Em entrevista concedida ao telejornal SBT Brasil na noite desta quinta-feira (3), o presidente Jair Bolsonaro admitiu que existe uma possibilidade de, no futuro, os Estados Unidos implementarem uma base militar no Brasil. “A questão física pode ser até simbólica, hoje em dia o poderio das forças armadas americana, soviética, chinesa, alcança o mundo todo, independente de base. Agora, de acordo com o que estiver acontecendo no mundo, quem sabe vamos discutir essa questão no futuro”, afirmou o presidente.



O capitão reformado ainda afirmou que o presidente dos EUA, Donald Trump, é o “homem mais poderoso do mundo” e que visitará em breve o país norte-americano. “Já sinalizei para o Mike Pompeo [secretário de Estado dos EUA] e falei que em março gostaria de visitar os Estados Unidos e ter uma conversa com o Donald Trump. A princípio isso aí está pré-acertado.” As questões referentes aos Estados Unidos vieram após uma pergunta sobre o exercício militar russo realizado na Venezuela no começo de dezembro. À época, dois caças bombardeiros – com capacidade para transportar armamento nuclear – pousaram num aeroporto próximo a Caracas e irritaram os Estados Unidos. O secretário Mike Pompeo chegou a escrever em seu Twitter que são “dois governos corruptos desperdiçando dinheiro público”. “Já estava prevista essa manobra na Venezuela, nós sabemos qual a intenção do governo do Maduro [Nicolás Maduro, presidente venezuelano], e o Brasil tem que se preocupar com isso aí. Ao longo dos últimos 20, 25 anos, nossas Forças Armadas foram abandonadas por uma questão política. Nós, das Forças Armadas, somos o último obstáculo para o socialismo.”, afirmou Bolsonaro.

Retaliação dos países árabes

Bolsonaro também falou sobre as relações com os países árabes e as possibilidades de degradação diplomática por conta da mudança da embaixada brasileira em Israel. Mesmo antes de ser eleito, o presidente reiterou em momentos distintos que pretende mudar a embaixada do Brasil naquele país para Jerusalém – cidade que, há décadas, é alvo de um conflito territorial entre Israel e Palestina. Na visita que fez ao Brasil para a posse do presidente, o premiê israelense Benjamin Netanyahu confirmou que a embaixada vai ser mesmo transferida para Jerusalém.

“Grande parte do mundo árabe está alinhada ou se alinhando com os Estados Unidos. Esta questão da Palestina já está se saturando, e quem se manifestou mais contra mim foi o Irã. Então alguns países mais radicais podem tomar alguma sanção, espero que apenas econômica, contra nós. Agora, eu não vou deixar de reconhecer a autoridade de Israel, quem decide onde vai ser a capital é o seu governo e seu povo. A decisão está tomada, só falta decidir quando vai ser implementada”, afirmou Bolsonaro na entrevista.

No começo de dezembro, a Liga Árabe, em carta endereçada ao presidente, afirmou que não vê com bons olhos a mudança da embaixada brasileira em Israel. “Dar um passo como esse não apenas atingiria os interesses palestinos, mas reduziria drasticamente as oportunidades de alcançar uma paz mais ampla”, diz trecho da carta assinada pelo secretário-geral da instituição, Aboul Gheit.

O Brasil é um dos maiores exportadores de carne halal do mundo – preparada conforme prescrito pela lei muçulmana. O comércio destes produtos pode sofrer restrições caso Bolsonaro irrite os árabes com a efetiva transferência da embaixada e, consequentemente, prejudicar as exportações para os principais mercados do Oriente Médio dos produtores brasileiros de carne bovina e de aves.

FONTE: UOL via Agências de Notícias



 

43 Comments

 

  1. 08/01/2019  17:59 by Wellington Góes Responder

    Foi infeliz na assertiva!

