immarsat

29 de agosto de 2015 – Inmarsat (LSE:ISAT.L), a provedora líder de serviços de comunicações móveis globais por satélite, confirmou o lançamento com sucesso do seu terceiro satélite da constelação transformacional Global Xpress (GX). O Inmarsat-5 F3 (I 5 F3), lançado ontem do Cosmódromo de Baikonur no Cazaquistão às 12h44 (BST), entrou em órbita esta manhã às 04h15 (BST), após uma missão de 15 horas e 31 minutos.

Durante as próximas semanas, a equipe de Operações do Inmarsat encaminhará o I-5 F3 à sua órbita final, implantará seus painéis solares e refletores, e realizará testes de carga útil. Ao final desses procedimentos, o I-5 F3 estará pronto para juntar-se aos dois satélites GX iniciais, que já estão em órbita e operando com sucesso, para criar a primeira rede de banda larga móvel de alta velocidade globalmente disponível, fornecida por uma única operadora.

Rupert Pearce, CEO da Inmarsat, comentou: “Estamos trabalhando para esse dia, desde que anunciamos os planos para a criação da constelação Global Xpress em 2010. Estou encantado pois, agora, temos três satélites Global Xpress em órbita, que nos permitirão prestar serviços GX globais ao final do ano.

“Este é um marco significativo para a Inmarsat que irá oferecer importantes oportunidades e promete mudar o perfil do nosso setor.

“O Global Xpress fornecerá velocidades de banda larga que estão uma ordem de magnitude mais rápida do que nossa constelação de quarta geração (I-4), para clientes em deslocamento em terra, no mar e no ar, globalmente. Como tal, a frota GX oferecerá uma série de novas oportunidades para nossos clientes existentes e futuros, para aprimorar significativamente seus recursos de conectividade e para implantar aplicativos com alto consumo de largura de banda e soluções eficientes e eficazes, mesmo nas partes mais remotas e inacessíveis do mundo.

O Global Xpress é, portanto, um importante facilitador do crescimento continuado na banda larga móvel global – ele é a ‘Internet de todos os lugares’.

“Eu gostaria de agradecer nossa dedicada equipe de engenheiros pelo excelente trabalho ao tornar o Global Xpress uma realidade, em apenas cinco anos. É uma conquista incrível projetar, fabricar e lançar com sucesso três satélites de comunicações avançados em tão pouco tempo. Eu também gostaria de estender meus agradecimentos à Boeing, nossa parceira de fabricação de satélites e aos nossos parceiros de lançamento ILS e Khrunichev pelo bem-sucedido resultado de hoje.”

O primeiro satélite Global Xpress – Inmarsat-5 F1 – foi lançado em dezembro de 2013 e entrou em serviço comercial em julho de 2014, cobrindo a Europa, o Oriente Médio, a África e a Ásia. Em seguida, ocorreu o lançamento do Inmarsat-5 F2 em 1o de fevereiro de 2015, que cobre as Américas e o Oceano Atlântico e entrou em serviço comercial este mês (agosto).

 

3 Comments

 

  1. 31/08/2015  13:16 by Raposo Responder

    Vejo algumas empresas civis com VLS lançados com sucesso. Enquanto isso o nosso ainda nem chegou em órbita com sucesso, nem tendo apoio do Governo. Será que não dava para contratar um desses engenheiros de fora ? Os do Brasil ainda estão engatinhando. Pelo que vejo...

  2. 29/08/2015  17:05 by Elcio Responder

    E no Brasil ronco deita e dorme sonhando com as lava jatossssssssssssssss

    • 30/08/2015  22:31 by Ibanez Responder

      Não....no Brasil os setores produtivos em risco de quebrar por causa da condução política da operação Lava Jato.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.