O caça sueco de múltiplo emprego Gripen NG (Gripen E/F) é um modelo supersônico monomotor projetado para missões ar-ar, ar-mar e ar-solo sob quaisquer condições meteorológicas. A FAB receberá 36 unidades da nova aeronave até 2024 para atuar na Defesa Aérea da Dimensão 22.

A versão brasileira, desenvolvida em parceria com empresas locais, contará com modernos sistemas embarcados, radar de última geração e capacidade para empregar armamentos de fabricação nacional.

Em termos estratégicos, representa a entrada do Brasil como parceiro em um programa de alta tecnologia. Haverá reflexos duradouros para a indústria de defesa nacional, com foco na transferência de tecnologia para o País.

image_pdfimage_print

 

11 Comments

 

  1. 05/10/2017  0:59 by Gabriel Oliveira Responder

    Um full otimismo Gilbert eu sinceramente não boto muita fé no Sea Grippen acho que o principal hoje para a Marinha é conseguir adquirir escoltas.

  2. 05/10/2017  0:43 by mf Responder

    Os primeiros suecos já em 2019 e os nacionais em 2021, ta claro...

  3. 04/10/2017  20:21 by Gilbert Responder

    Primeiro esperamos com muito otimismo que tal cronograma não sofra atraso principalmente por problemas financeiros.
    Segundo esperamos que mais um tópico seja adicionado a esse cronograma tipo em dezembro de 2024 governo encomenda mais um lote de 48 aeronaves e inicia os estudos para o desenvolvimento do Sea Gripen para 2030,
    Como podem ver nada de exageros mas com muito otimismo.
    Quando chegar no final disso tudo seremos todos "vôzinhos" aqui

  4. 04/10/2017  20:01 by Gabriel Oliveira Responder

    Espera há uns meses atrás se não me engano seria 2019 agora mudou de novo?

  5. 04/10/2017  15:59 by Manuel Flávio Responder

    RR não teve divergência alguma do calendário que foi exposto pela FAB na Comissão de Relações Exteriores há 2 anos atrás. O quadro só ficou um pouco confuso em 2021.
    Eu tentei colocar o link, mas o sistema não deixa eu colar.

  6. 04/10/2017  13:11 by Felipe Maia Responder

    Não entendi esse cronograma. O vídeo informa que as entregas começarão em 2019. Mas serão as suecas ou as brasileiras?

    O vídeo também mostra os Gripen com dois padrões de pintura: um cinza e um camuflado. Será que a FAB irá adotar os dois modelos, um para cada esquadrão?

  7. 04/10/2017  12:39 by _RR_ Responder

    Bom... Pelo que entendi, o IOC não foi comprometido ( embora eu ainda considere otimista ter aeronaves Gripen em IOC por 2021 )...

  8. 04/10/2017  11:15 by Manuel Flávio Responder

    Serão entregues 11 aeronaves de série entre outubro e novembro de 2021 (8 monopostos e 3 bipostos). Colocaram um pouco confuso ao citarem que seria entregue a 1ª aeronave de serie em 2021, pois a de 2019 será o protótipo.

  9. 04/10/2017  10:50 by Wellington Góes Responder

    Pois então não é?! Não foi por falta de aviso. Em um país minimamente sério no setor de defesa, os decisores seriam levados a questionamentos sérios.

  10. 04/10/2017  10:36 by Mauro Responder

    Douglas, não teremos Gripen operacional em 2021. Esse é o ano da entrega da primeira aeronave.

  11. 04/10/2017  9:15 by Douglas Rodrigues Responder

    A algum tempo já queria ter visto ou saber do cronograma de produção e entrega dos Gripens.
    A ideia de termos alguns já voando no Brasil a partir de 2019 foi por água abaixo e dado o cronograma, só teremos os primeiros operacionais em 2021! Até lá, dê-lhe F5!!! Os C/D deveriam ter vindo de fato para já ir acostumando os pilotos e também para tampar essa lacuna em que estamos agora. Na teoria, teremos 12 aeronaves produzidas por ano de 2021 até 2024, espero que dentro desses anos já seja anunciado um novo lote.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.