This NASA image obatained on December 1, 2010 shows an artist's rendition of the X-37B as it might look like orbiting Earth.  The purpose of the Space Plane's mission has been kept a secret by the US Air Force.  The plane is scheduled to return to Earth as early as December 3,2010 Air Force officials said on November 30, 2010. The X-37B, also known as the Orbital Test Vehicle 1, was launched atop an Atlas 5 rocket on April 22, 2010.  It has been circling the Earth since then and performing a mission that has been covered in secrecy. AFP PHOTO/NASA/HANDOUT/RESTRICTED TO EDITORIAL USE (Photo credit should read HO/AFP/Getty Images)

Já faz um ano que a Força Aérea dos EUA lançou o misterioso X-37B ao espaço, deixando muita gente se perguntando por que ele está lá.

À primeira vista, se parece com uma mini Space Shuttle. Mas essa primeira impressão pode estar errada.

The X-37B Orbital Test Vehicle mission 3 (OTV-3), the Air Force's unmanned, reusable space plane, landed at Vandenberg Air Force Base at 9:24 a.m. Oct. 17, 2014. The OTV-3 conducted on-orbit experiments for 674 days during its mission, extending the total number of days spent on-orbit for the OTV program to 1367 days. The X-37B is the newest and most advanced re-entry spacecraft. Managed by the Air Force Rapid Capabilities Office, the X-37B program performs risk reduction, experimentation and concept of operations development for reusable space vehicle technologies. (Photo credit: Boeing)

(Photo credit: Boeing)

O X-37B faz parte de um programa ultrassecreto do governo americano para desenvolver tecnologias de aeronaves não tripuladas e reutilizáveis e realizar experimentos.

A Força Aérea americana já completou com sucesso três missões do X-37B com o primeiro lançamento em abril de 2010. As três missões e as duas aeronaves X-37B provaram tecnologias de voo, pouso e relançamento reutilizáveis. Mas então por que esse último veículo foi lançado?

X-37B_OTV-2

O mistério do X-37B pode não estar tanto na estrutura do veículo, mas no que ele carrega, afirma o astrônomo do Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics, Jonathan McDowell.

As longas missões são perfeitas para transportar cargas sensíveis ao espaço para testes, explica.

“Eles estão enchendo a seção de carga útil com vários experimentos. Provavelmente experiências diferentes a cada voo, talvez para consumidores diferentes.”

A Força Aérea falou um pouco sobre algumas das tecnologias testadas no último voo, incluindo orientações avançadas, material de isolamento reutilizável, e sistemas de propulsão avançados. Mas McDowell aposta que o governo também está realizando alguns experimentos secretos.

“Os tipos de coisas que você iria querer com algo como isso…você desenvolve novos sensores de tecnologia como novas câmeras, novos aparelhos de audição, antenas de rádio que reúnem inteligência, e talvez um novo prato de antena que se abre de uma nova maneira. E você quer testar isso várias vezes no espaço e então trazer de volta para a Terra”, aponta.

O X-37B também pode estar testando reviravoltas e relançamentos rápidos.

X-37B-2

McDowell aponta que essa é a primeira vez que a Força Aérea não especificou qual dos dois X-37B foi lançado. É possível que tenham enviado o mesmo veículo sete meses após ter pousado em 17 de outubro de 2014, diz.

Então quanto tempo essa missão mais recente pode durar? O tempo das últimas três aumentou progressivamente, de 240 dias para 469 dias, e finalmente para 674 dias. Mesmo assim, McDowell prevê um retorno mais cedo do que isso.

“O que espero ver em algum momento…é que veremos essa aeronave pousar e então possivelmente o mesmo veículo voltar ao espaço após um período mais curto de tempo”, completa.

FONTE: Portal IDG NOW!

 

15 Comments

 

  1. 09/05/2017  17:13 by Carlos Crispim Responder

    Exatamente Tireless, os EUA salvaram o mundo na 1ª guerra mundial, na 2ª idem, inclusive nos forneceram armas, alimentos e roupas, senão o Brasil não teria condições mínimas de participar. Todo refugiado muculmano ou pobre de país de terceiro mundo quer ir morar nos EUA, incluindo os brasileiros, o governo americano concede bolsas de estudo para estudantes do terceiro mundo, enfim, quem vai residir lá ou tentar a vida aumenta estupidamente o padrão de vida e de saúde, enquanto os países "comunistas" reprimem e assassinam o próprio seu povo, não sei qual flagelo os EUA causam ao mundo, talvez Hugo Chavez, Nicolas Maduro, Fidel Castro, Mao, Idi Amim, Lula e Dilma tenham feito algum bem à Humanidade, só não sei qual, pelo contrário, esses lixos foram responsáveis pelo atraso em todos os níveis de desenvolvimento e deixaram para trás um rastro de pobreza (menos deles próprios), deixaram dívidas de bilhões de dólares e milhões de desempregados, e ainda vem um mentecapto dizer que a culpa é duzamericanusmalvadus, é inacreditável a idiotização de certa faixa da população brasileira, porquê não vão morar na Coréia do Norte?

