Por conta das guerras modernas, o nível de exigência imposto aos soldados é cada vez maior. Para proporcionar uma melhor atuação dos militares em campo, visando mais facilidade de manuseio e mais conforto em todas as condições, a Saab desenvolveu o canhão portátil Carl-Gustaf M4.

A ergonomia é importante em qualquer ambiente, mas no campo de batalha ela pode fazer a diferença no sucesso de uma missão. Ciente disso, a Saab transformou o Carl-Gustaf M4 (CGM4) em uma nova referência de conforto e usabilidade.

“Para oferecer uma defesa eficaz, as forças armadas precisam de um sistema de armas multifuncional fácil de manusear e transportar”, afirmou Peter Hellekant, gerente de Suporte ao Cliente da área de negócios Dynamics da Saab. “É por isso que, ao mesmo tempo em que foi projetado para utilização em ambientes de conflito modernos e altamente tecnológicos, o CGM4 conta com uma interface simples. Ele pode ser utilizado confortavelmente por soldados de qualquer tamanho, portando diversos tipos de equipamento de combate e em diferentes climas”.

Três principais melhorias

A Saab analisou as condições de trabalho de soldados comuns para identificar maneiras potenciais de melhorar o manuseio do CGM4 e reduzir o risco de desgaste muscular e tensão.

Três melhorias que merecem destaque são: Ajuste do grip posterior retrátil e do suporte de ombro, reposicionamento da mira ótica e inclusão de um suporte de engate rápido no M4.

“Tais mudanças, somadas a diversas outras melhorias, ajudaram a promover um grande avanço em termos de facilidade de uso, e a reposta que tivemos foi muito positiva”, destacou Hellekant. “Situações de combate sempre envolvem tensão, adrenalina e pressão. Então, é importante saber que o seu armamento é confortável e não causa um desgaste desnecessário em seu corpo”.

Protótipos testados com painéis de usuários

O processo para chegar ao melhor projeto para o CGM4 envolveu a criação de diversos protótipos de grips, suportes de ombro e alças de carregamento, e teste com painéis de usuários compostos por soldados de ambos os sexos e de estruturas corporais diversas. Além de identificar a melhor posição para a mira ótica, o grip posterior ajustável e o suporte de ombro, os testes resultaram em diversas outras melhorias. Uma alça mais longa para carregamento, por exemplo, facilita a transferência do CGM4 de um soldado para outro e o carregamento do armamento com as duas mãos. A nova trava de segurança permite a transição entre os modos armado e de segurança, mesmo utilizando luvas. Além disso, foram removidas as arestas da alavanca de engate, oferecendo um equilíbrio melhor entre pegada e conforto.

“O resultado é uma arma fácil de manusear e de erguer em uma posição confortável e ajustável para cada pessoa, sem causar desgaste desnecessário ao corpo”, concluiu Hellekant.

FONTE e FOTOS: Saab