Criado em 20 de janeiro de 1941, o Ministério da Aeronáutica impulsionou a aviação militar e civil no Brasil, um desafio para Joaquim Pedro Salgado Filho, o primeiro a assumir o cargo de Ministro da Aeronáutica.

Assista ao vídeoclipe que sintetiza a responsabilidade de atuação da Força Aérea Brasileira (FAB), nos últimos 77 anos, no cumprimento da sua missão constitucional de Controlar, Defender e Integrar, dentro de um cenário tridimensional de 22 milhões de quilômetros quadrados.

A unificação do poder aéreo brasileiro permitiu a participação do País na Segunda Guerra Mundial, a instituição do Correio Aéreo Nacional (CAN) e a consolidação da Força Aérea Brasileira.

image_pdfimage_print

 

4 Comments

 

  1. 22/01/2018  10:34 by Leonardo Rodrigues Responder

    Em um país sem problemas com litígios fronteiriços, uma população sem qualquer sentimento de nacionalidade, que acha que honrar os símbolos nacionais é saudar a ditadura civil-militar,e com diferenças sociais onde 1% da população detém 28% de toda riqueza gerada, 5% da população detém 95%, seis pessoas tem mais riqueza que os 100 milhões mais pobres torna difícil sermos um país soberano e a partir disto consiga investir em defesa nos moldes dos países desenvolvidos. Neste hiato de falsa crise econômica e numa crise política jamais vista na história do Brasil com um judiciário que disputa benesses, é seletivo nas decisões e tornam-se pop stars abrindo mão da discrição devemos ser gratos por ainda termos uma força alada.

    • 22/01/2018  17:16 by Bardini Responder

      Blablablablbalblabla...............

      • 22/01/2018  17:52 by Leonardo Rodrigues Responder

        contra fatos não há argumentos! Daí só sai blá, blá, blá

  2. 21/01/2018  15:23 by Cleber Responder

    E o Gripen NG só lá por 2021 . Brasil sil sil ... Nos falta inúmeros Vant´s na Força sem igual !

Leave a reply

 

Your email address will not be published.