Os litorais do Mar Báltico são a base para a criação da família de mísseis RBS15, projetada para os ambientes e clientes mais exigentes. O ambiente litorâneo apresenta inúmeras ameaças, mas os cenários de conflito podem mudar. As forças armadas, portanto, precisam desenvolver suas capacidades e o RBS15 Gungnir é a solução.



O novo sistema dá continuidade à tradição de capacidade robusta e autônoma para qualquer condição climática da família de mísseis RBS15, mas utilizando um design que possibilita um novo nível de crescimento potencial futuro.

“O RBS15 Gungnir é oferecido em configurações de lançamento por ar e em superfície, que oferecem aprimoradas capacidades, em comparação com outros sistemas de mísseis no mercado. Com um alcance melhorado para mais de 300 km e um detector de alvos altamente avançado, ele possibilita engajar qualquer alvo, em todas as condições”, diz Görgen Johansson, vice-presidente sênior e chefe da área de negócios Dynamics da Saab.

A opção de engajar alvos a partir do ar, bem como da terra e do mar, dá a capacidade de realizar ataques coordenados, com vários mísseis, contra uma ampla gama de alvos navais e terrestres, aumentando assim a flexibilidade e o sucesso da missão.

Embora o RBS15 Mk3 ofereça os recursos que as forças armadas exigem hoje, o RBS15 Gungnir também se integra à infraestrutura RBS15 preexistente para atender aos requisitos de defesa do futuro. O sistema é compatível com versões anteriores, portanto, um investimento no Mk3 hoje abre um caminho tranquilo para a transição para o Gungnir no futuro.

A versão de próxima geração do programa de desenvolvimento e produção do RBS15 foi contratada pela primeira vez em março de 2017 pela Administração Sueca de Materiais de Defesa (FMV, sigla em inglês). Esta próxima geração de sistemas RBS15 é chamada de Gungnir. Esse contrato de março de 2017 totalizou 3,2 bilhões de coroas suecas, com entregas a serem realizadas durante o período de 2017 a 2026. A produção adicional de mísseis foi contratada pela FMV em abril de 2017 por 500 milhões de coras suecas, com entregas a serem iniciadas em meados da década de 2020.

A família de mísseis RBS15 é produzida em conjunto pela Saab e pela Diehl Defence GmbH & Co. KG e atende a várias marinhas, baterias costeiras e forças aéreas da Suécia, Finlândia, Alemanha, Polônia, Croácia, Tailândia e um país não revelado.

O nome Gungnir tem origem na mitologia escandinava e se refere à lança do deus nórdico Odin, que nunca errou um alvo. O RBS15 Gungnir é o nome ao nível do sistema, enquanto na configuração do míssil lançada por ar é chamado de RBS15 Mk4 Air.



 

4 Comments

 

  1. 24/07/2018  16:07 by Gilberto Rezende Responder

    Alcance maior que 300 Km??? Quanto a mais ???
    Será que alguém (SaaB) vai ignorar os tratados internacionais o Regime de Controle de Tecnologia de Mísseis (MTCR em inglês) e comercializar um sistema de míssil acima do limite de 300 Km ?

    A se ver...

  2. 22/07/2018  13:45 by mauricio matos Responder

    Há incerteza até na vinda do míssil Meteor por enquanto imagina esse ai então.

  3. 21/07/2018  17:22 by Cleber Responder

    Seria interessante sim a FAB adotar nos Gripens este míssil , até o desenvolvimento de uma versão nacional lançada por caças e para uma defesa costeira .

  4. 20/07/2018  23:28 by Topol Responder

    Nossos Gripens precisam ser equipados com esta arma, já que não podemos tem um Sukhoi nem um Brahmos, isto dá para o gasto

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.