  2. 08/01/2019  9:27 by Welington Silva Responder

    Gente, pelo amor de Deus, vamos ter calma. Parece que as pessoas só leem o título da matéria e começa à partir dali, .... sobre o assunto. Creio que muitos não saiba, mas grande parcela dos militares, são nacionalistas e jamais deixariam qualquer base militar ser instalada em nosso território; tanto é que foi desautorizada por eles. O povo está muito afoito com o início desse novo governo, vê algo de ''errado'' sendo falado e já interpreta totalmente diferente. Temos que ter calma à partir de agora e cabeça fria.

    Esqueça, nós não teremos base americana, russa, chinesa ou qualquer que seja instalada em nosso território. Mesma coisa se dá na questão de Alcântara, onde muitos diziam que o Estados Unidos seria o detentor completo do local. Totalmente fora de cogitação meus amigos.

    Li alguns comentários também no caso da Venezuela e Russia; gente, todos sabemos que Putin, é ex-KGB, sabe jogar, sabe movimentar suas peças, não é um idiota qualquer. Vale ressaltar que sua relação com a Venezuela vêm desde a era Chaves. O relacionamento de Putin e Chaves eram boas, agora não sabemos como é a relação de Maduro com Putin. Isso nada mais é que um jogo de interesse por que a Rússia está muito mais interessada nas reservas de Ouro da Venezuela e de um minério chamado ''Coltan'', do que fazer guerra com Brasil ou Estados Unidos. A coisa é muito mais complexa do que possamos imaginar.

  3. 05/01/2019  23:36 by Fabricio Tavares Responder

    É bom largar mão de ser besta. Uma guerra é algo que esgota uma nação, e o Brasil não tem condições de manter uma linha de suprimentos através de milhares de quilômetros de floresta amazônica. Palavras do ministro da Defesa venezuelano, Vladimir Padrino: "Estamos nos preparando para defender a Venezuela até o último palmo de terra quando for necessário, e faremos isso com nossos amigos". Arrisca a Venezuela cravar sua bandeira em Boa Vista e só tirar quando quiser... O "capitão" só fala e faz besteira e com cinco dias de governo já não manda mais nada: foi desautorizado nessa afirmação pelos seus generais, assim como foi desautorizado quando disse que aumentaria o IOF.

  4. 05/01/2019  19:12 by Gilbert Responder

    Eu sou contra base permanente de qualquer e nosso território por qualquer país, afinal ela poderia ser usada no futuro para desdobrar um ataque a algum país aliado ou não. Quanto a Alcântara seria para uso civil e sou totalmente a favor de uma grande parceria com a Nasa afinal não tem porquê ficarmos recriando a roda se os EUA já fez isso; vamos participar da criação da carro (nave espacial e suas tecnologias)

  5. 05/01/2019  0:54 by Alexandre Esteves Responder

    Passando para lembrar que, se hoje não há bases americanas no Brasil, especialmente no Nordeste, foi graças a energia de um militar do porte do Brigadeiro Eduardo Gomes, patrono da FAB.

  6. 04/01/2019  21:56 by dimi.F Responder

    china com base na Argentina???...bom se vc fala sobre o observatorio chines...bom, entao os EUA possuem base na Argentina...a UE possui base na Argentina, a Alemanha tb e outros paises...base russa em cuba?? naoo..quem tem por la sao os EUA ..Guantanamo..na Venezuela??? nao...ainda naoo,...onde a China tem base na Colombia?? Peru?? jaaa a Inglaterra possui o territorio das falklands...mas nada a ver com o continente sul americano...e a base que existe la é pra sua autodefesa..e quanto a movimentaçao em nossa volta é simples...equipar nossas forças armadas e preparar elas e pronto!!

  7. 04/01/2019  21:19 by Silvio Responder

    NOTICIA FAKE, ele estava se referindo a utilização por parte dos americanos da base de Alcantara, basta ver o video, nao acreditem em nada vindo da mídia com relação ao Bolsonaro.

  8. 04/01/2019  20:59 by Roberto Bozzo Responder

    Caramba, o pessoal só lê o título da matéria ??? Ele foi bem claro que "depende do que acontecer no mundo, no futuro" e o pessoal já desce a lenha, crítica como se já estivessem construindo a tal base.... A vontade de criticar é maior que o dever de ler a matéria....

