Com o objetivo de atender às necessidades da Marinha do Brasil, a Saab e a Damen Schelde Naval Shipbuilding serão parceiras para participar da concorrência para fornecimento de quatro corvetas da Classe Tamandaré. As empresas são referência no mercado mundial no desenvolvimento de soluções navais.



A Saab, empresa de origem sueca com mais de 75 anos de experiência no setor de defesa, deve fornecer, caso a proposta dos parceiros seja escolhida pela Marinha do Brasil, o sistema de gerenciamento de combate Saab 9LV, utilizado por marinhas de vários países, conhecido por sua flexibilidade e fácil integração de módulos de terceiros.

A Damen é uma empresa líder em construção naval, com sede na Holanda que já construiu mais de 6 mil embarcações. Mais de 20 marinhas em todo o mundo operam navios produzidos pela Damen.

A empresa será responsável pelo fornecimento do navio, um Sigma 10514, um produto já produzido pela empresa, que pode ser adaptado de acordo com as exigências do cliente.

O projeto está propondo uma ampla transferência de tecnologia, além de parcerias com empresas locais, beneficiando a indústria nacional de Defesa do Brasil. Ambas estão prontas para provar à Marinha do Brasil que são parceiras confiáveis de longo prazo, pois isso faz parte da cultura dos negócios dessas empresas.

“A Saab está ansiosa pela parceria com Damen e as empresas locais para o programa CCT. Acreditamos que a nossa proposta atende aos requisitos da Marinha do Brasil e oferece maior valor agregado em relação à cooperação industrial e transferência de tecnologia que é intrínseca à maneira de fazer negócios da Saab”, afirmou Marianna Silva, diretora geral da Saab do Brasil.

“Nós da Damen reconhecemos que, ajudar a Marinha do Brasil a proteger o domínio marítimo contra as ameaças e os desafios atuais e futuros, é uma tarefa muito importante. E por isso, esperamos poder participar de maneira construtiva nesse processo”, disse Richard Keulen, diretor de vendas navais da Damen.

“Também estamos confiantes de que nossos produtos vão se integrar perfeitamente com os da Saab”, complementa.

A Saab, a Damen e os parceiros estarão presentes na RIDEX (Rio International Defense Exhibition), feira de defesa e segurança que será promovida no Rio de Janeiro, entre os dias 27 e 29 de junho, no Pier de Mauá, em um estande compartilhado, localizado na área D24.

Mais informações sobre o projeto de parceria para a concorrência das Corvetas Classe Tamandaré serão divulgadas durante a RIDEX.



 

10 Comments

 

  1. 18/06/2018  19:38 by _RR_ Responder

    Sinceramente, muito mais me agrada o projeto oferecido pela Tyssenkrupp/Embraer/Oceana... O conceito de flex deck e a capacidade de lançar e recuperar semi-rígidos pela popa são grandes diferenciais, no meu entender. E o vaso alemão é, grosso modo, superior em praticamente todos os parâmetros...

    Essa corveta, a 10514, poderia muito bem dar origem a um excelente NPaOc. Se fosse essa a intenção da marinha, seria boa pedida, muito embora haja bem perto de casa coisa até mais interessante na forma da OPV 93 dos colombianos.

  2. 18/06/2018  18:59 by felipe whayne Responder

    Quais empresas estão na disputa das tamandarés ?

  3. 18/06/2018  16:56 by Cleber Responder

    Até que vai sair do papel . Visch ...

  4. 18/06/2018  16:47 by Andre Responder

    Oh corvetinha feia!

  5. 18/06/2018  12:32 by romario Responder

    Quais são as ameaças atuais e desafios futuros? O petróleo do pré sal já não foi vendido a R$ 0,85 o barril?

    • 18/06/2018  14:56 by Petroleiro Responder

      R$0,85 o barril? Kkkk... Sabe nada inocente!

      • 18/06/2018  18:17 by romario Responder

        Qual foi o preço?

        • 18/06/2018  22:49 by Luiz Padilha Responder

          O preço de nenhum dos concorrentes será anunciado até o anúncio final.

  6. 18/06/2018  12:29 by Marcos Responder

    Espero que isso não aconteça. Seria melhor para o Brasil se as empresas ofertassem para o NAPIP e não para o projeto do CCT

  7. 18/06/2018  12:26 by césar silva Responder

    o navio é o mesmo que foi vendido aos indonésios? as corvetas sigmas são belos navios

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.