Por Luiz Padilha

Após o posicionamento oficial da Marinha do Brasil, que através de Nota Oficial publicada no DAN, admitiu o interesse em adquirir o navio de Assalto Anfíbio Porta Helicópteros HMS Ocean (L 12), junto à Royal Navy, é necessária a inserção de pontos que outras mídias não colocaram e que são muito importantes para que se tenha noção do valor real de quanto custará o HMS Ocean para a MB.

Quando do anúncio da possibilidade do navio vir a ser ofertado à MB, falou-se em 80 milhões de libras esterlinas (R$ 346.4840,00 ao câmbio de hoje). Passado algum tempo, o assunto voltou com a autorização do Ministério da Defesa, para que a MB iniciasse as negociações para a aquisição do navio. Desde então, os preços anunciados que a MB pagaria pelo navio sofreram inúmeras distorções, em publicações brasileiras, ora custando £ 80 milhões, £ 80.4 milhões, £ 84 milhões e pasmem, até mesmo 350 milhões de dólares (R$ 1.132.740,00).

A verdade, é que não se sabe o valor exato do custo do navio pois o mesmo ainda se encontra em negociação. A MB ainda não sabe o estado do navio, o que só será possível quando o mesmo retornar a sua base, quando será avaliado por oficiais da MB.

A negociação envolve, valor de aquisição, forma de pagamento e algo que as mídias esqueceram de mencionar: quais armamentos virão no navio, quais sistemas eletrônicos serão mantidos, manutenção de mais de 200 tripulantes da MB em solo inglês, realizando treinamento para operar os equipamentos do navio e aguardando o término das Revisões Calendáricas, dos equipamentos (motor, sistemas eletrônicos e etc…), que são de suma importância para que o navio, após ser incorporado, venha para o Brasil e passe a operar junto à Esquadra sem restrições.

Voltando ao que foi exposto acima, além dos custos das revisões e do treinamento, o Grupo de Recebimento irá acompanhar o término das inspeções calendáricas, e adquirir o conhecimento necessário a manutenção e operação do navio. O custo de se manter mais de 200 homens em alojamentos próximos ao navio (em libras esterlinas), mesmo que haja a possibilidade de embarque imediato no navio, a MB estará pagando diárias em libras esterlinas, e esse valor é muito significativo. Estes custos estão dentro do pacote que está sendo negociado entre as Marinhas.

Então surge uma pergunta no ar: anunciar que a MB tem interesse no navio e colocar seu preço atrapalha ou não as negociações? Por que a Royal Navy cederia, facilitaria algo para a MB se o preço já foi anunciado?

Este tipo de informação precoce, ajuda a Marinha do Brasil? Em nossa opinião não. A adição de valores no noticiário certamente pode comprometer as negociações, pois se o vendedor já sabe até onde a MB pode ir, as negociações ficam mais difíceis. Foi ventilado que a Marinha da Turquia também teria interesse no navio. Não se viu até o momento nenhum furo na mídia turca envolvendo interesse e tão pouco valores para a aquisição do HMS Ocean. Ou a Marinha turca não deseja o navio ou a mesma está trabalhando sem alarde para conseguir seu objetivo. Isso só saberemos no futuro.

Face ao que foi colocado acima, podemos ver que o preço do HMS Ocean ainda não é exato. O correto é aguardar que as negociações estejam concluídas, evitando assim atrapalhar a Marinha do Brasil.

image_pdfimage_print

 

Leave a reply

 

Your email address will not be published.