Por Guilherme Wiltgen e Luiz Padilha

A Airbus trouxe pela segunda vez o A350XWB ao Chile, mostrando ao público novos patamares alcançados de sustentabilidade ambiental, graças aos motores mais eficientes e pelos 70% de sua estrutura feita por materiais mais avançados, explicou ao DAN o executivo da Airbus que nos recebeu a bordo, durante a apresentação da aeronave.



Integrante da mais nova geração de aeronaves no mundo, o A350XWB alia conforto e eficiência da Família de aeronaves widebody da Airbus.

O modelo de longo alcance apresenta o mais moderno design aerodinâmico, fuselagem e asas em fibra de carbono, além dos novos e econômicos motores Rolls-Royce Trent XWB, elementos que juntos oferecem 25% em economia de combustível e emissões, com custos de manutenção significativamente menores.

       

Para os passageiros, a aeronave traz um novo nível de conforto a bordo, com uma cabine extra larga com mais espaço individual em todas as classes, incluindo assentos de 18 polegadas como padrão na classe econômica, como fomos convidados a experimentar e atestar a diferença.

Mesmo aos usuários dessa classe, os assentos possuem telas sensíveis ao toque e com acesso a duas câmeras externas, que possibilitam aos passageiros acompanhar o voo com visões externas do A350. Já a primeira classe e executiva, as acomodações proporcionam um outro patamar de conforto.

Para os pilotos, a aeronave possui um ampla e moderna cabine, com uma excelente visão externa.

       

Essa é a 13ª vez que a Airbus participa da Fidae e, segundo o Presidente da Airbus para a AL, Rafael Alonso, ” para a Airbus, a AL é uma região chave, com mais de 40 anos de colaboração comercial e industrial, estamos comprometidos com o desenvolvimento da indústria aeronáutica, tanto no Chile como na região”. Alonso ainda destacou que a Airbus já comercializou mais de 1.200 aviões de passageiros na região, dos quais, mais de 650 estão voando em 20 operadores.

       



 

1 Comment

 

  1. 12/04/2018  18:36 by Esteves Responder

    Eu acho que deveríamos pensar em vender a Embraer pra esses caras.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.