  9. 04/01/2019  20:44 by alexcg Responder

    é pelo o visto so mudou o vendedor pra nao fala outra palava kkk agora vamos ser vendidos para os EUA ta ai o presidente patriota que tanto fala na campanha, pelo visto como todos os politicos antes ta o bolso deles do que a nação.

  10. 04/01/2019  18:46 by César Pereira Responder

    Qualquer nação que aceite uma base militar estrangeira em seu território, esta abrindo mão de parte de sua soberania, seja a base russa ou dos EUA, mas já vejo isso com certa apreensão, pois um governo sério não deve discutir essa possibilidade nem por hipótese ! Bolsonaro vive perdendo oportunidade de ficar calado, nunca ouvi tanta asneira em tão pouco tempo, esta jogando nosso país em uma fogueira,não sabe nada de geopolítica é um energúmeno total ao querer mudar a nossa embaixada para satisfazer o ego de alguns causando prejuízos a nação ! Creio que nosso congresso e os setores produtivos desse país irão fazer resistência a essas medidas tresloucadas do novo governo !

  11. 04/01/2019  18:30 by Curiango Responder

    Tomba lata! Vamos falar
    Em
    Desenvolver o nosso Brasil. Não entregá-lo.
    Lembra: Brasil acima de Tudo!!

  12. 04/01/2019  16:42 by FERNANDO Responder

    Na realidade sou contra qualquer base estrangeira no Brasil.
    Somos o Brasil com B maiúsculo , e não um paizinho qualquer.
    Não temos necessidade de bases americanas, apenas de seus dólares, tecnologia e universidade.

  13. 04/01/2019  16:37 by Rafa_positron Responder

    100% PATRIOTA EIM....

    Ta ai....

    Patriotismo tão verdadeiro quanto uma nota de 3 reais

  14. 04/01/2019  14:37 by BJJ Responder

    "Então alguns países mais radicais podem tomar alguma sanção, espero que apenas econômica, contra nós"

    O cara está ciente que a mudança de embaixada, que não nos beneficiará diretamente em nada, pode gerar problemas, mas quer seguir em frente. Quando ele diz "espero que apenas econômica", ele assume que outras atitudes não econômicas, mais radicais, podem ser tomadas, mas quer seguir em frente.

    Na melhor das hipóteses perderemos bilhões em exportações, o que é péssimo para um país em crise. Na pior delas, podemos virar alvo de terroristas internacionais. Tudo por conta do "viés ideológico" nas relações exteriores que ele prometeu acabar.

  15. 04/01/2019  14:29 by Renato de Mello Machado Responder

    Se fosse um governo do Pt,ou outro desse tipo que se dizem "comunistas",teria muita gente batendo palmas se a base fosse russa, ou chinesa.

    • 04/01/2019  16:36 by Rafa_positron Responder

      Se fosse o PT anunciando uma base chinesa, sua atitude seria qual?

