A Embraer assinou nesta segunda-feira carta de intenção para venda de até seis aeronaves cargueiros KC-390 para o grupo luso-australiano Skytech, afirmou a fabricante brasileira de aviões ao mercado.

O acordo foi assinado durante a feira de aviação de Cingapura e ocorre durante negociações da Embraer para uma aliança com a norte-americana Boeing.

O KC-390, maior avião já desenvolvido no Brasil, contou com investimentos de quase 2 bilhões de reais pela Força Aérea Brasileira. A criação da aeronave veio como oportunidade para substituição de frota de cargueiros C-130 Hércules. O valor incluiu a fabricação pela Embraer de dois protótipos. A Embraer não revela o valor unitário de cada KC-390.

A Embraer informou que as aeronaves no acordo com a Skytech estão destinadas a “diversos projetos de defesa e ambas as empresas também concordaram em avaliar uma potencial colaboração estratégica com o objetivo de explorar conjuntamente novas oportunidades de negócios nas áreas de treinamento e serviços”.

FONTE: Reuters



image_pdfimage_print

 

6 Comments

 

  1. 08/02/2018  18:31 by antonio carlos Responder

    Kkkk enquanto a Airbus fica adiando as entregas do A 400 a Embraer vai em frente, deixando os europeus com um gosto amargo na boca. O KC 390 só não vai vender na Europa porque aí seria admitir que o nosso"cargueiro" é melhor que o deles.

  2. 06/02/2018  12:03 by Esteves Responder

    A Skytech não e operadora aérea nem opera cargueiros.

  3. 06/02/2018  7:40 by Ed75 Responder

    Nem sempre operadores militares compram esse tipo de aeronave. Cias aereas cargueiras operam Hercules e C-17...

  4. 05/02/2018  23:55 by Esteves Responder

    A Skytech é uma empresa de serviços e funding. Por que uma empresa assim compraria o KC390?

    Acho que e o mesmo pedido da FAP. Pressão na Boing?

  5. 05/02/2018  22:38 by Jr Responder

    Eu acho que essa possível compra nada tem que ver com o governo português, não faria sentido uma empresa privada comprar aeronaves para o governo português, a não ser que essa empresa esta pensando em fazer leasing dessas aeronaves para a FAP??????

  6. 05/02/2018  22:22 by Esteves Responder

    A Skytech e uma empresa de soluções. Essa carta de intenções de 5 + 1 e a mesma anunciada como compra do governo português pelo Temer ou e nova? Sendo nova são 10 + 2 através/com Portugal que colabora no KC390.

    Nesse primeiro momento 12 aeronaves parece ser ótima noticia. Se forem 6 e se for a mesma intenção pode ser pressão para a Boing sair da moita.

    Será?

Leave a reply

 

Your email address will not be published.