a nossa 145 X 210 milhões de habitantes e por isto cobrando menos Impostos sobre uma Base Menor que a nossa ,lidera em várias Tecnologias afronta OTAN/EUA e outros ,entendam que a Falta de Vergonha de nosso Políticos e de até Militares fazem que a 127 anos estamos nessa situação de Subserviência mundial , eu fui um Grande Otimista com o BRASIL ,mas hoje desisti e cai na Real como se diz popularmente ,nações que estavam bem atrás do Brasil já nos passaram e outras em Vias de nos passarem e aqui só se conjuga Verbos no Futuro ,futuro que nunca chegará como aquela Lembrança de Butequim ** FIADO SÓ AMANHÃ **, ACORDEM !!

  15. 24/01/2017  11:43 by Jose Luiz Esposito Responder

    Andre nós não temos dinheiro para o que interessa ao BRASIL ,hoje o GF afirmou que continuará a pagar a Bolsa DEFESO para pescadores ( 80% Fajuto ) ,agora para cumprir a Lei se paga Bolsas ,porque então uma Bolsa aos Traficantes para que não vendam DROGAS.
    Jobson ( Se fosse com a Rússia ) infelizmente fizemos um Acordo com a Ucrania ,porém ela aceitou as Pressões Desgraçadas dos EUA para não transferir Tecnologias ao Brasil e mesmo assim continuaram por muito mais tempo com o Acordo ,quando no mesmo instante deveríamos romper o Acordo ; aí sim se fizéssemos com a Rússia ,China ou até a Índia queria ver estes americanos em fim de linha ,detonarem o Acordo ;para a Rússia um Acordo com o Brasil de forma ampla é visto com Bons Olhos ,apenas deixe de ter a Mente Colonizada . Fica cada dia mais Claro e Evidente que em 1889 demos ADEUS ao nosso futuro e escolhemos ser uma Nação de Terceira Categoria ,tipo JANJÃO , o Idiota GRANDÃO !!

  16. 24/01/2017  11:34 by Bruno Responder

    É nessas horas que tenho vergonha do brasil um pais submisso e que não valoriza os recursos que temos. Nunca vi tanta incompetência por parte do jose serra em ralação a soberania nacional.
    O segredo para nós avançsrmos na área espacial é INVESTIR simples.

  17. 24/01/2017  9:34 by Terra Brasilis Responder

    Sr. Fernando Reis,em resposta a sua arguição, que normalmente não gosto de fazer pois não foi solicitado a V.Sa. o comentário, apenas posso salientar que quem está sendo citado duramente em ações do judiciário é a banda podre do partido dos trabalhadores...sendo assim a análise é sempre fria e isenta de ideologias, não interessa que qualquer partido ou personagem seja possível determinar qualquer tipo de desvio da soberania nacional.sem que existam mecanismos legais para evita-lo, como foi feito anteriormente. V.Sa. certamente embasa sua afirmação na tendenciosa defesa e ataque a este ou outro elemento, lamentável. O que precisamos é de lisura e competência para as ações que realmente interessam ao povo brasileiro. O resto é falácia e propaganda política, algo que devemos abominar. [ ]'s DAN. Obs.: Wikileaks, carta capital, Sputniknews etc, tem seus interesses intrínsecos...

  18. 24/01/2017  9:08 by Proud Responder

    A melhor base de lançamento para foguetes do mundo....e daí? Não rende nada.
    Não temos dinheiro e conhecimento para lançar nada de lá.
    Estes artefatos voadores são segredos dos países que não brincaram com P&D e hoje colhem os frutos.
    Alugar a base de Alcântara e com o dinheiro investir em P&D em alguma outra base até amadurecendo seria interessante. E dinheiro que precisamos só os EUA tem o resto e concluído de comunistas e vão ficar na kamaradagem.

  19. 24/01/2017  0:52 by Edson Responder

    Segredo nada, é na cara dura . . . . .

