Imagens de alta resolução divulgadas nesta quinta-feira (5) confirmou o que observadores e analistas de inteligência já tinham conhecimento desde março do ano passado: A instalação de mísseis balísticos russos com capacidade nuclear na Síria.

Capturada em 28 de dezembro pelo satélite israelense Eros B, as imagens foram publicadas no site da ImageSat International (iSi), uma subsidiária da IAI (Israel Aerospace Industries), a empresa estatal que constrói todos os satélites espiões de Israel.

Em uma seção do site do iSi chamado Insights, a empresa mostra uma imagem sobre a base de Hmeymin, em Latakia, na Síria do que seriam dois veículos de lançamento Iskander, cada um capaz de lançar mísseis SS-26.

Outras imagens compararam uma foto capturado no final de novembro, o que mostra seis diferentes “elementos de mísseis” em redes de camuflagem, com uma tomada em 28 de dezembro de um local próximo, em que os dois veículos estão expostos.

Comparação de imagens

À esquerda, uma foto capturado no final de novembro mostra seis elementos de mísseis em redes de camuflagem. À direita, outra foto de uma localização próxima capturada em 28 de dezembro, mostra dois veículos expostos. Crédito da foto: ImageSat Internacional

“Muito provavelmente, fortes chuvas e inundações forçaram a mudança desses dois elementos para o local em que foram revelados por analistas iSi”, observou a empresa em seu relatório.

A empresa alegou que as suas imagens de satélite “são as primeiras evidências visuais da presença do sistema na Síria” e que elas foram as primeiros a revelarem o local de implantação do sistema.

FONTE e FOTOS: iSi