Alemanha reforça o coro de condenação às intenções de Trump de expandir o arsenal nuclear nacional. Antes, os anúncios de Washington haviam sido criticados pela China e Rússia. Irã aponta hipocrisia e violação do TNP.

O ministro alemão do Exterior, Sigmar Gabriel, uniu-se ao coro crítico contra a decisão recentemente anunciada pelos Estados Unidos de renovar e expandir seu arsenal nuclear. Segundo Gabriel, agora é hora de a Europa tomar a dianteira na iniciativa pelo desarmamento nuclear global.

“Como nos tempos da Guerra Fria, nós, na Europa, estamos especialmente ameaçados por uma nova corrida armamentista nuclear”, declarou neste domingo (04/02). “Precisamente por isso, devemos lançar novas iniciativas para controle de armas e desarmamento.”

O comentário do chefe da diplomacia da Alemanha veio em reação à assim chamada Revisão da Postura Nuclear, divulgada na sexta-feira, em que a administração Donald Trump delineia sua nova estratégia militar e nuclear. Além disso, o Pentágono classificou Rússia e China como as principais ameaças aos EUA.

Gabriel admitiu que a anexação da península ucraniana da Crimeia pelo governo de Vladimir Putin provocou uma “dramática perda de confiança na Rússia”, tanto nos EUA quanto na Europa. “Os sinais de que a Rússia está se rearmando, não só convencionalmente, mas com armas nucleares, são óbvios.”

No entanto, ao invés de desenvolver novas armas, Berlim se empenhará “junto a seus aliados e parceiros” pela continuação do desarmamento global e para que “os tratados de controle de armas existentes sejam mantidos incondicionalmente”, prometeu.

Pressão internacional contra Trump

Os comentários do social-democrata Sigmar Gabriel vieram na esteira de uma série de críticas por diversos países, inclusive aqueles mencionados especificamente no relatório do Pentágono.

O Ministério da Defesa da China declarou-se “em firme oposição” à estratégia nuclear proposta pela administração Trump, descartando-a como baseada em pura especulação quanto às prioridades militares de Pequim.

“Esperamos que os EUA abandonem sua mentalidade de Guerra Fria, assumam responsabilidade pelo desarmamento nuclear e avaliem de forma justa os desdobramentos da China em assuntos de defesa e militares”, instou o órgão.

O presidente do Irã, Hassan Rouhani, igualmente condenou neste domingo as estratégias propostas pelo Pentágono, acusando Trump de hipocrisia ao se opor ao programa nuclear iraniano. “Como alguém pode falar de paz mundial, quando ao mesmo tempo fala de novas armas nucleares e ameaça seus principais inimigos?”, comentou.

Na véspera, o ministro do Exterior do país, Mohammad Javad Zarif, advertira no Twitter que a política nuclear de Washington colocaria a humanidade “mais próxima da aniquilação”, acrescentando que ela viola o Tratado de Não Proliferação de Armas Nucleares (TNP), assinado em 1970 por quase todos os países, inclusive os EUA.

Declarando-se “profundamente decepcionado”, o governo da Rússia igualmente criticou no sábado a proposta americana, por seu caráter “belicoso e antirrusso”, assegurando que responderá à altura para garantir a própria segurança.

FONTE: DW
FOTO: Ilustrativa

 

6 Comments

 

  1. 06/02/2018  21:04 by José Responder

    As nações hipócritas da europa que sempre estiveram sob a proteção dos USA,que gastava bilhões com essa proteção enquanto os europeus dormiam seguros e gastavam muito pouco,sempre às custas dos USA,e graças a essa proteção eles vivem hoje em liberdade.
    A Rússia,a China estão sempre se armando,incrementando os gastos com armamentos,principalmente a China,porém agora no governo atual os USA saíram da letargia e reagem aquela corrida armamentista por parte de seus maiores adversários.E veem com essa gritaria fazendo o jogo sujo dos inimigos dos USA.Que afinal eles querem?

  2. 05/02/2018  23:14 by Ivan BC Responder

    Grande Trump!

  3. 05/02/2018  18:56 by Kornet Responder

    Normal é só os EUA sendo o que são.
    Façam o que eu mando,mas não me imitem pro seu próprio bem.

  4. 05/02/2018  16:02 by Samuca Responder

    Com que CREDIBILIDADE os EUA vão agora levantar a questão da 'revisão' dos termos do acordo entre o Irã e o grupo de países com quem esse país assinou o acordo para sustar o desenvolvimento da sua indústria nuclear?!
    Se eu fosse um dos barbudinhos com turbante na cabeça, mandava os EUA (e não só o Trump, pois seria ingenuidade do restante do planeta imaginar que o Trump faz e fala o que quer sem o consentimento do establishment do país) pegarem o tal acordo e enfiarem naquele lugar! E declarava que o país iria voltar a desenvolver sua indústria nuclear! Kkkkkk

  5. 05/02/2018  14:37 by Johnny Walker Responder

    A culpa é sim dos EUA, pois sua política expansionista na Europa provocou isto, vários acordos de não adesão dos países do antigo bloco comunista à OTAN foram quebrados e com inimigos por toda parte o que um país responsável por seus cidadãos faria, faria o correto que seria não abandonar seu povo à própria sorte.
    Muitos endeusam os EUA, mas até nós eles prejudicaram muito o nosso desenvolvimento, foram décadas e décadas perdidas com nosso país sendo governado por uma corja de lacaios dos EUA, sem voz para dizer qualquer coisa, pois dependíamos muito do FMI(IMF), nosso país era massacrado com as regras que este organismo nefasto criava. As pessoas confundem, países não são amigos, não são parceiros, são apenas organismos de interesses comerciais e nada mais, ninguém faz nada de graça para ninguém sem ter algo por trás.
    O nosso país tem de aprender a olhar apenas nossos interesses, colocando-os em primeiro lugar ao invés de ceder espaço para coisas que não tem necessidade. E outra, os EUA estão nem aí para as instituições que cuidam de resolver os assuntos entre países, ONU por exemplo, foi assim com o Iraque, Líbia e etc, então um país que não tem respeito a ordem mundial não merece respeito, pois não respeita a soberania de outros país, pois se acha no direito de invadir qualquer país sem o consentimento de órgãos estabelecidos.

    Uma vez li um artigo que dizia como levar um país a gastar no que não precisa para minar seus esforços de desenvolvimento, quando vejo o Brasil com gastos enormes em obras faraônicas que não levaram o país a lugar algum e que somente serviram para endividar o país e vejo nossa dívida externa que apenas serve para refletir o que falo, fico muito decepcionado, pois somos um país muito crentes que existe país amigo, mas isto não existe.

  6. 05/02/2018  11:46 by Art Responder

    A Russia tem o poder de atacar toda a Europa e a Costa Oeste americana com seu novo drone subaquático, e a culpa é do Trump? Os EUA tem no mínimo 10 anos de atraso em investimento militar, enquanto Russia e China se armaram muito, mas a culpa é do Trump com certeza!

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.