14 Comments

 

  1. 05/10/2018  18:36 by Alzira Responder

    Parabéns, Alte. Felicidades na nova jornada.
    Em tempo, antes de palavra masculina, não há crase, portanto está correto o emprego do a no título da matéria.

  2. 05/10/2018  12:21 by Geert J. Prange Responder

    Para dirimir quaisquer dúvidas sobre usar a crase neste caso, substituam a promovida por um homem. O dito cujo seria então promovido AO almirante? Não se esqueçam que a crase (que não é O ACENTO), é a junção do artigo "A" com a preposição "A".
    Esta é uma contribuição ao aprimoramento de nosso idioma vinda de um estrangeiro.

  3. 04/10/2018  13:44 by Hercules lugon Responder

    Esse comunista mentiroso. Sempre querendo dar uma alfinetada nos militares. Elogiou e depois fez piadinha com a FAB e o Exército. Um idiota e desinformado. É lógico que a Marinha iria promover primeiro as mulheres. Foi a primeira força a admitir mulheres. Depois a FAB e após o Exército. Vamos ter um Brigadeiro antes de um General mulher. Ou ele pensa que se sobe por politicagem nas Forças Armadas? No comunismo a gente sabe como é.

  4. 04/10/2018  13:40 by Marco Carvalho Responder

    Linda sereia Almirante que fizeste do Mar a estrada da tua vida..congratulações! DEUS guie Vossos Passos.
    AD SUMUS-CFN.MARAMBAIA.

  5. 04/10/2018  0:49 by Topol Responder

    Torço para que ela tenha uma esquadra decente para comandar... um dia

  6. 03/10/2018  17:44 by Andre Responder

    Quem esse Ancelmo pensa que as Forças Armadas são: competidores para ver quem ascende mais mulheres ao posto de oficiais? Hô mídia que gosta de escarnecer com as instituições brasileiras! Se é para informar dessa conquista que o faça direito e não com deboche. Percebem que até uma notícia importante como essa eles precisam criticar os militares por vingança?
    Parabéns para a Luciana, mas a forma como foi informado poderia e deveria ter sido mais qualificado.

  7. 03/10/2018  15:28 by pgusmao Responder

    A marinha promoveu a capitâ de mar e guerra Luciana Marroni à almirante. (correta grafia)

    • 03/10/2018  15:42 by Luiz Padilha Responder

      Na Marinha é Capitão, mesmo sendo mulher.

    • 03/10/2018  15:54 by Agnelo Responder

      O texto está correto. O posto e a graduação não são flexibilizados.
      A Capitão Maria
      A Sargento Maria

      • 03/10/2018  17:09 by fjj171 Responder

        Na verdade, se não me engano, agora ambas são possíveis, mas fica uma questão de escolha mesmo.

  8. 03/10/2018  15:10 by Rafael Responder

    Parabéns !! A nova contra Almirante todo sucesso nessa nova jornada!! Quando o mérito é dado pela dedicação , esforço e qualificação não há sexo, raça e religião... e sim pela fé e raça dedicado a causa!!

  9. 03/10/2018  14:41 by Tomcat4.0 Responder

    Parabéns pela conquista que expressa, muito mais que através de protestos e militâncias, a força, perseverança e capacidade da mulher !!!
    Bons ventos Almirante Luciana Marroni ,continue a fazer história na MB !!!

  10. 03/10/2018  14:03 by Vovozao Responder

    Parabéns, e, que ela lute mais pela MB, e, não aceite sem argumentar, só pelo posto.

  11. 03/10/2018  12:53 by Claudio Luiz Responder

    Parabéns a nova Contra-Almirante da MB.
    Uma mulher de verdade ao contrário das feministas esquerdistas de plantão.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.