O Defesa Aérea & Naval participou da “Revista Naval Internacional” que encerrou as comemoraçõesdos 200 anos da Marinha Chilena.

Por Guilherme Wiltgen e Luiz Padilha

Valparaíso, Chile – Logo após suspender, o Sargento Aldea (LSDH-91) se posicionou para o início da Parada Naval e para achegada das autoridades. Dois helicópteros HH-32 Super Puma (AS332L) trouxeram a Sua Alteza Real Princesa Anne da Inglaterra e o Presidente Sebastian Piñera, que foram recebidos pelo Comandante em Chefe da Marinha do Chile, Almirante Julio Leiva, para acompanharem a “Revista Naval Internacional” com o que a Marinha terminou a celebração do seu bicentenário.

         

        

Também acompanharam o Ministro da Defesa, Alberto Espina Otero, e o First Sea Lord da Royal Navy, Almirante Sir Philip Jones.

        

Em suas palavras, Sebastian Piñera disse que “Ao longo destes 200 anos, a Marinha desempenhou um papel fundamental na história do nosso país, na nossa independência e na Guerra do Pacífico, mas também desempenha um papel em tempos de paz, ajudando áreas isoladas. É por isso que hoje, com a participação de Marinas de outros países, estamos celebrando os 200 anos, dos quais nos sentimos profundamente orgulhosos”, ressaltou o Presidente chileno.



Parada Naval

Ao todo, 26 embarcações de 5 países, além do Chile, participaram da “Revista Naval Internacional”, como USS Somerset (LPD 25) e USS Wayne E. Meyer (DDG 108) dos Estados Unidos, PLANS Daushan Dao (866) da China; HMS Montrose (F 236) do Reino Unido; BAE Manabi (CM 12) do Equador; BAP Pisco (AMP 156) e BAP Rio Cañete (PM 205) do Peru, se juntaram as Fragatas Almirante Williams (FF 19), Almirante Condel (FF 05), Almirante Cocndell (FF 06), Almirante Lynch (FF 07), Capitán Prat (FFG 11), Almirante Latorre (FFG 14) e Almirante Blanco Encalada (FF 15), os Navios-Tanque Almirante Montt (AO 52) e Araucano (AO 53); as Lanchas Missileiras Chipana (LM 31) e Angamos (LM 34); o Navio Científico Cabo Horn (AGS 61); o Navio de Patrulha Oceânico Piloto Pardo (OPV-81); os submarinos Simpson (SS 21) e Carrera (SS 22); Navio de Desembarque Rancagua (LST 92); e as Lanchas de Serviços Gerais San Antonio (LSG 1613), Coquimbo (LSG 1616) e Quintero (LSG 1621), além do Navio multipropósito Sargento Aldea (LSDH-91).

Fragata Almirante Williams (FF 19) – Capitânia da Marinha Chilena

        

USS Wayne E. Meyer (DDG 108)

        

HMS Montrose (F 236)

        

BAE Manabi (CM 12)

BAP Rio Cañete (PM 205)

Almirante Lynch (FF 07)

        

Almirante Condel (FF 05)

        

Almirante Blanco Encalada (FF 15)

Capitán Prat (FFG 11) e Almirante Latorre (FFG 14)

Chipana (LM 31)

        

Angamos (LM 34)

Rancagua (LST 92)

        

Cabo de Hornos (AGS 61)

Piloto Pardo (OPV-81)

Coquimbo (LSG 1616), San Antonio (LSG 1613) e Quintero (LSG 1621)

        

Araucano (AO 53)

PLANS Daushan Dao (866)

        

Almirante Montt (AO 52)

USS Somerset (LPD 25)

        

BAP Pisco (AMP 156)

        

Simpson (SS 21)

         

Carrera (SS 22)

        

        



Desfile Aeronaval

Encerrando o evento, a Aviacion Naval realizou um desfile Aéreo com 14 aeronaves de asas-fixa e rotativa. Representando a aviação de asa-fixa, se apresentaram dois C-295 Persuader, quatro PC-7 Pilatus, quatro P-68 Observer 2 e dois P-111 Bandeirulha.

        

A aviação de asa-rotativa foi representada por dois SH-32 Cougar, do Esquadrão HA-1, configurados para missões ASuW e ASW, armados com mísseis anti-navio AM-39 Exocet e torpedos, respectivamente.

        

Também participou do Desfile Aéreo, uma aeronave P-8A Poseidon (LD 858), do Esquadrão VP-10 da US Navy, baseado na NAS Jacksonville.

        

Apesar de não terem participado do desfile aéreo, também estavam presentes dois HH-32 Super Puma, que realizaram o transporte das comitivas, um HH-65 Dauphin (que permaneceu spotado no Sargento Aldea) e um BO-05 Bolkow (BO-105). Este último atuou como aeronave paquera, realizando as fotos e filmagens aéreas.

“Viva Chile”

Ao passarem pelo Presidente e a Princesa Anne, eram entoados três “Viva Chile”, pelas tripulações formadas no convés de cada uma das embarcações chilenas participantes, marcando a nona “Revista Naval” que a Marinha chilena fez em seus 200 anos de existência.

