giraffe-4a_5

Radar Giraffe 4A em um caminhão e a direita, o prédio principal onde no teto são testados os radares da Saab

Por Luiz Padilha

exclusivoGotemburgo, é a segunda maior cidade da Suécia, com seus aproximadamente 550 mil habitantes, a cidade conta com um importante pólo econômico, industrial e comercial, onde importantes empresas como a Volvo e a Saab estão instaladas.

Mas é na área da Educação que a cidade mais se destaca. Com universidades de altíssimo nível, como a Universidade de Gotemburgo, a Universidade Técnica Chalmers e a KTH Royal Institute of Technology, Gotemburgo recebe anualmente aproximadamente 60.000 estudantes universitários, que procuram nessas universidades, a excelência em termos de conhecimento, e é em Gotemburgo que a Saab possui sua fábrica de radares da família Giraffe. Focada em inovação, pesquisa e desenvolvimento de seus produtos, a Saab procura oferecer aos seus clientes, produtos avançados e testados em diversos cenários.

O DAN em sua passagem pela Europa, visitou a área de Surveillance (vigilância) da Saab em Gotemburgo, área estratégica da Saab, para conhecer de perto como são produzidos os radares Giraffe. Na verdade, uma família de radares como veremos mais adiante.

O berço dos radares Giraffe

Ao chegar na empresa, percebe-se um movimento intenso de jovens que emanam vivacidade, e certamente, um potencial enorme à ser agregado no campo de pesquisas e desenvolvimento dos produtos ali fabricados.

Apesar de estar num local repleto de segredos industriais, consegui ter acesso a alguns locais para poder mostrar como é o ambiente na fábrica de um dos melhores radares atualmente no mercado. Após um rápido briefing sobre a empresa e seus produtos, seguimos em direção ao local onde são fabricados os radares Giraffe 4A.

gothenburg-production_1

Produção do radar Giraffe 4A

gothenburg-production_3       gothenburg-production_2

O ambiente de trabalho é limpo e silencioso, e as peças vão sendo montadas para em seguida, se iniciar a fase de testes. As antenas sobem por um elevador interno, direto até o teto do prédio e depois de testadas, descem para serem instaladas nos seus dispositivos.

Em salas limpas e esterilizadas onde só é possível entrar com protetores nos sapatos e jalecos especiais, observamos a fabricação desde peças diminutas como também a manutenção de peças maiores.

gothenburg-production_4       gothenburg-production_7

A construção passa por chicotes, conduítes, micro tubos e mais uma infinidade de itens onde o controle de qualidade é crucial para o desempenho perfeito do produto final.

gothenburg-production_5       gothenburg-production_10

gothenburg-production_8

Técnicas examinando um produto Saab

Os radares Saab, foram aperfeiçoados através da adição de novas tecnologias como a Active Electrically Scanned Array (AESA), também nas versões para terra e mar. Incorporando a última tecnologia em radares, com circuitos de Nitreto de Gálio (GaN), os radares Giraffe atuam desde terra, mar e vigilância e defesa aérea, com capacidade VSHORAD para vigilância aérea de longo alcance, com capacidade multi-funcional.

A capacidade multi-funcional significa que o radar executa funções simultâneas para:

  • Vigilância aérea e de superfície automática e ‘track-on-jam’
  • Classificação de alvos incluindo helicópteros overando e em movimento
  • Indicação com alta precisão para engajamento de sistemas de armas anti-aéreos e anti-superfície
  • Alerta 360º para armas hostis disparadas como morteiros/foguetes
  • Designação de alvos para mísseis terra-ar de longo alcance

A família de radares Giraffe

giraffe-1x       giraffe-1x

Giraffe 1X e Sea Giraffe 1X

São radares Multicanais AESA, com transmissores de Nitrato de Gálio solid state e capacidade de formação de feixe digital empilhado. Com design compacto, medindo 1.10 m de cada lado e pesando menos de 200 kg, o Giraffe 1X, ou G1X como é chamado na fábrica, possui poucas partes conferindo-lhe baixa manutenção.

sea-girafe-1x

Na versão naval, realiza busca aérea e de superfície em 3D com alcance de 100 km, identificando alvos para o sistema de armas do navio, com alto grau de automação. O Giraffe 1X possui também capacidade para dar suporte a helicópteros/UAVs e operações anti-pirataria, sendo indicado para operações litorâneas.

