Por Xandu Alves

O governo brasileiro deu sinal verde para a fusão comercial entre a Embraer e a norte-americana Boeing, segundo informaram agências internacionais. A notícia fez disparar as ações da Embraer, que estavam em baixa e subiram 6,12%, cotadas a R$ 24,78 nesta quarta-feira.



De acordo com agências, como a Bloomberg, o governo brasileiro teria dado aval à fusão entre as fabricantes, que deverão formar uma terceira empresa. A Boeing deverá ter 51% do controle acionário desta joint venture. A participação da Embraer ainda não teria sido definida.

Com poder de veto sobre o negócio, o governo brasileiro teria aceitado o arranjo comercial com a certeza da separação da área de Defesa da Embraer, que ficará em uma unidade separada da nova companhia, em razão de projetos estratégicos para as Forças Armadas do país.

Com a aprovação do governo, ainda segundo agências, o negócio deve ser fechado e anunciado em breve. Até agora, Embraer e Boeing têm se limitado a confirmar a negociação sem dar mais detalhes sobre o andamento da conversa.

O Sindicato dos Metalúrgicos de São José é contrário ao negócio e teme demissões em massa em razão de uma eventual mudança da linha de produção comercial da Embraer para os Estados Unidos. Hoje, a maior planta industrial da companhia fica em São José dos Campos.

FONTE: O Vale
FOTO: Ilustrativa



 

15 Comments

 

  1. 14/06/2018  14:43 by Teropode Responder

    Ótima notícia, assim a Embraer ganha gordura para enfrentar a futura concorrência desleal da Airbus e da comarc. Acredito que todas aeronaves encomendadas para o mercadão americano serão produzidas lá. vai acabar a teta dos sindicalistas kkkkk

    • 16/06/2018  15:45 by Wellington Góes Responder

      kkkkkkkkkkkkk

      A Embraer não é concorrente da COMARC, muito menos da Airbus. Quem tem que se preocupar com eles são a Boeing e a própria Airbus. Aliás, é um negoção para Boeing. Pelo custo de desenvolvimento de um único aparelho, a Boeing está levando três família de jatos da aviação comercial regional.

      Brasileiro é muito "isperto" mesmo.

  2. 14/06/2018  14:24 by fabiano flister Responder

    Esse é o dia mais triste da nossa história: um pais falido, um governo desmantelado, um congresso corrupto e as duas unicas empresas que carregavam o resto nas costas, literalmente: PETROBRAS(quebrada sem recursos para investir) e EMBRAER(unica empresa que era pario para a concorrencia em todos os sentidos entregue em troca de material belico de segunda mão). Ehhhhh voltamos á época de meados da década de 50 quando eramos agrario e entramos de vez na era do aço e agora voltamos a ser agriculas, e por enquanto é só o que nos resta....

  3. 14/06/2018  14:17 by Casuar Responder

    Ótima notícia, assim a Embraer ou Broeing aumenta sua capacidade para suportar o jogo sujo que vem por aí, tanto de parte da Airbus ou da comarc. Acredito também que todos aviões produzidos para o mercado americano , sejam produzidos lá, se o Brasil agir com pragmatismo e vender outras atrocidades como os Correios e as companhias hidrelétricas, aí sim vamus sair deste atraso .

  4. 14/06/2018  14:15 by Leandro Responder

    51% e mais aceital, mas em se tratando de multinacional norte americana, nao da pra arriscar, tem que ser tudo bem definido em contrato. Nao duvido que a boeng venha interferir economicamente na Embraer defesa. Acredito que o ministério publico deve aprovar esse acordo com salvaguarda dos empregos.

