Dando prosseguimento para a execução das ações planejadas no processo de Desmobilização do 26º Contingente Brasileiro (CONTBRAS), no dia 6 de outubro, foi realizada a entrega formal da Base General Bacellar (BGB – Campo Charlie) às Organizações das Nações Unidas (ONU) / Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH).

Durante a visita de inspeção, um representante da Seção de Engenharia da MINUSTAH, Sr Jabouin Dasnay, e um integrante do Centro Integrado de Operações Logísticas da MINUSTAH, Major Bryan Luc Ouellet (Exército do Canadá), percorreram as diversas instalações da BGB. Nessa oportunidade, a comitiva pôde constatar o perfeito cumprimento das condições ambientais e estruturais exigidas pela ONU, particularmente, quanto a limpeza, manutenção e organização da base.

Ao longo desses 13 anos de missão, o contingente brasileiro ocupou três bases. Em 2004, o efetivo brasileiro foi instalado, de forma provisória, no aeroporto de Porto Príncipe, utilizando barracas. Num segundo momento (2005-2006), a tropa ocupou a Base “Bravo”, em um campus universitário desocupado da capital haitiana. Em 2007, foi construída a Base General Bacellar (BGB), num campo desocupado da região de Tabarre, na qual os militares do 26º Batalhão de Infantaria de Força de Paz (BRABAT) e da Companhia de Engenharia de Força de Paz (BRAENGCOY) permaneceram até o fim da missão.

Após o despacho naval do material repatriado, ocorrido no último dia 30 de setembro, o 26º CONTBRAS concluiu com êxito mais uma etapa importante no processo de desmobilização da tropa brasileira, a devolução da BGB. Em 8 de outubro, está previsto o retorno em aeronave da Força Aérea Brasileira do Rear Party, com cerca de 15% do efetivo final do contingente, encerrando esse caso de sucesso das Forças Armadas brasileiras: a missão de paz no Haiti.

FONTE e FOTOS: EB