Fabricante e cliente se organizam para manter aeronaves da marca em perfeitas condições para executar as missões de patrulha do evento.

AvEx

A Helibras, única fabricante de helicópteros do Brasil, vai apoiar o pleno funcionamento das 55 aeronaves da Helibras/Airbus Helicopters escolhidas pelo Exército Brasileiro para cumprir as missões de patrulha durante a Copa do Mundo FIFA, que começa no país no dia 12 de junho. Já está em andamento o suporte especial oferecido pelas empresas Helibras/Airbus Helicopters à Força, que opera quatro diferentes modelos de helicópteros da marca, e que será mantido durante todo o período de realização do evento.

“A mobilização da AvEx para a Copa já começou”, explica o Major Douglas, Chefe do COAL – Centro de Operações de Apoio Logístico do Batalhão de Manutenção e Suprimento da Aviação do Exército, responsável pela preparação das aeronaves para o evento. Com isso, a Helibras também iniciou esforços para a entrega de dois helicópteros Pantera em manutenção na fábrica da empresa em Itajubá, e um novíssimo EC725 que acabou de passar por inspeção intermediária (tipo A/T). “Para atender às necessidades do cliente, organizamos uma força tarefa para adiantar esses trabalhos e entregar os três helicópteros plenamente operacionais a tempo”, destaca Flávio Pires, vice-presidente de suporte e serviços da Helibras.

Outra ação desenvolvida pela Helibras para apoiar a operação dos helicópteros durante a Copa foi a criação de um estoque de backup que permita à empresa disponibilizar, além do material já esperado para algum tipo de reparo nas aeronaves, toda e qualquer peça que se faça necessária para os quatro modelos que estarão em missão no evento, HA-1 Fennec, HM-1 Pantera, HM-3 Cougar e HM-4 Jaguar (EC725). “É um grande investimento da Helibras, que deve estar concluído ainda em maio, para atender com total agilidade qualquer urgência ou imprevisto nos helicópteros da corporação, onde quer que a aeronave se encontre”, disse Pires.

HM-3 Cougar

O suporte técnico da Helibras, tanto nas oficinas da empresa quanto nas bases da AvEx, também já está organizado. Assim como no sistema testado no ano passado durante a Copa das Confederações, também realizada no Brasil, haverá em todas as cidades-sedes dos jogos um técnico da Helibras à disposição do Exército para realizar qualquer intervenção necessária nos helicópteros durante o evento.

A Helibras também acionou os principais fornecedores da Aviação do Exército e empresas de logística para garantir que o trabalho seja desempenhado com o nível de agilidade e eficiência necessários. “Temos certeza de que, seguindo esse plano e cronograma, que estão muito bem elaborados, teremos sucesso em nossa missão e faremos um ótimo trabalho na Copa”, afirmou o Coronel Denizard, chefe da Diretoria de Material de Aviação do Exército (DMAvEx) da Divisão Taubaté.

HM-1 Pantera

O Exército Brasileiro é o maior operador dos helicópteros Helibras e Airbus Helicopters no país, com 82 aeronaves da marca. Há 25 anos a corporação mantém grandes projetos com a empresa, entre os quais os mais recentes são o de aquisição de 16 helicópteros de transporte militar EC725, dentro do contrato de fornecimento de 50 aeronaves desse modelo para as Forças Armadas, firmado com o Ministério da Defesa, dos quais já foram entregues à Força quatro unidades; o de modernização dos Fennec, com previsão de entrega das primeiras aeronaves no mês de julho; e o dos Pantera K2, do qual duas unidades modernizadas já estão em operação e passam por avaliação técnico-operacional nos batalhões da corporação.

 

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.