O Gripen foi inicialmente concebido para possibilitar um uso flexível com uma pequena infraestrutura logística. A razão foi a política da Força Aérea Sueca durante a Guerra Fria, que operava a partir de uma série de bases em todo o país.



Portanto, era vital para manter os recursos de pessoal, sistemas de apoio e minimizar a necessidade de peças de reposição. Como resultado, o Gripen foi feito para operar em pistas de 16 x 800 metros. Isso significa que pode pousar em uma rodovia comum, o que aumenta ainda mais a sua flexibilidade logística.

Disponibilidade

A alta disponibilidade é vital para forças aéreas menores. Essas organizações apoiam-se em aeronaves que possam oferecer um Tempo Médio Entre Falhas (Mean Time Between Failure – MTBF) longo e um curto Tempo Médio de Reparo (Mean Time To Repair – MTTR). O Gripen foi desenvolvido com essa mentalidade. Por exemplo, o motor completo pode ser trocado e testado em campo em menos de uma hora.

Tais prioridades, juntamente com a baixa necessidade de manutenção por hora de voo, dão a aeronave uma maior disponibilidade.

O Gripen também foi concebido com mínimo Tempo de Giro, poe exemplo, uma configuração de combate ar-ar leva apenas 10 minutos para ser feita, inclusive reabastecimento e remuniciamento de armas.

FONTE: Saab
FOTOS: Ilustrativas



 

2 Comments

 

  1. 11/02/2018  15:42 by Victoriano Venancio de Novaes Responder

    Falando sério, levando-se em conta todas as tecnologias agregadas a esse caça, fica claro que foi a melhor escolha para FAB e para o Brasil (povo). A transferência de tecnologia nos permitirá definitivamente ficarmos independentes de aeronaves (caças) no futuro de outras nações; definitivamente poremos a prepotência dos Norte Americanos (EUA) de lado. Sou totalmente contra a venda da EMBRAER a qualquer empresa ESTATAL, como a BOEING por exemplo. Em qualquer circunstância a GOLDEN SHARE deve ser mantida. O único propósito dos ESTADOS UNIDENSES quererem a EMBRAER, é para terem uma ingerência direta nos projetos militares brasileiro, e de maneira muito ampla controlar nossa defesa, sabotar nossas pesquisas cientificas, usurparem nosso NIÓBIO, PRÉ-SAL, etc. Sempre através dos nossos POLÍTICOS CORRUPTOS, em especial A NÍVEL FEDERAL eles dificultam o avanço do BRASIL E do BRASILEIRO. Saliento entretanto que 70% das intervensões doentias dos AMERICANOS no BRASIL é a mando da INGLATERRA, isso em virtude de suas ligações CARNAIS e políticas (quase sempre estão juntos em conflitos bélicos, e outros).
    Victoriano - Hoje, 11/02/2018. 15h41min.

    • 12/02/2018  12:32 by ghutoz Responder

      independente? vamos tirar os motores e outros sistemas americanos (e de outros países) da cartola? menos... bem menos...

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.