O grande diferencial da Saab é possuir uma família de radares que podem equipar desde pequenos navios patrulha até porta aviões, isso sem falar na parte terrestre. O Sea Giraffe 1X, por ser um radar de custo similar à radares 2D existentes hoje no mercado, pode ser uma ótima opção para a Marinha do Brasil para equipar seus navios de patrulha oceânico classe Amazonas, conferindo aos navios uma capacidade inexistente atualmente.

HMAS Canberra off the north Queensland coast with 5 MRH 90 aircraft on deck and her four Landing Craft deployed.

HMAS Canberra

Giraffe AMB e Sea Giraffe AMB

É um radar de vigilância naval multi-função que utiliza a tecnologia 3D Agile Multi Beam. Operando na banda C e com um alcance de 180 Km, o Giraffe AMB é capaz de detectar alvos pequenos na superfície, mísseis Sea Skimmer, ameaças assimétricas como pequenos Drones e tudo num curto espaço de tempo, proporcionando ao operador a rapidez necessária para agir.

lcs-2-e-lcs-4

O Giraffe AMB possui também Extensive Electronic Counter-Counter Measure (ECCM) e potência de transmissão no modo normal e modo furtivo (LPI). Devido a sua efetividade, o Sea Giraffe AMB foi escolhidos por Marinhas como a US Navy (LCS Independence Class), Royal Thay Navy (Fragatas), Royal Australian Navy (Camberra Class) e Royal Canadian Navy (Halifax Class).

sea-giraffe-amb2

Radar Sea Giraffe AMB

O Sea Giraffe AMB é uma excelente opção para equipar as futuras corvetas da classe Tamandaré que serão construídas pela Marinha do Brasil, podendo também equipar as fragatas da classe Niterói, pois a integração do Sea Giraffe AMB ao SICONTA é plenamente possível, aumentando muito a capacidade dos meios da MB. Outra possibilidade para utilização da versão AMB pela MB é o porta aviões São Paulo, que aguarda a disponibilidade financeira para ser modernizado.

giraffe-4a_2

Giraffe 4A e Sea Giraffe 4A

O Giraffe 4A é um radar com tecnologia AESA de vigilância de médio/longo alcance que trabalha na banda S (E/F). Projetado para receber facilmente up-grades e se manter pronto atuar contra novas ameaças. Em testes de campo com o novo Giraffe 4A, o radar cumpriu ou ultrapassou o desempenho esperado, demonstrando funcionalidade impressionante contra alvos pequenos e anti-jamming.

O Sea Giraffe 4A executa uma varredura 360º em 3D até 70º com 60 rpm, fornecendo uma taxa de atualização do alvo sem precedentes, juntamente com a cobertura de alta altitude e precisão monopulse, possui também a capacidade de rejeitar falsos alarmes causados por ruído ou por jamming.

O radar detecta simultaneamente alvos pequenos e rápidos movendo-se em todas as altitudes e direções, além de detectar alvos muito pequenos próximos a superfície, como por exemplo, um periscópio.

giraffe-4a_6

Após a detecção e identificação do alvo, o radar envia ao sistema de armas as informações para o uso do armamento anti-aéreo ou anti-superfície.

O Sea Giraffe 4A possui a capacidade Electronic Counter-Counter Measure (ECCM) para atuar em um ambiente ECM complexo. Métodos de luta contra interferências (jamming) estão incluídos, tais como, transmissão intermitente (ou aleatória) para confundir ESMs hostis e mísseis anti-radiantes, seleção automática de freqüência menos congestionada, detecção jammer automática e rastreamento em ambos azimute e elevação e Constante False Alarm Rate (CFAR) para rejeitar os falsos alarmes causados por jamming, dentre outros.

giraffe-4a_8       giraffe-4a_7

O Sea Giraffe 4A tem como unidades de hardware principais, a antena incluindo peças de RF e plataforma giratória (AU), Unidade de Refrigeração Líquida (LCU), Unidade de Sinais de Dados (SDU), Sistema de Distribuição de Energia (PDS), antena com interrogador Identification Friend or Foe (IFF).

