O U.S. Forces Korea (USFK) planeja desdobrar 24 helicópteros AH-64D Apache para a Coréia do Sul no próximo mês, para melhorar suas capacidades contra as crescentes ameaças da Coreia do Norte, informaram as autoridades militares hoje (9).

Como parte de um desdobramento já previsto, os 24 helicópteros de ataque AH-64D Apache, vão gradualmente substituir os 30 helicópteros de ataque leve e de observação OH-58D Kiowa no início de Fevereiro, informou o USFK e o Ministério da Defesa Nacional da Coreia do Sul, em uma declaração conjunta.

“O Batalhão de helicópteros Apache que está estacionado em Camp Humphreys e parte da unidade que será temporariamente para a Base Aérea de Suwon, até que o novo pátio de aeronaves esteja pronto em CP Humphreys (em Pyeongtaek, 70 quilômetros ao sul de Seul),” disse o Cel. Rob Manning (US Army) em uma coletiva de imprensa realizada na sede do Ministério da Defesa, em Seul.

Inicialmente, oito helicópteros Apache serão enviados para Camp Humphreys e outros 16 para a Base Aérea de Suwon, entre quarta e sexta-feira. Quando o trabalho de construção estiver terminada em Camp Humphreys, em outubro, os oito Apaches serão transferidos para Pyeongtaek, informou Kim Sung-min, diretor da divisão de política dos EUA no ministério. Cerca de 360 ​​militares norte-americanos são esperados para vir com o Batalhão de Apache no início de Fevereiro e vão substituir um número semelhante de soldados norte-americanos que pertencem ao Batalhão de OH-58D, disse Kim.

“Este desdobramento de helicópteros Apache é uma forte demonstração dos EUA com os seus compromissos de segurança e reforçará significativamente a capacidade de defesa combinada ROK-EUA”, disse Manning.

Segundo o Diretor “os helicópteros Apache são capazes de atacar tanques e unidades de operações especiais na Coreia do Norte”.

A substituição dos helicópteros existentes por outros mais capazes, reflete a piora da situação de segurança na Península Coreana, que o estado comunista continua a intensificar.

No domingo, o líder norte-coreano Kim Jong-un ameaçou testar o lançamento de um míssil balístico intercontinental, a qualquer momento e a partir de qualquer lugar a sua escolha. Imediatamente após a ameaça verbal, os EUA disseram que é plenamente capaz de se defender contra mísseis norte-coreanos.

FONTE: US Army

FOTOS: Ilustrativas

image_pdfimage_print

 

4 Comments

 

  1. 10/01/2017  13:23 by Cleber

    24 Apaches já colocavam respeito nas nossas fronteiras . Putz ... Deveria ter sido Ministro da Defesa, a coisa iria ser séria neste país, não iria ficar só em discurso .

  2. 10/01/2017  14:59 by Patétriota

    Não basta querer 24 apaches, precisa ter dinheiro. Se explicar de onde irá sair o dinheiro neste momento, com certeza a compra será aprovada. -.- Teve um partido aí que gastou sem arrecadação suficiente e nos deixou com mais de 12 milhões de desempregados, lembra?

  3. 10/01/2017  16:45 by Bardini

    Investir em Helicóptero de ataque para patrulhar fronteira é rasgar dinheiro. É igual a compra dos Mi-35, que vão apodrecer lá no meio da Amazônia sem utilidade, sendo a desculpa mor para compra foi "combate ao narcotráfico"...

    Para fronteira, não se precisa de mais do que um H145M pode oferecer.

  4. 11/01/2017  11:11 by Cleber

    Dinheiro tem , falta é vontade política como sempre , entra governo e sai, e a situação é a mesma . Se coloca um gasto em royalties da exploração do petróleo para os investimentos , aumento do PIB ( já em curso ) e por ai vai ... se acha recursos rapidinhos .
    Com 24 Apaches na fronteira , quero ver a Marinha Paraguaia atirar contra a PF , guerrilheiros invadir a fronteira ,e se coloca muito respeito entre os outros países .

Leave a reply

 

Your email address will not be published.