Entre 11 e 15 de dezembro, a Fragata Independência (F 44), foi submetida ao Estágio Avançado de Operação de Paz, conduzido pela Comissão de Inspeção e Assessoria de Adestramento do Centro de Adestramento Almirante Marques de Leão, dentro do intenso programa de preparação do navio e sua tripulação para a Operação Líbano XIII.

Para elevar o grau de aprestamento, a Independência se fez ao mar e realizou diversos exercícios operativos, como desatracação sob ameaça assimétrica, operações aéreas com a aeronave orgânica AH-11A Super Lynx, navegação em águas restritas, socorro no mar em larga escala, adestramentos de Operações de Interdição Marítima (MIO Commander), e tiro real com a metralhadora .50 e com o canhão de 40mm.

Houve, ainda, a participação da aeronave AF-1 Skyhawk, atuando como figurativo inimigo, e da Fragata Greenhalgh (F 46), apoiando o exercício de abordagem, conduzida pelo Grupo de Visita e Inspeção e Guarnição de Presa (GVI/GP) do navio.

FONTE e FOTOS: MB

image_pdfimage_print

 

3 Comments

 

  1. 31/12/2017  14:14 by Dodo Responder

    Só nao entendi a utilizacao do af1,ate onde eu sei,ameaças assimetricas nao apresentao como vetor inimigo caças bombardeiros kkkkk

    • 31/12/2017  16:35 by Guilherme Wiltgen Responder

      Conforme está no texto, ameaça assimétrica foi durante a desatracação, que não incluiu a participação do AF-1...

      • 02/01/2018  16:31 by Dodo Responder

        Entendi,valeu Guilherme !!

Leave a reply

 

Your email address will not be published.