A França reteve a entrega de cinco aeronaves Super Etendard Modernisé (SEM), vendidas à Argentina, uma vez que esta última ainda não efetuou o respectivo pagamento do aposentado caça naval francês.



O contrato de US$ 14,5 milhões para a aquisição de cinco SEM, um simulador e motores sobressalentes, foi assinado em 26 de janeiro pelo presidente argentino Mauricio Macri e o homólogo francês Emmanuel Macron mas, no entanto, Paris ainda está aguardando o pagamento de Buenos Aires para transportar as aeronaves para a Argentina, informou a La Tribune nesta terça-feira.

A Argentina planeja empregar os Super Etendard Modernisé durante o encontro do G20, previsto para ocorrer em 2018, visando fornecer proteção do espaço aéreo.

A Argentina colocará três, dos cinco SEM em serviço, enquanto os outros dois caças serão usados ​​como fonte de peças de reposição aos Super Etendard da Aviacion Naval Argentina, que se encontram atualmente “groundeados”.

Em 1979, a Armada Argentina (ARA) comprou 14 Super-Etendard da Dassault. Em 1982, durante a Guerra das Falklands/Malvinas, esses caças realizaram dois ataques bem sucedidos contra a Força Tarefa britânica durante o conflito no Atlântico Sul, afundado o destróier Type 42 HMS Sheffield e o navio Atlantic Conveyor.



 

8 Comments

 

  1. 08/03/2018  12:36 by Valter Junior Responder

    Que humilhação!!!

  2. 07/03/2018  21:54 by jose luiz esposito Responder

    Quem usou e usa este avião na Argentina é a Aviação da ARA !

  3. 07/03/2018  12:04 by Esteves Responder

    Vixi. Ainda tem conta pendurada de 1982.

  4. 07/03/2018  11:14 by Mauro Responder

    A-4 e SE para proteção do espaço aéreo. Que fase...

  5. 07/03/2018  11:10 by Marcos Responder

    É a turma está ficando vacinada contra calotes mundo a fora.

  6. 07/03/2018  10:06 by HMS TIRELESS Responder

    Dinheiro na mão, calcinha no chão..

  7. 07/03/2018  8:04 by Mim da silva Responder

    Nao entendi... afinal eles vao para a FAA ou para a ARA???

    • 07/03/2018  11:44 by Eduardo S Responder

      Vai para a FAA se pagarem.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.