A fabricante aeronáutica brasileira Embraer confirmou, nesta quarta-feira (7), que as negociações para criar uma empresa com a gigante americana Boeing continuam.

“As partes continuam explorando as estruturas que podem funcionar” nesse plano conjunto, indicou o diretor comercial da Embraer, John Slattery, durante um encontro com a imprensa na feira aeronáutica de Cingapura. Por ora, a “Embraer não recebeu uma proposta”, acrescentou Slattery.



Na terça-feira (6), o jornal Valor Econômico anunciou que a Boeing tinha apresentado ao governo brasileiro o plano que daria à empresa americana até 90% do novo grupo, sediado em Chicago.

Parte militar à parte

A Boeing e a Embraer revelaram em dezembro suas negociações, que não incluem a parte militar da empresa nacional.

A grande rival europeia da Boeing, a Airbus, já assinou com a canadense Bombardier – concorrente da Embraer no mercado de aviões comerciais de até cem assentos e de curto alcance – um acordo, no ano passado.

FONTE: RFI
FOTO: Embraer



image_pdfimage_print

 

Leave a reply

 

Your email address will not be published.