  20. 23/01/2017  22:41 by Gabriel oliveira batista Responder

    Sabe eu fico intrigado como fazem tudo na surdina e ninguem diz nada ,a midia sempre apatica em questões de hegemonia nacional .mas esse acordo não deve vingar pelo simples fato de ser fora dos EUA e o atual presidente vai privilegiar as instalações nacionais e alem do mais essa noticia tem um grande teor ideologico so acredito em fontes serias não em carta capital ,mas repito se for verdade é um assunto serio e grave.

  21. 23/01/2017  20:48 by Flanker Responder

    Jsé Serra, Temer, Dilma, Lula, etc. São todos farinha do mesmo saco. Aqui, como em vários outros espaços, fica-se nessa discussão infrutífera entre entreguistas e populistas.....o fato é que NINGUÉM fez nada substancial pelo programa espacial brasileiro, seja do partido que for. E hoje, os que criticam o caricato MRE esquecem que durante mais de 13 anos dos governos anteriores o programa espacial brasileiro não andou 1 metro sequer!! Ficam se apegando a esses discursos antagônicos que não levam a lugar algum. Se o Brasil quiser desenvolvimento tecnológico deve investir pesadamente em P&D para encontrar soluções próprias, que era o que estava fazendo até o acidente com o VLS. Nesse ramo de tecnologia militar e espacial altamente avançadas, ninguém repassa nada que valha a pena para ninguém. Nesse ramos, tanto americanos, como russos, chineses, ucranianos, etc são todos "malvados". Queremos ter relevância e importância como país e nação? Façamos por conta própria. O resto é choro e reclamação de coxinhas e petralhas (que por sinal, ambos acham que o mundo gira ao redor de seus umbigos).

  22. 23/01/2017  19:36 by Cesar Azevedo Rodrigues Responder

    Fui a favor do deputado Waldir Pires quando ele impediu o acordo com os USA sobre a base de Alcantara. Mas hoje talvez seja diferente.O que eu previa á décadas, a eleição do Trump foi um ato desesperado dos americanos para não se desintegrarem e manterem o poder anglo saxónico sobre o país que se estava esvaziando pelos dedos. Á anos que uma comissão do Partido Republicano e outra de uma instituição de defesa dos negros estão em conversações sobre quais estados que ficarão com os brancos e quais ficarão com os negros em casa de desintegração.Mesmo que oTrump tenha algum exito Os USA vão sair da turbulência bem debilitados economica, financeiramente e militarmente. A aliança com o Brasil é crtica para a sua sobrevivência. Estão rodeados por inimigos e a aliança anglo saxónica tem mais de 900 anos quando os primeiros cruzados ingleses ajudaram Portugal a expulsar os árabes e ajudaram a tomada de Lisboa.A aliança foi oficializada em 1385 com o tratado de Windsor. Caso se desintegre será natural que as operações em Alcantara começariam a ser mais de parceria com grande poder de barganha pela parte do Brasil pois a lava jato vai se prolongar e nós vamos sair deste embroglio com um rumo futuro consolidado. Por trás da lava jato tem forças militares e empresariais nacionalistas muito fortes.

  23. 23/01/2017  18:18 by Patétriota Responder

    Roger, anda jogando muito videogame meu jovem kkk

  24. 23/01/2017  18:17 by Jobson Responder

    Esse Leonardo sofre de um complexo de vira-latas em grau severo né? Se fosse com a Rússia você ficaria satisfeito não é? Só muda a cor da bota, mas o sabor dela para quem gosta de lamber é sempre o mesmo. kkkk

  25. 23/01/2017  16:55 by Fernando Reis Responder

    Sr. TERRA BRASILIS, José Serra um conhecido entreguista e denunciado por diversas vezes, seja na Lava Jato, seja no governo de São Paulo, seja em sites internacionais de grande credibilidade como o WikiLeaks, que já divulgou diversas denúncias DOCUMENTADAS sobre o mesmo, que está tentanto renegociar com os mesmos EUA, que nos impunham diversas proibições que foram entendidas à época omo CRIME DE LESA PÁTRIA e a revista Carta Capital é que não é isenta e que a ideologia da mesma é que suplanta os interesses da Nação???? Fala que isso é só uma piada de mau gosto sr. Terra Brasilis.