  2. 22/05/2016  19:40 by marcio Responder

    Posso está até engano,mais não podemos descartar a possibilidade de esta carregando cargas militares como por exemplo ogivas nucleares casa aja alguma hostilidade com a Rússia ou China terem a vantagem de lançarem do espaço essa carga sem que sejam detectado há tempo. Já que as tensões entre os EUA com China e Rússia vem aumentando cada vez mais.

  3. 22/05/2016  0:05 by marcos.poorman Responder

    Tenho um palpite: Teste de animação suspensa.
    Seria uma pista o aumento do tempo gradual no espaço ? (240, 469 e 674 dias).

  4. 21/05/2016  20:04 by Edson Responder

    Podem não saber do que se trata esta nave, porém uma coisa posso adiantar com a mais total certeza, é para roubar algum País, causar flagelo a alguma gente.

    • 21/05/2016  22:39 by Bardini Responder

      Talvez seja a Venezuela... Hahahahá...

    • 23/05/2016  11:04 by Dalton Responder

      Será ? Quando existiam duas Alemanhas, foi justamente a Ocidental que progrediu...das duas Coréias, justamente a ocupada
      pelos EUA, ou seja a do Sul tornou-se um país "rico" e o Japão igualmente ocupado pelos EUA foi durante décadas a segunda
      economia do mundo, não tanto porque inundaram o país de dólares, o mesmo para a Alemanha Ocidental e Coréia do Sul, simplesmente porque não se intrometeram tanto na forma como os países deviam ser conduzidos...enquanto que países sob jugo "comunista"...estes sim foram "roubados".

    • 23/05/2016  11:37 by HMS_TIRELESS Responder

      Quem rouba os países e causa flagelos ao povo são justamente os governantes "nacionalistas" desses países, a Venezuela que o diga!

  5. 21/05/2016  12:17 by Bardini Responder

    "O X-37B faz parte de um programa ultrassecreto".

    Se fosse "ultrassecreto", ninguém saberia da existência disso ai...

    • 21/05/2016  12:28 by Luiz Padilha Responder

      Então me diga o que ele está fazendo lá em cima? rsrsrsrsrs

      • 21/05/2016  19:16 by Lucas Iglesias Responder

        O programa que ele participa é secreto, o X-37B não mais.

        • 21/05/2016  22:40 by Bardini Responder

          Era a isso que eu me referia.

          O F-117 por exemplo, era Ultrassecreto até certo ponto.

          • 22/05/2016  10:37 by Luiz Padilha Responder

            O ponto que vocês não estão vendo é: O secreto é o que ele está fazendo lá em cima, e não ele ser secreto, pois ele já foi apresentado ao público faz tempo. :)

      • 21/05/2016  20:06 by Edson Responder

        Está tentando roubara algum País, provocar instabilidade política e social em algum País, eles vivem disso . . .

      • 22/05/2016  21:04 by Fernando Reis Responder

        Estão testando novas tecnologias para enfim terem uma nave para levar os seus astronautas para a estação internacional, não precisando assim mais das Soyus Russas rsssssssss.

        • 23/05/2016  11:35 by HMS_TIRELESS Responder

          Caro Menino do "esculacho", os EUA usam as naves Soyuz nesse momento por uma questão de conveniência. Já preparam o envio de astronautas à ISS por meio de naves exploradas pela iniciativa privada, o que certamente se mostra mais conveniente liberando a NASA para a exploração de metas mais ambiciosas como o retorno à Lua e uma missão tripulada à Marte.

          Enquanto isso a amada Mãe Russa continua abraçada ao anacrônico modelo "tudo no Estado, nada fora dele", que resulta em aberrações como uma empresa projetar um avião e outra construí-lo. Não é à toa que as gloriosas estatais russas nem de longe figuram entre as maiores indústrias aeronáuticas do mundo.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.