311

BOGOTÁ (Reuters) – Membros da guarda nacional venezuelana cruzaram a fronteira para a Colômbia na sexta-feira, dispararam armas e incendiaram uma motocicleta, disse o Exército colombiano em meio à crescente tensão diplomática entre os dois países.

Cerca de 15 soldados venezuelanos entraram na municipalidade de Maicao, na província de La Guajira, leste do país, na aparente perseguição a um homem em um motocicleta que havia tentado cruzar a fronteira em direção à Venezuela, disse o Exército colombiano em comunicado.

As relações entre os dois países vizinhos têm sido tensas desde que a Venezuela fechou importantes cruzamentos da fronteira nas últimas semanas e deportou mais de 1.500 colombianos no que afirma ser uma repressão ao crime.

“A Guarda Nacional Bolivariana disparou tiros com armas longas e realizou uma perseguição em um veículo 4×4 dentro do território colombiano”, afirma o comunicado, acrescentando que o veículo entrou 1 quilômetro dentro do território da Colômbia.

Depois que o indivíduo na motocicleta entrou em uma casa, os soldados incendiaram o veículo abandonado e retornaram à Venezuela, segundo o Exército.

Membros da comunidade local disseram que foram maltratados pelos soldados venezuelanos e o Exército colombiano disse ter encontrado cápsulas deflagradas e os restos da motocicleta, ainda de acordo com o comunicado.

(Reportagem de Julia Symmes Cobb)