RBS70

Foi confirmada a compra pelo Exército Brasileiro (EB), do sistema de artilharia antiaérea V/SHORAD SAAB/BOFORS DYNAMICS AB RBS-70 MK2 BOLIDE. A documentação associada enumera a compra de uma unidade (estação de tiro, míssil e equipamentos associados) para a realização de “testes”. O Boletim do Exército especifica bem claramente a compra isolada, no valor de R$ 4.484.858,37, no entanto, o documento sinaliza também que o EB deverá adotar esse sistema de mísseis de baixa altura para fechar a questão defesa aérea das arenas esportivas das 12 cidades sedes da Copa do Mundo FIFA 2014 de Futebol.

O RBS-70 apresenta um desempenho tido como excepcional até 5 mil metros de altitude, em um raio de 8 km, podendo fechar uma “redoma” defensiva por sobre as arenas esportivas, no caso da Copa, inclusive na interceptação de armamento stand-off, lançado por um improvável inimigo (terrorista). Sua integração aos COAAAe não deverá criar muitos problemas e o míssil, dentro das suas particularidades de performance, irá garantir a defesa H-24 em qualquer tempo, fechando o trinômio RBS-70/IGLA-S/ Gepard 1A2 (canhão de 35 mm + radar).

Segundo material veiculado pelo fabricante, é possível formar operadores capacitados a operar o RBS-70 MK2 Bolide na sua plenitude em 90 dias.

RBS70_01

 

12 Comments

 

  1. 21/12/2013  12:53 by oséias m.gonçalves Responder

    falando em defesa aerea, o finep liberou mais dinheiro para o SABER-200, vejam: http://www.finep.gov.br/transparencia/projeto_consolidado.asp?referencia=135813

  2. 20/12/2013  12:18 by _RR_ Responder

    Amigos,

    O RBS-70 tem como vantagem única uma elevada capacidade de evitar fogo amigo... Como o míssil viaja no feixe laser que aponta para o alvo, isso significa que pode ser desviado até o ultimo instante, além de possuir um IFF ( representando mais segurança ). No caso do Igla, não tem como se voltar atrás. Uma vez lançado, é torcer para se estar certo... O sistema sueco, portanto, é um MANPAD mais eficiente para defender espaços aéreos onde há grande volume de aeronaves civis.

    Quanto ao sistema de orientação, ele possui sensor de imagem termal, sendo também eficiente em condições adversas. Combinados com radares de solo e dotados de um sistema de recepção de dados do alvo, podem operar de forma coordenada em regime de bateria. E creio ser o único MANPAD do mercado cuja a eficiência permitiria até mesmo abater mísseis de cruzeiro.

    O míssil do RBS-70 também teve suas características bastante ampliadas, com uma ogiva que agora possui 3000 balins de tungstênio, e o alcance aumentado ( cobre agora um raio de 8km por 5km de altura ). A vida útil do míssil também ultrapassa os trinta anos, o que significa custos reduzidos...

    Os Igla de ombro são realmente mais adequados a ações de guerrilha, sendo muito mais simples de serem operados... Mas nem por isso os RBS-70 não poderiam ser utilizados em ações assimétricas... Montados em veículos simples, como caminhonetes, podem ser utilizados de forma tão eficiente quanto; ou então desmontados, levados por uma equipe de três soldados ( como na segunda foto ) até o ponto de sua utilização...

  3. 19/12/2013  21:26 by celso pinaffi Responder

    gabriel luis, obrigado pelas explicações. ficou bem claro a diferença entre os dois sistemas

  4. 19/12/2013  20:31 by RL Responder

    Amigo Gabriel Luis.

    Falou e disse.

    Concordo.!!!

  5. 19/12/2013  17:23 by erichwollf Responder

    Não entendi... ele complementa o q? achei similar aos igla! algúem pode esclarecer aonde ele se encaixa ????

    • 19/12/2013  19:24 by Gabriel Luis Responder

      O Igla-S é guiado por IR,por isso pode sofrer com despistadores, mas este pode operar em qualquer tempo. Já o RBS 70 é guiado por Laser, não sofre com qualquer tipo de contra-medidas, mas terá dificuldade em operar na chuva forte e em um nevoeiro denso.

      Um é 50% do que precisamos e o outro é os outros 50% do que precisamos. Ambos se complementam.

  6. 19/12/2013  16:50 by celso pinaffi Responder

    cara, parece que as coisas estão melhorando no quesito defesa, bem vejamos de uns tempos para cá tivemos: Guarani, Astros 2020, Imbel A2, Guepard, Pantsir S-1, modernização dos SkyHawk, Mi-35, submarinos scorpene, submarino nuclear, MTC 300, agora Gripen E/F, RBS-70, só faltam mesmo as novas fragatas e o A12 operando 100% sem restrições, mas ja melhorou bastante

    • 19/12/2013  20:32 by RL Responder

      Verdade.

      E ainda tem muito mais coisas para rolar.
      Vamos esperar.

    • 19/12/2013  21:23 by Alexandre Godoy Responder

      Concordo com o companheiro, não dá para arrumar a casa na última hora ,depois de décadas sem investimentos substanciais, mas sem dúvidas está havendo grandes melhoras. E ainda vem o novos fuzis que substituirão os enferrujados FALs. Que bom que tem pessoas que veem como eu vejo. Porque gente criticando tem aos montes.

    • 14/01/2014  21:29 by PAULO SÉRGIO DE LIMA Responder

      Concordo plenamente, as coisas estão melhorando muito na área de defesa no Brasil!Sinceramente eu nem agredirei que finalmente saiu a decisão do FX-2...e o GRIPEN N/G, sempre foi o meu preferido desde o começo,por causa de sua capacidade de pousar e decolar em rodovias!Além,disso há boas noticias chegando das três forças militares:ASTROS 2020,Guarani,SABER 60,KC-390,scorpene,Pantisir S1...não sei se coces,tem prestado atenção em duas coisas:as forças amadas não estão mais sucateadas e Brasil tem montado uma poderosa e moderna máquina militar,só que ao contrário da Venezuela,Corria do Norte e outros países beligerantes, nossa moderna máquina de guerra é defensiva,não ofensiva: estamos desenvolvendo e comprando tecnologia militar para nos defendermos e não atacarmos minguem, porque somos um povo povo pacífico, que odeia a guerra, mas também estamos nos preparando para defender o que é nosso...

  7. 19/12/2013  16:42 by mauricio matos Responder

    No texto não fala quantos lançadores foram comprados e misseis eu suponho que deva ser mais de12 lançadores e no mínimo uns 50 misseis.

  8. 19/12/2013  16:26 by Adriano Responder

    RBS-70/IGLA-S/ Gepard 1A2 (canhão de 35 mm + radar). Esta nascendo a forma moderna de nossa defesa antiaérea!

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.