        

Ao finalizar o evento, o Comandante-em-Chefe da Marinha, Almirante Julio Leiva, deu uma rápida coletiva, ressaltando que “Testemunhamos uma Revista Naval Internacional em que honras foram feitas àqueles que nos precederam e àqueles que estão em serviço ativo hoje. A Armada têm contribuído para o desenvolvimento do Chile, mantendo a integridade de suas fronteiras, sua soberania e interesses, sempre que necessário, e proteger nossos recursos para o Chile ter um futuro melhor”.

NOTA do EDITOR: O Defesa Aérea & Naval agradece a Armada Chilena pela fidalguia com que foi recebido a bordo do Sargento Aldea, nas pessoas das Sras. Marcela Escobar Jarufe e Verónica Torres, da Dirección de Comunicaciones de la Armada, e a todos os militares que colaboraram para a realização desta matéria.



 

21 Comments

 

  1. 05/12/2018  3:49 by Socrates Pereira Responder

    Belíssimas fotos, parabéns pelo trabalho! :)
    Gosto do navio patrulha OPV-81 "piloto pardo"...gostaria de ver a nossa marinha com esse modelo de navio patrulha.

  2. 04/12/2018  18:03 by João Francisco Neves Responder

    Excelente, que maravilha!!!!! Lindos navios, e o Brasil, não foi por quê?????? Na verdade a MB é a mais miserável das forças, vendo o Chile com isso tudo dá até vergonha da nossa marinha, parece uma guarda costeira comparada à marinha chilena, que miséria, que ponto nós chegamos. Podíamos ter enviado o Atlântico, o único vaso que temos que presta, o resto são banheiras velhas.

    • 04/12/2018  21:49 by Luiz Padilha Responder

      Sua pergunta só a MB poderá responder.

  3. 04/12/2018  15:40 by Andre Responder

    Parabéns pelo excelente trabalho Guilherme e Padilha.
    Porque a Marinha do Brasil não foi convidada para esse evento? E se foi porque não vemos nossos navios nesse desfile? Enviar o Bahia seria interessante por causa do irmão. Destaque para o submarino Simpson que parece novo e com uma tonalidade bem forte em relação aos nossos.

  4. 04/12/2018  15:10 by Alexandre Thibaut Responder

    Muito boa e rica a cobertura. Parabéns a dupla que sempre trazem novidades. Um trabalho que requer conhecimento, relacionamento e ausência por períodos longos da família para trazer em primeira mão notícias atuais e importantes. Dedicação 100% DAN.

    • 04/12/2018  18:54 by Luiz Padilha Responder

      Muito obrigado Alexandre. Nós fazemos o possível para trazer as imagens e informações para nossos leitores.

  5. 04/12/2018  13:24 by Dalton Responder

    O Navio Tanque "Almirante Montt" é um dos 18 da classe "kayser", dos quais 15 continuam em serviço com a US Navy e outros 2
    que nunca chegaram a ser completados, foram desmantelados.
    .
    Os 15 NTs classe "kayser" começarão a ser retirados de serviço a partir de 2020 e serão substituídos por até 20 NTs da
    classe John Lewis, o primeiro dos quais encontra-se em construção.

  6. 04/12/2018  12:24 by _RR_ Responder

    Excelentes fotos.

    Parabéns ao DAN pela excepcional cobertura.

  7. 04/12/2018  11:57 by Rubens Souza Responder

    alguma informação da não participação da marinha do Brasil?

  8. 04/12/2018  9:38 by Dalton Responder

    Parabéns à ambos...e caso os leitores não tenham percebido...o USS Somerset LPD 25 apresenta na porta do hangar a
    frase "Lets Roll" pronunciada por Todd Beamer antes de liderar os passageiros na invasão da cabine do avião sequestrado
    por terroristas no 11 de setembro de 2001, cujo destino final especula-se teria sido o Capitólio em Washington DC, ocasionando a
    queda do avião no condado de Somerset , bem antes do mesmo alcançar seu objetivo que ceifaria ainda mais vidas.

    • 04/12/2018  16:55 by Guilherme Wiltgen Responder

      Outra curiosidade é o FOA abaixo do nome do USS Wayne E. Meyer na popa...
      FOA = Father of AEGIS

      • 04/12/2018  17:09 by Dalton Responder

        Grato pela informação Wiltgen e até já fiz uma observação ao lado da lista que tenho com os nomes dos DDGs da US Navy !

        • 04/12/2018  22:46 by Guilherme Wiltgen Responder

          Mais uma curiosidade do DDG 108, foi o centésimo sistema AEGIS recebido pela USN.
          👍🏻⚓🇺🇸

    • 05/12/2018  3:53 by Socrates Pereira Responder

      Dalton e Guilherme com bons comentários :)

  9. 04/12/2018  2:09 by Luiz Monteiro Responder

    Prezados Padilha e Wiltgen,

    Sensacional! Agradeço pela excelente cobertura.

    Grande abraço

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.