      Seja sincero

    • 04/01/2019  17:24 by Bento Perrone Responder

      Primeiro que PT, goste ou não do partido(eu não gosto), não é e nem nunca foi comunista, to pra te dizer que até o PCdoB já parou de defender socialização de dos bens de produção( e de ser "comunista") faz uns 10 anos pelo menos, é comunista só no nome mesmo.
      Segundo, Russia do Putim tá mais pra ditadura de direita do que pra comunismo, já foi ultraliberal e deu merda econômica e social geral depois do fim da URSS e acabaram guinando pra essa direta nacionalista que tá ai hoje, o conflito da Russia com o ocidente nada tem de político, é histórico e econômico mesmo.....a não ser pela ótica de não ser democrático, mas não se da tanta importância pra isso.
      A China já foi comunista de verdade no passado, mas abriu o mercado a décadas, haja visto o seu desenvolvimento astronômico,nível dos salários melhorando bastante e negócios chineses se alastrando pelo mundo inteiro. Isso não quer dizer que não seja ainda um regime autoritário, monopartidário, que comete atrocidades com a população e com pouco respeito por leis internacionáis, só que não é mais comunista.
      Antes que me mandem pra Cuba( que também tá abrindo o mercado e se abrindo pra investimento extrangeiro) ou Pra Venezuela(que é uma ditadura militar, mas nunca foi comunista), queria dizer que eu também não sou nem nunca fui comunista, apenasmente sou crítico(e um pouco chato também), leio coisas tanto do campo da direita nacionalista, do liberalismo, do anarquismo, do comunismo, concordando ou não com o argumento, pra poder discordar com propriedade, e não me sentir um retardado repetidor de frases feitas. Me considero social democrata se tiver que colocar um nome, acredito que o capitalismo é o melhor meio de distribuir riqueza, mas deve ser tutorado e regido de perto pelo estado, tendo sempre em mente o melhor para a população e o pais como um todo(ou seja, é a tese vigente mais aceita no mundo ocidental).

    • 04/01/2019  21:44 by dimi.F Responder

      aahh taaaa...agora os ..... instalaram alguma base aq??? nem falar disso falaram ...nessa temos que engolir deles...mas aprende amigo..quando elegemos alguem para governar nosso pais nao quer dizer que devemos aceitar a tudo oq ele quer ou fizer...nesse caso se ele fala em futuro ..pq nao faz melhor???...reequipa as nossas forças deixando elas otimizada para algum evento futuro!! nao amigo...isso nao é patriotismo...nao é Brasil acima de tudo..nao é defender a patria amada ou morrer pelo Brasil...ja to percebendo que levantar o Brasil é dando ele para outros...alianças sao muito bem vindas..mas eles laa e nós aq!!

  16. 04/01/2019  14:11 by Wolfpack Responder

    Aonde os Estados Unidos colocam uma base militar, não saem mais. Pergunte a um Alemão, Japonês sobre a vergonha de ter bases americanas em seu território.

  17. 04/01/2019  14:09 by leonardo costa da fonte Responder

    Eu entendo o que muitos colegas por aqui afirmam que ter é diferente de operar. Mas, por ora, a Venezuela tem equipamentos muito mais capazes que aqueles que o Brasil dipõe (caças, por exemplo).Se os russos armarem a Venezuela com mísseis Kalibr, em submarinos ou pequenos navios patrulha, qual seria a resposta do Brasil? A Venezuela já está a ameaçar a pequena Guiana. Estão a procura de confrontos. É a velha táctica de ditadores de criar inimigos externos para unir o povo e se manter no poder... Parece-me que o tempo de uma America do Sul pacífica, e sem conflitos sérios, está por terminar.

  18. 04/01/2019  13:39 by FERNANDO Responder

    Bem, pensando com meus botões aqui, rsrs.
    Se o Bolsa trocar uma base por, digamos, privilégios comerciais, militares, tecnológicos e estratégicos, bem, podemos sentar para discutir.
    Mas, base para o US army?? US navy? USAF?
    Nós teremos acesso a base?
    Os americanos se comprometem a não instalar, armazenar, transportar bombas nucleares por está base?
    O que eles nos propõem??
    Se nada, adios hasta la vista baby.

  19. 04/01/2019  13:14 by Tiago Responder

    Acho que ele falou da boca pra fora, não é possível que tenha fala isso de forma seria

    • 04/01/2019  14:39 by Lindenberg Responder

      Péssimas notícias ! Trazer ianques para nosso território e "tomar partido" na causa Palestina x israel....