Em apenas 57 segundos o radar é arriado e o caminhão pode se movimentar para outra área, reduzindo assim a possibilidade de ser atacado pelo inimigo.

Giraffe 8A

GIRAFFE 8A

O Giraffe 8A é um radar AESA de longo alcance que opera na banda S, e tem a capacidade de detectar mísseis balísticos, colocando o em um novo nível.

Quando integrado a um Sistema Integrado de Defesa Aérea, o radar reforça um conjunto de sensores que permitem a constante vigilância aérea sobre a área designada. O radar simultaneamente procura, detecta, acompanha mísseis balísticos de curto e médio alcance.

Além da cobertura aérea ele possui capacidade para monitorar toda a área marítima dentro de seu alcance, fornecendo a cobertura necessária para o controle de entrada e saída de meios navais e assim, auxiliando a guarda costeira, a policia e os serviços de emergência.

Características do GIRAFFE 8A

  • Radar 3D
  • Antena AESA bandas S (E/F)
  • Sistema ESM passivo integrado (opcional)
  • Cobertura maior que 65º
  • Velocidade de rotação: 24 rpm
  • Search em 360º ou em um setor
  • Vigilância aérea de 470 km
  • Capacidade de vigilância de mais de 1.000 alvos
  • Capacidade de acompanhar mais de 100 mísseis balísticos

É importante ressaltar que a logística da Saab para a família de radares Giraffe, está atualmente contratada por mais de 20 clientes em todo o mundo. O ap25oio logístico da Saab, elimina em 100% os riscos no uso, relacionados com o custo e tem provado a entrega de 98,5% de disponibilidade de missão a longo prazo. danwidget

image_pdfimage_print

 

8 Comments

 

  1. 28/11/2016  8:05 by James Responder

    Eu gostaria de saber quando é que teremos algum sistema decente de defesa aérea e se existe alguma luz no futuro sobre sistemas de mísseis costeiros. Eu entendo que o país é enroscado em questão de orçamento, mas somos grandes demais para sermos indefesos como um bebê. Alguém sabe de algo? É frustrante constatar que somos completamente incapazes de proteger minimamente nosso território e riquezas contra os interesses das potências mundiais. A guerra vem aí e estamos dormindo em um berço esplêndido como sempre.

  2. 26/11/2016  21:56 by Proud Responder

    Espero a desistência por parte de nossas FAs de qualquer equipamento sem "análogo no mundo"e que tenham a mais firme parceria junto ao suecos e israelenses.

  3. 26/11/2016  10:12 by Proud Responder

    Estava esperando esta matéria e veio com muita qualidade.
    Espero ver esta tecnologia em nossas armas.
    A Suécia e Brasil tem muito potencial no setor de radares de altíssimo desempenho para terra mar e ar.
    Quais os mísseis podem ser integrados aos radares além dos suecos?

    • 26/11/2016  10:30 by Luiz Padilha Responder

      Mísseis Ativos e semi-ativos da SAAB, Kongsberg, Aerospatiale, MDD, MBDA, Boeing, Raytheon, Lockheed Martin, BAE e Matra/MBD entre outros.

  4. 26/11/2016  9:48 by Rafael Responder

    Dia após dia eu vejo que a Suécia seria o parceiro estratégico ideal para o Brasil.

  5. 26/11/2016  9:36 by erichwolff Responder

    Pena que eles não adquiriram uma EED, dessa área, localizada em SP!

  6. 25/11/2016  18:09 by Celso Responder

    Como eh bom ler materias como essa, aprende-se sempre um pouco mais..parabens ao DAN. Pior mesmo eh sempre ficar aqui no campo dos sonhos p nossas FAs...rsrsrrs......

  7. 25/11/2016  15:59 by _RR_ Responder

    Excelente matéria. Excelentes fotos! Parabéns ao DAN.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.