E-2D Advanced Hawkeye_03

NAS Patuxente River – O Air Test and Evaluation Squadron (VX) 1, declarou que o E-2D Advanced Hawkeye é “adequado e eficaz”, em um relatório Inicial de Teste e Avaliação Operacional (Initial Operational Test and Evaluation – IOT&E), auxiliando o Conselho de Aquisição de Defesa para aprovar a aeronave para produção em série em janeiro.

“Este marco é o auge de anos de duro trabalho”, disse o Capt. John S. Lemmon, gerente do Airborne Tactical Data System Program Office (PMA-231). “A equipe E-2D teve visão e objetivo comuns e o relatório de IOT&E, confirmou que estamos entregando um produto sólido à Esquadra”.

Durante o IOT&E, o VX-1 testou o E-2D para determinar o quanto a aeronave poderia realizar das missões obrigatórias e avaliou a disponibilidade da aeronave para a introdução na frota, prevista para 2015. O IOT&E foi conduzido de acordo com os atuais requisitos do programa de design e desenvolvimento do sistema (System Design Development – SDD).

E-2D-Advanced-Hawkeye_01

Durante os testes, o VX-1 foi deslocado para vários locais, visando coletar dados de testes de voo. Os testes foram realizados na Naval Air Station Fallon, em Nevada, e o VX-1 participou também de exercícios de treinamento de combate aéreo na AFB Nellis, durante a Red Flag, bem como no exercício Black Dart, na NAS Point Mugu. O Black Dart é destinada a testar a capacidade dos militares em combater os sistemas de aeronaves não tripuladas (UAV) inimigas .

“Nós testamos o E-2D em terreno montanhoso perto de Nellis e em outros lugares pelo país todo e a aeronave teve uma performance fenomenal”, disse o Lt. Cmdr. Gregory Harkins, diretor de testes operacionais do VX-1.

E-2D-Advanced-Hawkeye_02

Harkins também disse que os testes mostraram um aumento na eficácia de combate devido à capacidade do E-2D em rastrear caças de pequeno porte em ambientes difíceis de combate. Os dados mostraram melhorias significativas nos sistemas de radar e no desempenho de missão, tanto em terra como em cenários marítimos.

“À medida que seguimos para a introdução à Esquadra, nossa equipe de programa permanece apaixonada pelo trabalho e comprometida com a missão”, disse Lemmon. “Nós realmente nos preocupamos com o que fazemos e com o produto que estamos oferecendo para a nossa frota”.

E-2D Advanced Hawkeye

O Initial operational capability (IOC) do E-2D está prevista para 2015.

FONTE: US Naval Air Systems Command
TRADUÇÃO E ADAPTAÇÃO: Defesa Aérea & Naval

 

3 Comments

 

  1. 15/06/2018  11:37 by Juvenal Santos Responder

    O E2C/D Awacs seria uma ótima aquisição para vigiar as nossas fronteiras, se a gente não pode comprar um Boeing Sentry, o E2 veria espetacular, mas aqui não temos tradição em alerta antecipado embarcado, infelizmente..

  2. 15/02/2013  17:38 by Alisson Mariano Responder

    Por falar nisso, alguém sabe em que pé anda a aeronave AEW&C da Marinha do Brasil??

    • 16/02/2013  9:22 by Luiz Padilha Responder

      Não temos news ainda. A MB está trabalhando.

Leave a reply

 

Your email address will not be published.

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.