Em 11 de agosto de 1986, um helicóptero Westland Lynx AH.1 sofreu modificações para se tornar um demonstrador que quebrou o recorde de velocidade absoluta para helicópteros, feito esse reconhecido pela Fédération Aéronautique Internationale (FAI).



O helicóptero, que recebeu a matrícula G-LYNX, na qual posteriormente ficou conhecido, foi pilotada pelo Chefe dos pilotos de Teste da Westland, John Trevor Egginton e pelo Engenheiro Chefe de Testes, Derek J. Clews.

O helicóptero recebeu novas pás do rotor principal com a tecnologia BERP (British Experimental Rotor Programme) e dois motores Rolls & Royce Gem 60, com controle eletrônico digital de combustível que produzia 1.345 cavalos de potência cada um. Os escapes dos motores também foram modificados para proporcionar 600 libras de empuxo.

Foi introduzido o estabilizador de cauda horizontal, com aletas verticais, do Westland WG-30, para aumentar a estabilidade longitudinal e aliviar o rotor de cauda.

Para reduzir o arrasto aerodinâmico, foram retirados as antenas e limpadores de pára-brisas.

O G-LYNX foi totalmente reformado pela AgustaWestland (hoje Leonardo Helicopters), e está preservado no The Helicopter Museum, localizado em Weston-Super-Mare, em Somerset, sudoeste da Inglaterra, onde faz parte do rico acervo de helicópteros do museu.

Trinta e dois anos depois, o G-LYNX ainda mantém o recorde oficial de velocidade para helicópteros.



 

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.