  20. 04/01/2019  13:05 by Paulo Sousa Responder

    Acho que a gente não precisa ter uma base militar americana aqui (já teve no passado, durante a Segunda Guerra Mundial), mas que uma relação estratégica mais forte com os EUA, não tenho a menor dúvida que será algo imprescindível. HOJE, NÃO TEMOS CONDIÇÕES DE ENCARAR UMA VENEZUELA ARMADA ATÉ OS DENTES PELOS RUSSOS E CHINESES. Ponto final. Sem contar que a relação entre a ditadura bolivariana e Moscou pretende ser muito mais extensa! Ela planejam a construção de uma base naval russa numa ilha do Caribe venezuelano! Ou o Brasil se prepara para o que está por vir, ou teremos de dizer amém até para um ditador cucaracha como Maduro. Essa é a realidade futura que se desenha. Não venham com nacionalismo bocó nessa altura do campeonato! A situação é muito complicada

  21. 04/01/2019  12:40 by Adriano Ferreira Responder

    O que o presidente disse foi que ¨SE OS RUSSOS ARMAREM A VENEZUELA¨ ele aceitaria base ou ate mesmo bases dos EUA em nosso território e não sem motivo algum...também não vejo com bons olhos, mas e melhor se aliar aos EUA do que aos RUSSOS que apoiam ditaduras como a do NICOLAS MALUCO e outras....as noticias são deturpadas e alteradas o tempo todo, e ninguém se presta a buscar a informação correta! E o povo esta cansado e se o BOLSONARO errar em qualquer área ele não terá outra chance, e ele sabe disso!

    • 04/01/2019  13:06 by Tomcat4.0 Responder

      A questão é que parece que o povo só lê o título e desse o pau. A fonte, pra piorar ainda é o UOL, que assim como a foice de SP vai fazer de tudo pra avacalhar com Bolsonaro.
      Outro ponto,ele menciona que esta hipótese tem a ver" com o que estiver acontecendo no mundo", lembrem-se que o Brasil já cedeu espaço pro tio Sam na II Guerra Mundial e isso acontecer novamente numa possível lambança mundial III seria bem natural.
      Galera mimimi(direito de cada um ok) já chegou aos fóruns de defesa. Interpretação de texto/contexto e fonte ajuda pacas!!!

      • 04/01/2019  13:33 by Luiz Padilha Responder

        Prezado. A notícia saiu em todas as mídias e não apenas no UOL.

        • 04/01/2019  15:12 by rafaeL Responder

          Padilha ,


          Qual a sua opnião sobre isso ? Morei nos EUA por 11 anos não acho nada absurdo! Fico vendo um tanto de pessoas falando dos EUA, mas sinceramente acho q nunca foram lá pra falar esse tanto de asneiras.

          • 04/01/2019  16:06 by Luiz Padilha Responder

            Rafael cada pessoa tem uma opinião a respeito disso. Eu prefiro não externa-la neste momento pois trata-se de uma suposição.

      • 04/01/2019  14:37 by Vinícius Responder

        Se o ponto que Bolsonaro quis expor era apenas as surpresas que constantemente surgem no mundo, poderia junto ter anunciado maciços investimentos nas forças armadas, que é consensualmente a melhor maneira de se preparar para as eventuais surpresas que o mundo sempre oferece.
        "O mar é o grande avisador. Pô-lo Deus a bramir junto ao nosso sono, para nos pregar que não durmamos". (Rui Barbosa).
        Não creio que fazer alianças na hora da guerra seja a principal medida que tenhamos que ter em mente para nos prevenirmos do infortúnio!

      • 04/01/2019  18:14 by Adriano Ferreira Responder

        concordo tomcat muito mimimi....não e facil...ate por conta de cores sentaram o pau na ministra...fala serio...e gente que não tem o que fazer e pouco pesquisa a fundo antes de sair falando m...abraço e vamos nos unir em prol da mudança e de algo melhor para o nosso Brasil.
        Juntos Somos Mais Fortes.

