O 26º Contingente Brasileiro da MINUSTAH inicia embarque para o Haiti

Por Rubens Barbosa

Os 243 militares que integram a primeira parte da tropa do 26º Contingente Brasileiro de Missões de Paz (CONTBRAS), composto pelo 26º Batalhão Brasileiro de Força de Paz (26º BRABAT/BRABAT 26), e pela 26ª Companhia de Engenharia de Força de Paz (BRAENGCOY), embarcaram em direção ao Haiti nesta terça-feira (16) em um voo que partiu do Aeroporto Internacional de Viracopos (VCP), em Campinas-SP, na aeronave C767 FAB 2900, do 2º/2º GT (Esquadrão Corsário).

Estiveram presentes em solenidade militar no local de embarque o General de Exército João Camilo Pires de Campos (Comandante Militar do Sudeste), o General de Divisão Eduardo Diniz (Cmte 2ª DE), General de Divisão Adalmir Manoel Domingos (Cmte 2ª RM), General de Brigada Carlos Sérgio Camara Saú (Cmte 11ª Bda Inf L), General de Brigada Mário Fernandes (Cmte 12ª Bda Inf L AMV), General de Brigada Ricardo Miranda Aversa (Chefe do Estado-Maior do CMSE) e autoridades civis.

De acordo com a Diretriz de Preparação de Tropa para Missão de Paz do Comando de Forças Terrestres (COTER), até o dia 02/06/2017 todo o efetivo do CONTBRAS estará ativado em território haitiano.

O BRABAT 26 é composto por 850 homens e mulheres de nossas Forças Armadas,  sendo 639 militares do Exército Brasileiro, 30 da Força Aérea Brasileira e 181 do Grupamento Operativo de Fuzileiros Navais (GptOpFuzNav), da Marinha do Brasil.

       

A maior parte dos militares pertence a 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), do Exército Brasileiro, com sede em Caçapava-SP.

Do total de 850 militares do BRABAT 26, 505 trabalham em quartéis paulistas, sendo: 12 na Capital; 161 em Caçapava; 9 em Taubaté; 20 em Pindamonhangaba; 82 em Pirassununga; 82 em Barueri; 73 em Lorena e 66 em Osasco.

Além dos 850 militares do BRABAT 26, o Contingente Brasileiro é composto também por 135 militares do BRAENGCOY 26.

Após o embarque, os Bombeiros de Aérodromo de VCP, realizaram o “Water Salute” em homenagem aos militares.

A preparação

Além do adestramento específico às missões de cada Organização Militar, todos os componentes do BRABAT 26 foram submetidos a treinamentos relacionados a Missões de Paz.

Após um ano de preparação sob a coordenação da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel), Grande Unidade do Exército Brasileiro, o BRABAT26 concluiu todas as etapas de adestramento e capacitação de seus integrantes para atuarem em Missão das Nações Unidas para a Estabilização para o Haiti (MINUSTAH).

Na sede do 9º Batalhão de Engenharia de Combate (9º BE Cmb) em Aquidauana-MS, os 135 militares que compõe o efetivo do BRAENGCOY 26, realizaram o treinamento centralizado, estágios de operação especializada (ações de engenharia), Exercício Básico de Operações de Paz (EBOP) e Exercício Avançado de Operações de Paz (EAOP).

Os 181 militares do  GptOpFuzNav 26  passaram pelo mesmo processo de treinamento dos demais, além do exercício de  “Adestramento do  Batalhão de Proteção I 2017”, realizado em Itaóca-ES, que foi o treinamento final  nos procedimentos pertinentes a uma Força de Paz da Organização das Nações Unidas (ONU).

       

Seguindo diretrizes do COTER, estas atividades aconteceram sob orientação técnica e seleção de objetivos de adestramento realizados pelo Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), uma referência internacional na promoção da excelência do preparo de recursos humanos para operações de paz e desminagem humanitária, e do Centro de Avaliação de Adestramento do Exército Brasileiro (CAADEx).

Foram abordados conteúdos práticos e teóricos, pertinentes a um contexto operacional de missão de paz, além de assuntos como estrutura legal da ONU, direitos humanos, proteção à criança, mulher, paz e segurança, exploração e abuso sexual, meio ambiente, logística e regras de engajamento, e criadas situações simuladas semelhantes às vividas hoje no país Caribenho.

O DAN teve a oportunidade de participar de algumas etapas da preparação de missão do BRABAT 26, inclusive  do Exercício Básico de Operações de Paz (EBOP) e do Exercício Avançado de Operações de Paz (EAOP), e pode asseverar o nível de dedicação e profissionalismo de todos os  militares, tanto pela demonstração de capacidade de planejamento e organização, como pelo realismo das simulações de situações de incidentes e emprego da tropa.

MINUSTAH

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), o BRABAT 26  encerrará as atividades militares do contingente brasileiro naquele país, após mais de 13 anos da Missão das Nações Unidas para a Estabilização para o Haiti (MINUSTAH).  e será substituída por uma operação sucessora, chamada de Missão das Nações Unidas para o Apoio à Justiça no Haiti.

NOTA do EDITOR:   Agradecemos à 12ª Bda Inf L Amv, na pessoa do Maj. Luiz Cláudio (Chefe da ComSoc), por todo o apoio prestado ao DAN.