Por Pedro Peduzzi 

O governo destinará, por meio de convênio com a Força Aérea Brasileira (FAB), mais de R$ 100 milhões para a aquisição de radares aéreos de baixa altitude. O anúncio foi feito ontem (28) pelo ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, durante visita à cidade paranaense de Cascavel.

Segundo ele, o convênio, que tem previsão de ser assinado no início de outubro, permitirá o reforço dos trabalhos de combate à entrada de armas e drogas no país, por meio do monitoramento de aeronaves que sobrevoem a faixa de fronteira.



“Grande parte do tráfico de armas e de drogas é feita por avionetas de baixa altitude, usadas para tentar escapar dos radares convencionais. Por isso, estamos fechando um acordo com a Força Aérea Brasileira para aquisição de radares móveis de baixa altitude”, disse Jungmann em nota divulgada pelo Ministério da Segurança Pública.

O ministro informou que os equipamentos serão colocados na fronteira com a Bolívia e com o Paraguai.

FONTE: Agência Brasil



 

16 Comments

 

  1. 02/10/2018  12:01 by Paulo Guerreiro Responder

    Acho que da pra comprar 2 radares moveis 1 para cada estado ... lamentavel

  2. 02/10/2018  8:24 by Leandro Responder

    100 milhões ( * de reais) da pra comprar 5 a 6 radares. O bom seria se podesse vir acompanhados de pelomenos 16 lançadores RBS 70 NG, ai já seria possivel fazer uma boa defesa de ponto. Embora a finalidade em questão envolveria interceptaçao...

  3. 01/10/2018  16:55 by Cleber Responder

    Daria para comprar 5 radares no máximo ?

  4. 01/10/2018  10:11 by Tomcat4.0 Responder

    OFF TOPIC, Padilha ,estive ontém no Portões Abertos da FAB em Lagoa Santa e tirei algumas fotos. Caso queira postá las só me indicar um email que as envio.
    Tava cheio pra chuchu!!!rs

  5. 01/10/2018  10:08 by Tomcat4.0 Responder

    Radar móvel e de baixa altitude , só pode ser o Saber M-60,minha ótica.

  6. 30/09/2018  22:12 by Gilbert Responder

    100 milhões é pouco

  7. 30/09/2018  19:05 by Miguel Responder

    Excelente notícia que interessa a todos! Combate ao narcotráfico, contrabando; equipamento novo para a Aeronáutica, quem sabe "top" de linha com inerente ganho de conhecimento aos militares envolvidos e ferramenta extremamente necessária para o trabalho nas fronteiras. Só nos resta torcer para que haja muita seriedade na aquisição, em todos os sentidos (melhor preço pela melhor tecnologia e muita honestidade da qual esse país sempre foi carente...)

  8. 30/09/2018  18:32 by Satyricon Responder

    Saber m60?

  9. 30/09/2018  18:11 by mauricio matos Responder

    Antes tarde do que nunca que o governo começa a preocupar com nossas fronteiras.

    • 01/10/2018  11:27 by Andre Responder

      Se eles realmente estivessem preocupados com as fronteiras Mauricio o Sisfron já estaria um estágio praticamente concluído. Anunciar precisamente onde os equipamentos serão instalados não é nada estratégico ministro, a não ser é claro que a estratégia esteja justamente na divulgação dessa informação.

      • 01/10/2018  18:31 by Marcelo Responder

        os radares sao moveis....

  10. 30/09/2018  15:20 by Fernando falcom Responder

    Quais opções teríamos para esse radares ?

    • 03/10/2018  21:22 by Demência Responder

      Depois de detectados, temos uma defesa antiaérea decente neste caso, 'um tupiniquim com seu bodoque'

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.