O objetivo do RIMPAC é melhorar a interoperabilidade entre as Forças Armadas dos países do Oceano Pacífico. É também um meio de promover a estabilidade na região em benefício de todos os países participantes. A Marinha dos Estados Unidos descreve isso como uma oportunidade única de treinamento, que ajuda os participantes a promover e manter relações de cooperação para garantir a segurança das rotas marítimas e a segurança nos oceanos do mundo.



Vinte navios, cinco submarinos, 17 grupamentos terrestres, mais de 200 aeronaves, 25.000 homens e mulheres de 29 países, incluindo Alemanha*, Austrália, Brasil*, Brunei*, Canadá, participarão da vigésima sexta edição do exercício. Chile, Colômbia*, França, Índia, Indonésia, Israel*, Itália*, Japão, Malásia, México, Holanda*, Nova Zelândia, Peru, Filipinas, República da Coréia, Cingapura, Sri Lanka*, Tailândia*, Turquia*, Tonga*, Reino Unido*, Estados Unidos e Vietnam*.

*Apenas com observadores

COLABOROU: Angelo Almeida


 

1 Comment

 

  1. 21/06/2018  12:12 by Dalton Responder

    Esqueceram de incluir o USS Portland LPD 27...que já encontra-se em Pearl Harbor e já havia sido noticiado que
    participaria do exercício :(

Deixe uma resposta para Dalton Cancelar resposta

 

Your email address will not be published.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.