A Marinha do Brasil, por intermédio da Diretoria de Gestão de Programas da Marinha (DGePM), em coordenação com a Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON),informa que no dia 18 de junho de 2018 ocorreu a Fase de Entrega das Propostas pelas empresasinteressadas no Projeto Corvetas Classe “Tamandaré”.



Foram recebidas, após a análise documental, 09 (nove) propostas comerciais que passarão a ser analisadas sob os pontos de vista técnico, jurídico, fiscal e orçamentário/financeiro.

As referidas propostas indicam, preliminarmente, a participação das seguintes empresas nacionais e internacionais, em formação de consórcios ou em grupos de empresas, as quais permanecem no processo de escolha da Melhor Oferta:

 – BAE Systems, CONSUB Defesa e Tecnologia S.A. e MAC LAREN Oil Estaleiros Ltda.

 – Consórcio “ÁGUAS AZUIS” – ATECH Negócios em Tecnologias S.A, EMBRAER S.A e THYSSENKRUPP Marine Systems GmbH,contando com as seguintes empresas subcontratadas: ARES Aeroespacial e Defesa S.A, Fundação EZUTE, OCEANA Estaleiro S.A, OMNISYS Engenharia Ltda, SKM Eletro Eletrônica Ltda e WEG equipamentos elétricos S.A.

 – Consórcio “DAMEN SAAB TAMANDARÉ” – DAMEN Schelde Naval Shipbuilding B.V e SAAB AB, contando com as seguintes empresas subcontratadas: CONSUB Defesa e Tecnologia S.A, WEG equipamentos elétricos S.A, e WILSON SONS Estaleiros Ltda.

 – Consórcio “FLV” – FICANTIERI S.p.A, LEONARDO S.p.A e VARD PROMAR S.A., contando com as seguintes empresas subcontratadas: Fundação EZUTE e ARES Aeroespacial e Defesa S.A.

 – Consórcio “VILLEGAGNON” – NAVAL GROUP, ENSEADA Indústria Naval S.A e MECTRON S.A.

 – GOA Shipyard Limited, INDÚSTRIA NAVAL DO CEARÁ (INACE), Fundação EZUTE e SKM Eletro Eletrônica Ltda.

 – GRSE – Garden Research Shipbuilder Engineers, ELBIT Systems Ltd e SINERGY Group Corporate.

 – STM, Estaleiro BRASFELS Ltda., Fundação EZUTE, THALES e OMNISYS Engenharia Ltda.

 – UKRINMASH, THALES e AMRJ.

As próximas etapas do processo estão detalhadas no cronograma de eventos, a seguir apresentado, o qual permanecerá norteando a Seleção da Melhor Oferta, pela Marinha do Brasil/EMGEPRON:

  EVENTO DATA/PERÍODO
  Divulgação da “Short list” 27/08/2018
  Divulgação da Melhor Oferta 29/10/2018

FONTE: CCSM


 

10 Comments

 

  1. 20/06/2018  18:32 by Cortez Responder

    Mectron S.A. é a subsidiária da Odebrecht? Não tinha sido anunciado o fim de suas atividades? Por falar nisto, alguém sabe que empresa ficou responsável por produzir o MAR-1?

  2. 20/06/2018  13:54 by Marcos Campos Responder

    Acredito que para a short list, a guerra vai se concentrar em 3 pontos; 1) estaleiros aptos a iniciarem a construção o quanto antes pois a MB tem pressa. 2) como a MB refez o texto a flexibilizou até 4 mil toneladas, o nome do projeto tem pouca relevância e pode pintar aí uma fragata ligeira. 3) Pelo menos 3 empresas saem na frente por já terem projetos de grande vulto com a MB; DCNS com o prosub, BAE com o o recém adquirido Atlântico com seu incrível radar 3D praticamente de graça, SAAB que nos últimos anos vem expandindo sua participação no setor de defesa brasileiro.
    Águas Azuis e Fincantiere correm colados nesses três, mas não atenderão a pressa da MB em substituir urgentemente suas escoltas muito defasadas mesmo com todos os processos de modernização. As demais concorrentes dificilmente terão um às na manga para tomar a frente das sitadas acima.
    Por hora vou opinar sobre a short list e não sobre a campeã.

  3. 19/06/2018  15:43 by Guilherme Marques Responder

    Estou torcendo para Damen, porém, terão que melhorar esse deslocamento aí... muito pouco para nossas águas.

  4. 19/06/2018  12:40 by Satyricon Responder

    Estranho os chineses e koreanos terem pulado fora, pois eu apostava minhas fichas nos últimos. Será que perceberam algo?
    Interessante como os grupos se formaram, e estão muito bem definidos. Até a Odebrecht (Enseada) está no páreo, junto com a naval group (ex DCNS)

  5. 19/06/2018  9:51 by Rogério rufini Responder

    Programa não excluiu o nome corveta

  6. 19/06/2018  1:20 by Geovane Responder

    Essa da Vard Promar "FLV" geraria muitos empregos aqui.

  7. 18/06/2018  22:43 by EricWolff Responder

    Ué, sem coreanos e chineses???? É isso mesmo....?

    • 18/06/2018  22:46 by Luiz Padilha Responder

      Sim. Correram da luta.

      • 19/06/2018  12:43 by Roberto Lobo Responder

        Correram da luta? Uma matéria bem interessante no site da trilogia, referente aos Chineses oferecerem a type 054 ocidentalizada ao Brasil. Será que era viável, não ficaria muito mais caro... Por este motivo, talvez a China não ache viável participar do projeto.

  8. 18/06/2018  22:20 by Carlos Franca Responder

    Estaleiro Brasfels que só queria fazer plataformas e não pegava navio, agora voltando a se interessar em construir navios!

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.