    • 04/01/2019  13:25 by BILL27 Responder

      Se a Russia armar a Venezuela ,os EUA poderiam nos armar ao inves de instalar base por aqui.Eu penso que os militares da ativa e comandantes das FAA não gostariam de ver isso por aqui

  22. 04/01/2019  12:37 by FERNANDO Responder

    Aliança estratégica entre Estados Unidos e Brasil, concordo.
    Agora duas coisas que não concordo, mudar a embaixada do Brasil em Israel e a tal concessão de uma base para os Estados Unidos para o Brasil.
    A primeira, não nos diz respeito, é assunto interno de Israel. Passou da ora de eles entenderam a questão "Uti Possidetis", do povo palestino. Ou uma ou outra, os eles convencem os palestinos a fazer parte do estado de Israel, ou compreendem a história deste povo na região e passam a respeitar.
    Se assim fosse, os indígenas brasileiros deveriam reivindicar o Brasil novamente para eles. E não adianta, transcrever a bíblia aqui no blog, eu conheço história, sei da questão da diáispora, e sei que quem habitava a
    região até 70 d.C. O problema é que outros passaram a habitar a região, e somem quantos anos se passaram até 1948.
    A segunda, por favor, base militar americana no Brasil. Pra que?? Para nos tornar um alvo de outras potências, ou para o mister Bolsanaro ter a honra de participar do jantar de ação de graças em Camp Davis???
    Não precisamos de nenhuma destas duas opções!

  23. 04/01/2019  12:35 by Caio Responder

    Que isso Bolsonaro nacionalismo nutela??? Por favor fortaleca nossas forças armadas e não a presença armada de estrangeiros aqui.

  24. 04/01/2019  11:34 by cesar Responder

    Está viajando na maioneses né! na verdade é estratégia para desviar assuntos mais importantes como crescimento económico entre outros.....

  25. 04/01/2019  11:32 by Brunow Basillio Responder

    Coitado do Brasil , entra presidente sai presidente , e tudo continua do mesmo jeito , pois independente se é de esquerda ou direita o jeito de pensar deles é igual... Pensa pequeno, só submissão alinhamento , doar o que tem de melhor aqui a estrangeiros etc... Nunca seremos grandes , nossos mandatários tem impregnado neles um complexo de inferioridade gigante , que aos poucos destrói nosso país e contamina nosso povo ....
    Não votei nessas eleições e não me arrependo , Bolsonaro é apenas mais UM....

  26. 04/01/2019  11:00 by Art Responder

    A China tem base na Argentina, eles tem na Colombia e Peru mesmo. A Russia tem em Cuba e Venezuela. A inglaterra tem as ilhas no Atlântico. Em períodos de crise o Brasil tinha a Base americana em Natal. Não concordo com a base Americana mas não podemos fechar os olhos a movimentações em nosso entorno.

    • 05/01/2019  13:30 by Rafa_positron Responder

      Então, devemos nos fortalecer né.....

  27. 04/01/2019  10:35 by Marcos Paulo Responder

    Natal já não foi uma base americana no Brasil?

  28. 04/01/2019  10:34 by Cleber Responder

    Base Americana no país " definitiva " até seria um ato " inconstitucional " não permitido por lei , nem via complementar . Não concordo também , invista aqui em tecnologia como disse o colega acima .

  29. 04/01/2019  10:27 by IVALDO Responder

    Lamber botas é uma coisa, agora oferecer a mulher pra dormir com outro é demais........
    Tudo tem limites mas parece que nosso presidente quer acabar com isso.....abrindo as pernas pro Trump!!!!

  30. 04/01/2019  10:14 by HAWKER Responder

    Infelizmente o presidente está totalmente equivocado quanto a mudança da embaixada, essa é uma briga que não nos diz respeito, não vamos ganhar nada, só vamos perder.

    Quanto a ter uma base dos EUA em nosso território, também vamos perder mais do que ganhar, somos independentes ou não somos?
    Ao invés de ter uma base dos EUA invista em pesquisa e desenvolvimento de tecnologias e armamentos!

    OBS: Votei no Bolsonaro, mas nem por isso concordo com tudo o que ele pensa.

  31. 04/01/2019  9:59 by FERNANDO Responder

    Base americana no Brasil??
    Pra que??
    Ele estão na Colômbia e Paraguai.
    Vão transformar nós em alva para organizações terroristas e pior até para outros países.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.