General Mario Fernandes durante a apresentação do Brabat 26

Por Rubens Barbosa Filho

O Comandante do Batalhão Brasileiro de Infantaria de Força de Paz – 26º Contingente (BRABAT 26), Cel Inf Alexandre Oliveira Cantanhede Lago apresentou nesta terça feira 21 de Fevereiro, no Forte Ipiranga, sede do 6º Batalhão de Infantaria Leve (6º BIL), em Caçapava (SP), o desenvolvimento da preparação para a participação do Brasil na Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH).

Agradecendo à cidade Caçapava pela acolhida aos Soldados da Paz, o Cel. Cantanhede apresentou Projeto de Coordenação Civil Militar (CIMIC) como parte dos exercícios básicos e avançados de Operações de Paz que serão realizados na cidade.

Nas atividades CIMIC os militares serão preparados para atuar como “peacekeepers” criando um ambiente seguro e estável para que agencias e organizações civis executem atividades cívico sociais (ACISO) em beneficio da população local.

A preparação do Contingente Brasileiro é desenvolvida pela Comissão de Preparo de Tropa para Missão de Paz (CPTMP), sob coordenação do General de Brigada Mário Fernandes, Comandante da 12ª Brigada de Infantaria Leve (Aeromóvel) “Brigada Fornovo di Taro” (12ª Bda Inf L AMV), que foi utilizada pelo Comando Militar do Sudeste (CMSE) como base para a constituição do BRABAT 26.

Em 13 anos de Missão, a 12ª Bda Inf L AMV é a Grande Unidade do EB que mais enviou efetivos ao Haiti, tendo participado do 2º Contingente (2004/2005), do 4º Contingente (2006), do 15º Contingente BRABAT/2 (2011), do 19º Contingente (2013) e agora em 2017 do preparo do 26º Contingente.

Em 19 de janeiro, nas instalações do Forte Ipiranga, ocorreu a abertura do Posto de Comando e do Centro de Operações (PCCO) do BRABAT 26, evento que marcou o início dos trabalhos da CPTMP, que tem a finalidade de estruturar, orientar e conduzir a preparação das tropas previstas para compor o 26º Contingente Brasileiro no Haiti.

Cel Inf Alexandre Oliveira Cantanhede Lago

No final do mês de Janeiro foi realizado o Estágio de Preparação para Comandantes de OM e Estado-Maior (EPCOEM), a encargo do Centro Conjunto de Operações de Paz do Brasil (CCOPAB), na cidade do Rio de Janeiro (RJ), destinado ao Comandante, Subcomandante e o Estado-Maior do BRABAT 26, composto por 23 oficiais do Exército Brasileiro, 8 oficiais da Marinha do Brasil e 3 oficiais da Força Aérea Brasileira.

O EPCOEM teve por finalidade a preparação técnica necessária para o desenvolvimento das atividades relacionadas ao emprego de um contingente de tropa em uma missão sob a égide da Organização das Nações Unidas (ONU).
O estágio foi composto por um pacote de instruções que incluiu assuntos voltados ao funcionamento da ONU e a temas específicos para o Haiti, país onde o contingente será empregado.

Durante as fases de Estudo Integrado e Exercício de Posto de Comando, o Estágio contou com a participação de comandantes e integrantes do Estado-Maior de contingentes anteriores, o que permitiu a passagem de informações e a discussão de experiências, contribuindo para uma melhor capacitação do BRABAT 26.