  5. 14/06/2018  14:08 by Vovozao Responder

    Sabias palavras, para que serve a Golden Share, só como enfeite, lembro-me bem quando lançaram o Bandeirante, diziam que não voaria, fez sucesso como todos os posteriores a eles. A Embraer foi a primeira empresa do mundo a criar modo de pilotagem através joysticks, não houve cópia ou transferência de tecnologia, tudo engenharia Made in Brazil, isto acusou eles, os tucanos sucesso mundial sendo comprado inclusive pelo Grande tio do.norte. Aí vão falar que.e a parte.militar, não existe isso é tudo Embraer até.hoje, agora será outra empresa, aonde fica os grandes cabeças que criaram todas estas beleza, vão para Embraer defesa? Como? Transferindo 1600 engenheiros e doutores??? Este é o pagamento pelo golpe

  6. 14/06/2018  11:53 by Reginaldo Responder

    Quando a empresa foi privatizada, foi acordado que ela deveria ficar sobre controle de brasileiros não importando quem fossem os investidores, isso era uma forma de preservar os empregos e a expertise nacional, para garantir isso o governo teria a Golden Share...
    Pois bem, quem está decidindo isso agora é simplesmente um governo que de tão corrupto, nem deveria estar no poder... O conceito de salvaguardas é $ubjetivo para este governo e a tal "fusão" está acontecendo simplesmente com uma concorrente de peso, que não mede esforços para garantir sua liderança, eles sabem muito bem a questão de salvaguardas e pode ter certeza, haverá uma cláusula que impede que Embraer lance algum projeto de aeronave comercial fora da joint venture.
    Mesmo a Boeing ficando com apenas 51% do controle, ainda terá o controle majoritário... Há o risco sério dela vir a incorporar a Embraer por completo num futuro próximo, seja para aumentar seu poder ou simplesmente para acabar com uma concorrente.
    É esse o motivo de preocupações por quem é admirador da Embraer.

    • 15/06/2018  10:58 by jose luiz esposito Responder

      Esta Quadrilha não tem credibilidade alguma e nem a confiança da nação ,para assinar qualquer tipo de acordo internacional ou a venda com o nome ( parceria ) com qualquer outra nação ou empresa estrangeira . Eu penso que tudo deveria passar pelo Congresso , mas até agora não vejo a imprensa e ou a média especializada comentar objetivamente a desgraça que nos acometerá , parceria , seria uma terceira empresa meio a meio e não 80% X 20% , isto não passa de Piada e Engodo , mas como sei que não somente nossos políticos são os mais desgraçados do mundo , contudo nossos militares não ficam atrás , ainda mais se tratando dos EUA !!

  7. 14/06/2018  11:23 by jose luiz esposito Responder

    O desGoverno atual não tem Credibilidade para assinar e concordar com nada . Estão correndo com este Acordo...para consumar este Entreguismo , não vejo nada e ninguem com conhecimento do que se esta negociando , isto apenas será mais um Entreguismo , como aquele de ontem, uma Copa do Mundo .... , uma Copa tripartite , mas que os outros dois receberão dois joguinhos sem interesse e o Tiozinho aparecerá como o Real Dono do Evento , e pela 5a vez não deixaram a Copa ser realizada no Mundo Árabe !

  8. 14/06/2018  10:47 by Tiago Gimenes Responder

    Não dá pra entender, se o governo mantém a empresa estatizada é ruim... Se e ela é da iniciativa privada é ruim também... decidam-se, o acordo da Boeing e com a Embraer só era evitável caso a Embraer fosse estatal, não é... é uma empresa privada com capital aberto.

    • 14/06/2018  11:15 by jose luiz esposito Responder

      Olvidaste da GOLDEN SHARE , OK !!

  9. 14/06/2018  6:57 by Vovozao Responder

    Desculpem escrevi errado onde está.xavante, leia Tucanos.

  10. 14/06/2018  6:46 by Vovozao Responder

    Mais uma vez exercemos a nossa síndrome de pobres coitados, mais uma empresa lucrativa e de ponta é entregue (Petrobras, Embraer), até quando. Aí aparece alguém e diz que eles vão transferir tecnologia, vão sim é demitir.muita gente, ficaram sim ou se ficarem com os funcionários menos qualificados, se não decidirem. acabar no Brasil. Exemplo para quem crítica, onde é fabricado os xavantes, nos EUA.

  11. 13/06/2018  22:05 by Rafa_positron Responder

    Da pra ver bem direitinho os reais motivos que levaram temer ao poder

    e não foram as pedaladas....

    o futuro dirá!

    • 14/06/2018  17:20 by HMS TIRELESS Responder

      Os motivos que levaram Temer ao poder passam principalmente pela incompetência da antecessora.

      O resto é chororô

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.