Primeiro-ministro israelense satisfeito com incursão militar

Benjamin Netanyahu diz que ficou clara a posção de Israel.

O primeiro-ministro de Israel está satisfeito com a incursão militar do seu país contra o Irã na Síria, nesse sábado, e diz que fará “o que for necessário” para proteger Israel contra Teerã que, afirma querer “destruir Israel”.



Declarações feitas depois de ter, alegadamente, abatido um drone iraniano vindo da Síria, em solo israelense e de ter atingido alvos supostamente de Teerã no país vizinho:”Ontem demos um forte golpe nas forças iranianas e sírias. Deixamos, absolutamente claro para todos, que as nossas regras de envolvimento não mudaram. Continuamos a retaliar qualquer tentativa de nos ferirem, essa foi, e continuará a sendo, a nossa política”, afirmou o chefe do executivo.

Os ataques aéreos de Israel na Síria, tiveram como resposta, por parte da defesa antiaérea síria, o abate de um F-16. A aeronave militar caiu em território israelense.

O Secretário-geral das Nações Unidas já condenou e mostrou-se preocupado com o escalada das tensões.

FONTE: Euronews
FOTO: IDF