  26. 23/01/2017  16:47 by Haroldo C. Penedo Responder

    Fato lastimável, o americanos já sabotam nossos testes em Alcantara a muito e vou além não nos permitem ter veículos lançadores pois como sempre disse o Brasil e a América do Sul são o quintal dos Estados Unidos. Para mim é inconcebível tal permissão pois eles jamais irão cooperar de forma honesta conosco, além do mais Alcantara vai passar a ser parte do território americano e, nenhum milico vai apitar por lá. Acho Alcantara importantíssima para testes de veículos lançadores sem que sejamos espionados é um absurdo tal concessão. Estava achando interessante os testes com micro satélites, pois hoje em dia para se fazer espionagem você não precisa desenvolver um mega satélite que se torna muito caro é só você desenvolver micros e pequenos satélites com os aparatos necessários diversificando as finalidades pois em caso de serem neutralizados você terá a possibilidade de ter outros diversos ainda operantes, além de que para lançar pequenos aparatos os veículos podem ser de menor custo.

  27. 23/01/2017  16:05 by ARC Responder

    Maldito Jose Serra, aquela múmia vive pra destruir nossa soberania.

  28. 23/01/2017  16:02 by Andre Responder

    Respeito sua opinião Ibanez, mas a falta de verba é a mais falaciosa desculpa para o desenvolvimento do Brasil ou para os programas estratégicos. Não é falta de dinheiro, é falta de amor e patriotismo. É a chamada conversa pra boi dormir. O país que mais paga impostos e juros elevados e se dá o luxo de perdoar dívidas, o que tem a maior biodiversidade do planeta e não usa esse potencial sustentavelmente, riquezas minerais como nióbio, potencial em pesquisas medicinais originadas do oceano e outros ambientes naturais, a própria base de Alcântara, etc. Temos recursos, o que não temos é a distribuição justa para toda a nação.

    O dinheiro por si só não resolve os problemas se não temos o gerenciamento adequado de toda essa riqueza, como considerar a corrupção um crime hediondo pelo prejuízo social que causa. As pessoas, influenciadas pela mídia, pensam que basta ter dinheiro que os problemas simplesmente evaporam.
    O protesto era uma revindicação contra o governo que afundou o Brasil, onde trazer "médicos" cubanos é a solução de políticas públicas á saúde por exemplo, de tão incompetentes que foram. Os outros que cuidem de nosso povo: tudo isso que é vergonhoso! Treze anos no poder não seria mais que suficientes para resolver esse problema dos presídios? Além das administrações anteriores claro, que sempre foi um caos também!.

    No caso de Alcantara, o governo - independente de quem esteja lá - deve consultar as forças armadas para tomar decisões de soberania nacional, não apenas o congresso. Soube que o exército e outros envolvidos não deixaram o Fernando Henrique efetivar o acordo naquela ocasião. Em uma palestra, um almirante reclamou que o governo toma decisões internacionais sem se dar conta do risco á soberania nacional, o que pode ser o caso de novo.

  29. 23/01/2017  15:23 by Roger Habbit Responder

    Se sou eu o presidente, deixaria tudo encaminhado secretamente com China e Rússia para que estes fabricassem uma série de estruturas para a base e as deixassem estocadas em seus países.
    Quando estivessem 100% prontas, demorassem o tempo que fosse, daria sinal verde para trazerem de uma só vez ao Brasil acompanhado de todos os profissionais necessárias para sua implementação junto com a parte Brasileira de modo que não desse tempo de reação ou míimimi
    Assim. De supetão.
    E junto viriam S-500 e uma dezena de Astros2020 além de brigadas de fuzileiros para serem alocados em todo o entorno da Base.
    Dentro, gigantescos centros de controle e vigilancia com o que há de mais moderno no estado da arte.
    Propósito?

    Base aeroespacial internacional e seus parceiros.
    Sem a participação dos EUA ou outro país aliado.
    Apenas os países que queiram se juntar ao projeto.
    Justificativa por não convidar os EUA?
    Primeiro. Eles já possuem suas próprias estruturas
    Segundo. Possuem fôlego financeiro para bancarem estas estruturas
    Terceiro. Não se mostraram parceiros em suas propostas
    Quarto. Nao se mostraram confiáveis nas mesmas.

    Brasil. Russia China Índia África do Sul (países da América Latina / Europa / África / Oriente médio / Ásia .

    Pronto. Agora bastariam sentar e chorar. Mas principalmente terem a certeza de que aqui não é quintal deles.

  30. 23/01/2017  15:04 by Matoso Maia Responder

    O pior de tudo é que tem alienado e maluco que acredita nessas sandices desse pasquim.

    O que o Brasil gastou com essa baboseira de foguete com a Ucrânia que não deu foi em nada, daria para pagar os 12 Gripen C/D, comprando, e ainda sobrava muito dinheiro.

    Em dinheiro de hoje, seria algo equivalente a 3,5 milhões de reais, esse dinheiro foi literalmente torrado e jogado na lata do lixo a troco de absolutamente NADA.

    Enquanto isso a tia cassada deixou de pagar o programa KC-390, hoje Jullgmann mendiga 200 milhões de reais no congresso para o programa, já deixamos de vender o KC-390, num contrato bilionário com um operador nacional por conta do atraso provocado por esses malucos esquerdas, e ainda tem gente que "comemora" uma suposta "independência"..

    Rapaz. vocês vivem é no paleolítico.. graças a Deus a Embraer foi privatizada e vocês não tiveram como destruí-la... ainda bem que vocês foram mandados pro ostracismo..

  31. 23/01/2017  14:44 by Terra Brasilis Responder

    Vamos aguardar e acompanhar o desenrolar dos fatos para possamos mensurar e avaliar que tipo de acordo está sendo proposto. De maneira alguma qualquer ameaça a soberania e aos interesses do Brasil devem ser sequer cogitadas...Embora " Carta Capital" não seja uma fonte isenta e assim mais uma vez, os interesses ideológicos suplantam os interesses da nação. Mas a soberania do país é tema inquestionável e indiscutível frente qualquer outro interesse externo. Devemos acompanhar e exigir total transparência neste processo e se de fato, é positivo ao Brasil SDS ao DAN.

  32. 23/01/2017  14:33 by Ibanez Responder

    Programas estratégicos sendo minados por falta de verba, bases e recursos importantes sendo entregues de bandeja a governos e multinacionais estrangeiras e as forças armadas sendo reduzidas e uma simples força de repressão e seguranças de presídios! Esse é o "rumo certo" que tanto os brasileiros que vestiram o verde e amarelo e foram pras ruas queriam? Vergonhoso. E ainda respondem com uma justificativa medíocre de que a culpa é só de um certo partido!

  33. 23/01/2017  13:53 by Gilberto Rezende Responder

    This is SERRA !!!
    Não precisa explicação, satisfeitos ???

  34. 23/01/2017  13:14 by marco Responder

    isso ai não tem chance de ir pra frente. Fala sério

  35. 23/01/2017  12:47 by Leonardo Rodrigues Responder

    Fico impressionado com a capacidade de submissão de alguns lacaios entreguistas. Não é sobre o acordo, mas com que fazer, principalmente com aqueles que não querem e farão de tudo para ver-nos sem alcançar qualquer tipo de desenvolvimento. Os yanques malditos já fizeram de tudo, venderam equipamentos para nossas fragatas que ou não funcionavam, ou eram limitados propositadamente. Não se trata de bairrismo, mas de ter o minimo de dignidade possível. São o parceiro que menos deveríamos querer sem deixar de estar em sua rede, por motivos óbvios é claro. Não queremos estar no eixo do mal, não é?

  36. 23/01/2017  12:44 by Wellington Góes Responder

    Este é um imbecil nestes assuntos, deveria voltar a se preocupar em tomar seus remédios.

  37. 23/01/2017  10:47 by alan Responder

    sabia que isso iria voltar a acontecer ainda mais com esse ai "gargamel " ! seremos restringidos a andar no proprio quintal de casa ! abaixo assinado agora contra tal ação

Deixe uma resposta para Leonardo Rodrigues Cancelar resposta

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.